O que é pesquisado pelos natalenses no Google?

Uma das curiosidades é saber: O que os natalenses pesquisam no Google? Uma ferramenta do site de pesquisa ajuda a procurar saber dessas informações, nos últimos 30 dias a procura pelo presídio de Alcaçuz cresceu bastante, juntamente com a palavra rebelião, por causa dos fatos que aconteceram na capital potiguar neste mês. Mas, o assunto mais procurado pelos natalenses ainda são sobre consultar horários de cinema e procura de oferta no site da OLX, onde as pessoas podem vender diversos objetos usados ou novos, desde casas até um simples aparelho de celular.

Está curioso com o resultado? Confira a seguir:

Este é o ranking de termos no mês de fevereiro que tiveram um aumento do número de pesquisas

1. Rebelião em Natal
2. Alcaçuz
3. Via Certa Natal
4. Blog do BG
5. Notícias de Natal RN
6. Ônibus
7. G1 RN
8. Empregos RN
9. Aquaria Hotel
10. Vagas de emprego
11. IFRN
12. Estácio

Ranking das coisas mais procuradas em fevereiro pelos natalenses nos últimos 30 dias

1. Natal
2. Hotel
3. Rio Grande do Norte
4. Shopping
5. Ponta Negra
6. Cidade
7. OLX
8. Tele Sena
9. Praia
10. Ônibus
11. Cinemark
12. Natal Praia Hotel
13. Rebelião
14. Cinépolis
15. Unimed
16. CVC

Em março, os termos mais procurados foram:

1. Carnaval
2. Portal do Estudante
3. Prefeitura do Natal
4. Mercado Livre
5. Natal Card
6. Uniodonto
7. Sal e Brasa
8. Extra
9. 96 FM

Além do 180, site foi criado para “denunciar” a violência para mulher

Nesta semana foi lançado o Portal da Mulher Potiguar, criado pelo Governo do Estado e é uma forma de fazer a denúncia de agressão no meio digital. A  ideia vaio da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres do Rio Grande do Norte, no qual ainda recebe denúncias anônimas.

Agora vem a parte mais triste: As denúncias não têm valor de boletim de ocorrência, que pode ser feito em uma delegacia normal ou, dependendo do caso, em uma Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM). Atualmente, há cinco DEAMs em funcionamento no RN – em Natal, Parnamirim, Mossoró e Caicó. Em Natal, só tem duas unidades: Ribeira e zona Norte, ambas funcionam em horários comerciais, sendo que a maioria das agressões acontecem no período da noite.

Entretanto, o portal disponibiliza os telefones de todas as delegacias existentes.

Em suma, o site é mais usado como uma forma de mapear os casos de violência contra a mulher. Os dados serão encaminhados à coordenadoria de Mulheres e Minorias, vinculado a Secretaria de Segurança Pública, e devem guiar o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para a população feminina.

Além de receber denúncias, o site tem uma ferramenta chamada “violentômetro”, um teste que ajuda uma mulher a reconhecer se ela está ou não submetida a algum tipo de agressão, e dá orientações. O portal também elenca uma série de artigos informativos sobre contracepção, câncer de mama e outros temas relacionados à saúde feminina.

Mas, o site tem uma coisa muito bacana, trazer informações sobre doenças como anemia e câncer de mama, além de ter cuidados com a gravidez.

Para acessar o site é só clicar neste link.

 

Septo ganha no voto popular como melhor série do Festival de Buenos Aires

Após uma incansável campanha nas redes sociais, a websérie Septo conseguiu vencer em voto popular a categoria de Melhor Webserie no Buenos Aires Web Fest. A premiação aconteceu na noite desta quinta-feira (24). Uma boa notícia para a produção audiovisual. A série digital foi filmada através de financiamento coletivo. Esta é a primeira série produzida no Rio Grande do Norte de forma independente e cada episódio teve oito minutos de duração. Além da página Brasileiríssimos, a série é uma realização da Marmota Filmes em coprodução com o Coletivo Caboré Audiovisual.

A série fala da vida da natalense Jéssica, uma garota que é triatleta de sucesso, possui um piercing no septo e tem uma vida bastante regrada pelo pai, que controla toda a vida dela, por sinal. Por isso, a Jéssica está entediada e em busca de achar novas atividades, apesar da sua carreira bem sucedida.

