Aboca celebra três anos de funcionamento e divulgam campanha para continuar

Em março, o espaço Aboca comemora três anos de atividade, com muita “existência e resistência”, como eles dizem, visto que é difícil conseguir manter o teatro de pé em Natal. Neste mês, eles realizarão uma edição especial do Movimento n’ABOCA que acontece no próximo sábado, 25 de março, a partir das 22h, na rua Frei Miguelinho, Ribeira.

Dentre as atrações estão as badaladas bandas potiguares Bando das Brenhas, Luisa & Os Alquimistas e Esquizophanque, além dos DJs Karol Posadzki e Rodrigo Ferreira. O ingresso antecipado com valor promocional (R$15) pode ser adquirido online no site bit.ly/ingressomovimento3anos.

O Movimento n’Aboca é uma das ações artísticas continuadas que os grupos residentes e o núcleo gestor do espaço promovem para manter e movimentar o espaço. Essa é a 12ª edição do Movimento que, além de celebrar, tem o intuito de divulgar e buscar mais apoios para a campanha de financiamento coletivo que os grupos estão fazendo via Catarse.

Surgiu em março de 2014 a partir do encontro de três grupos da cidade, a Bololô Cia Cênica, o Coletivo Artístico Atores à Deriva e o Carmin Grupo de Teatro. A afinidade de trabalho e a busca por um espaço de compartilhamento de processos e ações formativas foram o estímulo necessário para a concretização desse projeto.

Naturalmente Aboca foi ganhando uma dimensão bem maior, passando a se configurar como um espaço cultural pautado nos eixos de formação, apreciação, residência, ocupação e celebração. Atualmente ocupam como residentes oficiais a Bololô Cia. Cênica e a Sociedade T.

Desde a sua abertura, Aboca vem sendo palco de eventos sazonais, como a circulação de espetáculos de grupos das diversas regiões do Brasil a atividades mais efetivos como o Circuito Cultural Ribeira, Virada Cultural e Movimento n’Aboca. Nos seus três anos de existência, mais de oito espetáculos foram montados, seis projetos de intercâmbio realizados, palestras, encontros para discutir políticas públicas de cultura, cerca de vinte e cinco ações formativas em teatro, dança e performance, lançamento de CDs, livros e publicações culturais e atividades compartilhadas com outros artistas parceiros que tiveram por um momento um espaço garantido para seus ensaios e pesquisas artísticas.

Sobre a campanha

Aboca é um território independente de resistência cultural localizado e é financiado especialmente pelo público, que consome, convive e reside no espaço. Atualmente é residida por artistas e gestores culturais que buscam a partir de suas atividades e investimentos pessoais, manter o local como base de seu projeto de vida, estabelecendo um elo afetivo com a comunidade e a classe cultural.

É um projeto de manutenção do espaço com ações artísticas continuadas pelo período de dois anos, através de atividades de residência, ocupação, formação, apreciação e celebração. O projeto segue recebendo contribuições até o dia 16 de abril, no site catarse.me/abocaaberta ou diretamente com os gestores do espaço, com financiamentos a partir de R$15 e várias recompensas.

Manter Aboca aberta é incentivar o reencontro do cidadão com sua cidade, fortalecer o aspecto afetivo da comunidade com o espaço que ocupa, é entender que a cultura faz parte da formação de uma cidadania consciente, favorecendo um arsenal de significação, memória e identidade de um povo.

Veja o vídeo da campanha a seguir:

SERVIÇO
Movimento n’ABOCA – edição de Aniversário
Sábado, 25 de março de 2017, a partir das 22h
ABOCA CULTURAL | rua Frei Miguelinho, 16, Ribeira
Ingressos antecipados: bit.ly/ingressomovimento3anos
Informações: (84) 991 005 352 | bit.ly/ABOCAano3

Quer estudar na Europa? Tem uma palestra sobre o assunto

Muita gente gosta de estudar e sonha em viajar para Europa, existem várias formas de fazer um intercâmbio para alguns países do velho continente, como Alemanha, França e Portugal. Mas consegue fazer isso de forma gratuita? Por isso, a Secretaria de Relações Internacionais (SRI) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza na próxima segunda-feira, 27, a palestra Study in Europe RoadShow, voltada aos interessados em estudar na Europa.

