Quais são as praias mais sujas de Natal?

Cidades Curiosidades
Compartilhe:

Sempre esta pergunta vem em mente quando coloco os meus pés na beira d’água de alguma praia urbana da cidade, visto que as praias são rodeadas de esgotos à céu aberto, despejando todo tipo de sujeira para o Oceano. Por isso, existe um projeto chamado Água Azul, organizado pelo Instituto do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Idema) em conjunto com o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), que examina quase todas as praias do litoral potiguar. Mas, afinal, qual é a praia mais poluída da cidade?

Foto: Ana no Mundo

O último boletim publicado no dia 9 de março apontou que a praia da Redinha, na parte mais próxima do Rio Potengi está imprópria para banho. Lembrando que a praia fica próxima do rio, onde os dejetos de muitos bairros de Natal, principalmente da zona Leste, são despejados dentro do corpo hídrico.

O boletim de balneabilidade é publicado no site do Idema, sendo que as praias são examinadas uma vez por semana em pontos instalados pelos próprios pesquisadores. O relatório traz a classificação das condições de balneabilidade das praias do Estado com base na quantidade de coliformes fecais encontrados. Balneabilidade é a qualidade das águas destinadas à recreação de contato primário, sendo este entendido como um contato direto e prolongado com a água (natação, mergulho, esqui-aquático, etc), onde a possibilidade de ingerir quantidades significativas de água é também expressiva.

Aqui segue a tabela sobre o boletim de balneabilidade de fevereiro e da primeira quinzena de março:

Em outros lugares no litoral potiguar foi detectado que água está imprópria para banho na Foz do Rio Pirangi, em Nísia Floresta; o Balneário de Pium, em Parnamirim; e a Lagoa de Pitangi, em Extremoz. Três cidades localizadas na região da Grande Natal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.