Museu dos anos 80 se despede de Natal

Um dos shoppings da cidade realizou uma programação natalina especial anos 80 e neste domingo (20) foi o último dia da exposição sobre anos 80. A mostra trouxe objetos de época de colecionadores como brinquedos, vinis, eletrodomésticos, decoração, e muito mais.

A curadoria foi da historiadora e colecionadora Milena Azevedo, que também é quadrinista. O evento também contou a com a parceria da loja especializada em artigos que remetem a época da década de 80, chamada Meu Mundo Retrô.

Infelizmente, a exposição acabou e tinha muitas coisas bacanas para saber um pouco do que aconteceu naquela época. Eu não nasci nos anos 80, mas o pessoal que estava circulando pelo shopping, e via a exposição, dizia frases como:

“EU TIVE ESSE BRINQUEDO”, com sorriso de orelha a orelha.

“AI MEU DEUS, EU TINHA ESSE LP DO BALÃO MÁGICO”.

“Eu tinha esse negócio e era muito bom”.

Apesar de ser conhecido como a década perdida, por conta das crises econômicas (inúmeras trocas de moedas brasileiras) e final da Ditadura Militar, esta década ficou conhecido como um dos momentos mais inventivos e produtivos do século 20, ficando atrás somente da década na qual Os Beatles revolucionaram o mundo.

Sem contar que as coisas que acontecerão nos anos 80 serve de inspiração até hoje para muita gente. Também foi período daqueles inúmeros programas infantis, como Xuxa, Angélica e Mara Maravilha.  Muito do que foi criado nos Anos 80, hoje se propaga num intenso movimento retrô, que vem contagiando tanto saudosistas quanto jovens plugados nesse virtual cenário pós-moderno pelo qual caminha o século 21.

O acervo de Milena Azevedo esteve em divulgação desde novembro e era trocado a cada 15 dias. Tinha roupas (lembra daquela meia soquete?), quadrinhos, jogos, brinquedos, mural de fotos e dentre outras coisas bacanas para se ver.

Além disso, houve inúmeras apresentações relacionadas à esta década, como Sylvinho Blau-Blau e as paquitas (assistentes de palco da Xuxa). Veja as fotos da exposição a seguir:

Sabia que você pode receber um desconto no IPTU?

O cidadão que pagar o Imposto Territorial Predial Urbano (IPTU) até a próxima quinta-feira (24) receberá um desconto de 22% no pagamento à vista. A Secretaria Municipal de Tributação (Semut) anunciou um regime especial de vantagens. Ao todo, são 86.618 imóveis de todas as regiões de Natal aptos a aderirem a esse regime.

A arrecadação estimada para este primeiro grupo de contribuintes é de R$ 84,1 milhões em IPTU e com as taxas que ele embute: Taxa de Coleta, Remoção, Transporte e Destinação do Lixo (Taxa de Lixo) e Contribuição de Iluminação Pública (Cosip), taxas embutidas no IPTU.

Os donos dos imóveis que optarem pelos descontos devem acessar o site da Semut ou na sede da Secretaria (fica na Rua Açu, 64, Tirol, perto da Catedral Metropolitana) para a geração do boleto e para pagamento. Podem ainda esperar a chegada dos carnês nas residências, o que deve começaram a receber desde 4 de dezembro.

Quem não receber o carnê do IPTU nesse primeiro grupo é por ter alguma restrição no sistema da Semut. No entanto, esses contribuintes também podem ganhar o direito ao desconto de 22%.

A maioria dos impedimentos está ligada a pessoas que compraram imóveis cuja titularidade ainda está no nome de terceiros (construtoras, incorporadoras ou ex-proprietários, por exemplo). Para estimular a regularização desses casos, a Semut também oferece descontos no pagamento do Imposto de Transmissão Inter Vivos, o chamado ITIV.

Quem tem um imóvel, mas ainda não fez o registro no cartório de imóveis, terá desconto de 15% no valor do ITIV, se fizer o pagamento à vista até o dia 30 deste mês. Se fizer o pagamento do imposto até o dia 24 de dezembro, o desconto será de 12%. Já aqueles contribuintes que preferirem, podem parcelar o pagamento do ITIV em até 10 parcelas, mas sem desconto.