Do outro lado tem a Lua, instrutora de surf numa organização não-governamental (ONG) para crianças e terminou um relacionamento sério, devido às divergências de ideias. Neste primeiro episódio narra o encontro das duas. E a medida que os episódios estão avançando, eles mostram o crescimento desta história de amor. A direção geral ficou por conta da produtora Pipa Dantas. Os diretores de cada episódio da primeira temporada foram: Vitória Real, Victor Ciriaco, André Santos, Tereza Duarte e Helio Ronyvon. Os roteiros foram escritos de forma colaborativa por Alice Carvalho (que interpreta a personagem principal), Aureliano Medeiros e Frank Aleixo.

A protagonista Alice Carvalho esteve em Buenos Aires para acompanhar de perto o BAWF. A equipe da página Proposta acompanhou a entrega que podia ser vista via streamming. No palco do Festival, ela aceitou o prêmio e dedicou a conquista a Natal de forma bastante inesperada: “Seus galados, muito obrigada! A todos os que estão assistindo em Natal, de verdade, é nosso!”. Ela também destacou a importância do projeto em pautar a diversidade. “Nós temos muitos fãs porque a gente fala de representatividade, a gente fala de empoderar a mulher, e isso é incrível para mim. Fora Temer e muito obrigada!”, concluiu.

Das 500 webséries inscritas do mundo inteiro para o festival, apenas 30 foram selecionadas. Septo foi a única série brasileira a entrar no festival, no qual irá competir com produções de Nova Zelândia, Argentina, França, Espanha, Alemanha, Canadá, Líbano, México e Bélgica.

Na manhã desta sexta-feira (25), a equipe do Septo tirou foto do prêmio e colocaram esta postagem a seguir:

UFRN fornece tratamento gratuito de psicólogo para comunidade

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) oferece tratamento gratuito de psicologia para a comunidade. Sim, você pode não ser estudante da instituição de ensino, mas pode receber um tratamento de graça. O local se chama Serviço de Psicologia Aplicada (SEPA), clínica escola do curso de Psicologia da UFRN que oferece tratamento clínico à população. A gente já falou aqui no Brechando.

Foto acima do título: Anastácia Vaz

Neste momento está com processo aberto dos plantões de triagem, momento em que os pacientes passam por avaliação e é definido qual o atendimento que a demanda requer. Após a triagem, os atendimentos são feitos por dias e horários do plantão, procedimento que funciona por ordem de chegada, estão afixados no hall de entrada do prédio, que fica na rotatória próximo do CCSA, Setor I, Biblioteca Zila Mamede e CCHLA.

A clínica é composta por 10 servidores, entre assistentes administrativos, professores, psicólogos e psicopedagogos, além dos estagiários, são os responsáveis por viabilizar os serviços de psicoterapia, psicologia organizacional e avaliação psicológica.

Para tanto, dispõe de sete salas de atendimento para adultos, duas salas de ludoterapia, uma sala para atendimento em grupo e uma sala de avaliação psicológica, além de outras três que podem ser usadas para supervisão, aulas ou reuniões.

Com capacidade para atender 240 pessoas em 2016, a demanda no ano passado chegou a ser superior ao dobro deste número. A situação deve se repetir em 2017, já que a procura está sendo alta. Por causa disso, os critérios de prioridade precisam ser seguidos sistematicamente.

Uma das principais características do Serviço de Psicologia Aplicada é a prestação de serviços gratuitos à comunidade em geral, constituindo-se em um espaço de aprendizagem permeado por atividades de ensino, pesquisa e extensão. Fundado em 1965 e atualmente um órgão suplementar diretamente ligado ao Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), sob a direção da professora Lieti Coelho Leal, o SEPA precede a criação do curso de Psicologia, apresentando-se até mesmo como uma das razões para o surgimento da graduação no estado.

Atendendo todo o estado, as atividades se desenvolvem em muitos níveis. As triagens, sem custos, ao encontro de encaminhar as demandas para atender as necessidades do caso ali atendido, seja ele conduzido para psicoterapia, que a depender da disponibilidade de vaga pode ser realizado no próprio SEPA, podendo inclusive o paciente permanecer em atendimento frequente; ou resulte em encaminhamento para outros profissionais, tais quais psiquiatra ou neurologista.

Há ainda a possibilidade de participação em grupos específicos, como de enfrentamento à timidez e de orientação profissional. Além destas atividades, são realizados projetos de extensão com atividades de atendimento a comunidade, como o Serviço de Neuropsicologia da Infância e da Adolescência, núcleo especializado em diagnóstico interdisciplinar e em pesquisas dos transtornos do neurodesenvolvimento que atende pessoas na faixa etária de sete a dezoito anos acometidas por diferentes transtornos do desenvolvimento, lesões ou disfunções neurológicas. O telefone de atendimento do SEPA, para informações adicionais, é o 3215 3603.