O evento acontece das 11h30 às 13h30, no auditório A do Centro de Ciências Exatas e da Terra (CCET) da UFRN, próximo do Setor de Aulas III, onde o público poderá tirar suas dúvidas sobre possibilidades de estudo e pesquisa na Europa e ter acesso a oportunidades de intercâmbio, cursos de férias, mestrado, doutorado e pós-doutorado.

As palestras serão divididas entre Alemanha (DAAD) das 11h30 às 12h, Irlanda (UCC) das 12h às 12h30, Holanda (Nuffic, IHS e Saxion) das 12h30 às 13h e França (Campus France e Yncrea) das 13h às 13h30.

Após as palestras, um plantão de resolução de dúvidas será realizado até as 15h com representantes de universidades e agências oficiais da Alemanha, Dinamarca, Espanha, França, Holanda, Irlanda, Suécia e Suíça, além da ferramenta de networking Euraxess Links Brasil.

Evento em Natal reunirá meninas gamers

O que é ser um gamer? É aquele fissurado em jogos, que pode ser tanto analógico (cartas ou tabuleiro) quanto digital (videogame ou pc). Muitos pensam que só meninos podem jogar, mas existe um grupo de garotas que querem provar o contrário e por isso criaram o evento “Meninas Também Jogam”, que vai acontecer no dia 31 de março, no campus central do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).

Vale lembrar que no IFRN tem um curso de graduação para desenvolvimento de jogos, assim como na Universidade Potiguar (UnP).

O grupo  promove a cultura gamer independente de gênero, e incentiva uma nova geração de desenvolvedores de jogos. Sim, mulheres não só podem jogar, mas também produzir jogos.

Por isso, neste dia, o IFRN Central vai haver inúmeras palestras sobre 3D, desenvolvimento de jogos de tabuleiro, produção de jogos digitais, mercado para as mulheres e dentre outros assuntos. Ainda vai existir uma parte para experimentação de jogos digitais.

A programação completa pode ser vista a seguir:

Além disso, você também pode conhecer algumas das participantes que estarão no evento, como Alyana Macêdo:

O evento visa não só estimular o mercado de jogos, mas também a participação das mulheres, que ainda representa uma minoria nesta área. Para saber mais sobre o “Meninas Também Jogam”, acesse a fanpage da página, que trará muitas informações sobre o evento.

Problema com a lei de incentivo à cultura, Encontro de Dança é cancelado

O Encontro de Dança de 2017 foi cancelado e o anúncio foi feito pela produtora cultural Nathália Santana, que ajuda nas mídias sociais do evento, organizado por Diana Fontes. O motivo seria o decreto sobre a Lei Djalma Maranhão, que foi sancionado no ano passado, no qual a Prefeitura determinou um limite para os gastos dos projetos culturais da cidade do Natal.

A justificativa seria melhorar a distribuição dos recursos da lei de incentivo. Na prática, as mudanças instituem um teto para captação de recurso de 650 mil reais para 142 mil reais.  Por causa disso, incapacitou a realização do Encontro de Dança, que aconteceria em maio.

O evento reuniria o melhor dos dançarinos do país e do estrangeiro, no qual duas companhias foram contratados para o evento que aconteceria em 2017. Haveria danças em praças, shoppings, espaços cênicos e culturais. No ano passado, o evento também aconteceu na cidade de Parnamirim. Além disso, haveria espetáculos, oficinas, intervenções e debates.

O Encontro de Dança funcionaria como uma plataforma para artistas independentes, grupos e companhias com ênfase na dança contemporânea, contribuindo para a capacitação técnica, ampliação da visibilidade das produções locais e o impulso à formação de plateia, reforçando conexões, promovendo o diálogo, respeitando a diversidade e estimulando a dança para todos os potiguares.

A produtora Nathália Santana usou as redes sociais para desabafar o cancelamento do evento. Confira o desabafo da produtora cultural a seguir: