Walfredo Gurgel tem 20% dos pacientes morando na rua

O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel foi fundado na década de 1970 e é a maior unidade de saúde de urgência do estado. Muitos pacientes do interior do Rio Grande do Norte vem para a cidade com a intenção de receber o melhor atendimento possível, apesar da imprensa noticiar a superlotação e de pessoas que ficam esperando um atendimento nos corredores.

Recentemente, a Secretaria do Estado de Saúde Pública (Sesap) divulgou um dado bastante interessante. Somente este ano, 20% das internações registradas de pacientes sem identificação eram de moradores de rua violentados, dependentes químicos ou alcóolatras, com estado grave de saúde.

Na grande maioria das vezes, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) é o responsável pelos primeiros socorros, remoção e transporte destes pacientes para o Walfredo Gurgel. Em algumas situações, contudo, não é possível salvar a vida da vítima, tamanha a gravidade do caso.

O mais recente paciente atendido pelo HMWG a se enquadrar nesse perfil foi admitido no último dia 23 e segue internado na sala de observação I. Transportado ao Walfredo Gurgel pelo Samu, o paciente foi socorrido com sinais claros de embriaguez, aparentando 50 anos, cerca de 64 kg, aproximadamente 1,61 m de altura, pele de cor branca e cabelos pretos lisos.

Ao Walfredo Gurgel o Serviço de Atendimento disse que a vítima era moradora de rua e que possui histórico de insuficiência respiratória e alcoolismo.

A direção se preocupa estes casos, principalmente pelo fato destes moradores viverem em situações impróprias e envolvidas em situação de autodestruição.

Quando não vão a óbito, estes pacientes necessitam de longos períodos de internação para a total recuperação de seu bom estado de saúde. Nestas situações, um mesmo leito pode permanecer meses sem rotatividade, contribuindo para o inchaço dos corredores.

Devido ao perfil de desassistência social, a alta médica, para estas pessoas, nem sempre é a solução. Como não possuem residência fixa, trabalho ou familiares, o hospital não pode liberar o doente sem que, antes, ele tenha um abrigo para moradia e alimentação.

Untitled-1
Um dos pacientes que é morador de rua (Foto: Assessoria Sesap)

Em suma, a direção não pode simplesmente devolver o paciente para a rua. É preciso encontrar algum serviço que o acolha e o proteja.

Além disso, não seria correto encaminhar este cidadão que não possui a menor condição social de sobrevivência, de volta para a rua, uma vez que é garantido pela Constituição de nosso país, o direito a todo o amparo social (habitação, alimentação, saúde e lazer).

No município de Natal há uma carência no número de abrigos que recebem moradores de rua. E, mesmo estando de alta, enquanto não conseguimos para onde levar esse paciente, ele fica internado.

O serviço social tem como rotina, o encaminhamento desses pacientes para a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semtas), porém, o período de aguardo para alguma solução é sempre muito longo, incompatível com a realidade do hospital.

Estabelecimentos comerciais com nomes peculiares- Parte 2

Após o sucesso da primeira postagem e inúmeras sugestões de locais em meu perfil do Facebook, eu achei mais cinco estabelecimentos com nomes peculiares em Natal e desta vez colocamos um supermercado conhecido pelo nome bizarro na cidade.  Se tiver mais estabelecimentos deste porte, o Brechando fará uma terceira lista.

Por enquanto, confira a nossa segunda lista.

Veja também:

1) Carrefuzinho

Carrefuzinho

Era para ser um simples mercadinho do bairro de Santos Reis, zona Leste da capital potiguar, próximo da ponte Newton Navarro (também conhecida como a Ponte de Todos), se não fosse pelo nome. Como já diz, ele é um mini-Carrefour e tem uma grande variedade de produtos. Além disso, eles abriram uma unidade na Vila de Ponta Negra. O mercadinho é tão sucesso que possui um anúncio em um das van que circulam na cidade fazendo transporte alternativo.

2) Comeu Morreu

9_20090713_174824

Tudo bem, ele não fica exatamente em Natal, mas é bastante querido pelos natalenses, principalmente durante o período de veraneio e carnaval. O restaurante/bar/lanchonete fica na saída de Pirangi, praia localizada em Parnamirim, região Metropolitana de Natal. Apesar do nome bizarro, o local é bastante frequentado pela galera galera high society que se muda para região nos meses de janeiro e fevereiro.

3) Bar do Ku

enhanced-2002-1421687418-16

Muitos faltaram me bater por não ter colocado o Bar do Ku na listagem anterior. Mas, agora ele está aqui com a gente. O Bar do Ku é um dos estabelecimentos comerciais conhecidos da cidade não só pelo nome bizarro, mas pelo bom atendimento (dizem que os tira-gostos de lá são muito gostosos). Fica no bairro de Lagoa Nova, numa travessa próxima da Avenida Prudente de Morais.

4) Gosto Gostoso

56475619_feEfkEvN4XmCUlhixs94v4X5Vd9u3iVHD_ESKjLt6CY

Os restaurantes e lanchonetes de Natal fecham sempre a partir de meia-noite. Depois daquela festa animada, muitos natalenses ficam com fome. Um dos poucos cantos que são abertos de madrugada é o Gosto Gostoso que fica em um dos canteiros do bairro de Neópolis. O local, apesar de simples, é bastante frequentado e é conhecido pelos inúmeros sandubas existentes.

5) Balada Bar

63d933d974755df736c87d0a21917cc25cb20808d7f6018ba44f7e0b59af48e4

“Vamos para balada, vamos para balada, gente”. Sim, existe um bar em Natal, mais precisamente no conjunto Morro Branco, chamado Balada Bar e é bastante frequentado pelos natalenses e é conhecido pela música ao vivo. Fica na Avenida Xavier da Silveira.

Campus da UFRN é considerado bonito pelo Buzz Feed

O site Buzz Feed, conhecidos pelas matérias em forma de lista, em novembro deste ano, realizou uma mostrando os 12 campi de faculdades mais bonitas do Brasil. Eles incluíram tanto instituições públicas quanto privadas nesta listagem. No meio de locais da região Sudeste e Sul, a escritora Flora Paul colocou o campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Detalhe, esta foi a única instituição do Nordeste que foi adicionada na lista do Buzz Feed. Eles colocaram uma foto da reitoria, parecida com esta da foto acima, que foi retirada do site da UFRN. O comentário da autora é que a estrutura parecia de um cenário da série Game of Thrones.

A universidade existe desde 1958. Porém, o campus da UFRN, em Natal, foi construído em 1970. O local fica entre os bairros de Lagoa Nova, Capim Macio e Nova Descoberta, numa área de 123 hectares, que abriga a maior parte das instalações da universidade na capital. Além da capital potiguar, existe um campus em Caicó, Santa Cruz e Currais Novos.

O campus abriga atualmente um arrojado complexo arquitetônico, circundado por um anel viário que o integra à malha urbana da cidade de Natal.

Junto com a UFRN, estão a Universidade Federal de Viçosa, a Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), a Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU), Universidade Católica de Petrópolis, Faculdade de Direito do Largo São Francisco, Mackenzie e dentre outras.

BuzzFeed é uma empresa norte-americana de mídia de notícias. Foi fundada em 2006 na cidade de Nova Iorque, como um laboratório viral (produção de sucessos da internet) por Jonah Peretti, a empresa cresceu mundialmente. A edição brasileira foi inaugurada em outubro de 2013.  Eles comentam diversos assuntos, desde política até decoração feitas manualmente.

Para ver a lista completa, clique neste link.