Depois do dia 25 de dezembro, não haverá mais possibilidade de desconto para pagamento do tributo, mesmo que quitado à vista.

Quem não optar pela antecipação do pagamento da cota única do IPTU 2016 ainda este ano, também terá desconto. Um desconto menor, porém. De 15% sobre o total, para o contribuinte que pagar a cota única até 11 de janeiro. Para os que parcelarem os pagamentos, não haverá nenhum desconto. A estimativa da Secretaria Municipal de Tributação é arrecadar com essa antecipação algo em torno de R$ 32 milhões de reais até o fim do ano.

Escalando parede em Ponta Negra

Sábado de sol, eu aluguei um caminhão? Não, eu fui brechar mais uma vez o bairro de Ponta Negra. Neste sábado (19), o grupo Aventura De Rocha, em parceria com uma academia, promoveram um dia para ficar escalando o muro de nove metros de altura externo à academia. Era destinado para todas as idades, independente se você tivesse experiência em escalar ou não.

O desafio era escalar a parede e quem conseguisse chegar ao topo tinha que tocar o sino. Os equipamentos necessários eram roupas leves e o uso de um tênis sem amortecedor.

“O evento de hoje surgiu a partir da proximidade com o dia de Natal (25 de dezembro), nós começamos um trabalho com turismo de aventura e a gente queria saber que tipo de trabalho beneficente poderíamos fazer”, disse o guia Joanilton Sampaio, conhecido como CN, apelido em homenagem ao seu município de nascença: Currais Novos. “Nem minha mãe chama pelo nome”, brincou o guia.

Como fazia para poder escalar? Doar fraldas geriátricas para o asilo Anísia Pessoa, que fica na cidade de São José de Mipibu, região Metropolitana da capital potiguar.

CN já é aventureiro há bastante tempo. Ele e outros integrantes do grupo Aventura DeRocha, neste momento, estão levando as atividades para um lado mais profissional. “A gente viaja bastante e este ano fizemos bastante aventuras”, comentou.

Os participantes aprenderam um pouco das técnicas iniciais de escalada e utilizarão equipamentos de segurança, como capacete e cadeirinha. A ideia é superar os próprios limites com o máximo de segurança – o que não significa necessariamente chegar ao topo.

image

“A intenção é criar mais atividades do grupo e a gente faz viagens por todo o interior, como escalada nas serras, passeio de trilhas e também acampamentos”.

Até às 15 horas, horário que a gente visitou a escalada, tinha mais de 40 pessoas que toparam em subir as paredes. CN garantiu que todos conseguiram chegar ao topo. “Quem não subiu de primeira, descansava um pouco e se preparava para se aventurar novamente. Durante a primeira vez, as pessoas ficam bastante ansiosas e se cansa mais rápido”, explicou.

O Aventura De Rocha é especializado em turismo de aventura e o foco é o interior do estado, a partir de passeios em Serra Caiada, região do Seridó e outros lugares ótimos para aventura. Eles garantem que os passeios são adaptáveis a todos os perfis. Além de CN, compõem o DeRocha o Igo Soares, Julio Formiga (programador) e Juarez Junior (guia e bugueiro).

A estudante Élida Nóbrega resolveu se aventurar e participou da escalada, sobre a observação do pai e do irmão, no qual ficaram bastante surpresos por ela ter conseguindo ficar escalando por toda a parede. O vídeo dela se aventurando pode ser conferido a seguir:

Um vídeo publicado por Lara Paiva (@paiva_lara) em

“Achei que seria bem mais difícil, mas também não foi nada fácil. Tive bastante dificuldade no final da escalada”, disse a jovem.

Acompanhada dos amigos, a jovem Natalia Guimarães estava esperando a sua vez de subir novamente sobre as paredes.  “Já tentei fazer rapel em Serra Caiada e nesta parede consegui quase tudo, faltou a parte final. Acredito que não consegui por ter ficado bastante nervosa”, contou.