Onde estas três casas ficam no centro da Cidade?

Uma das minhas curiosidades é saber a existência de alguma casa construída antigamente no centro da cidade que ainda mantivesse a sua estrutura desde construiu, visto que é comum ouvir relatos ou gente compartilhando imagens de residências históricas que foram demolidas recentemente para a construção de algum estabelecimento comercial.

A foto acima foi publicada na fanpage “Natal Como Te Amo“, postada no dia 28 de julho, em que mostra três residências, que ficam na Avenida Deodoro da Fonseca, no Centro, próximo da sede da Secretaria do Estado da Saúde Pública (Sesap).

A primeira foto, a colorida, foi retirada do Google Maps e a segunda, em preto e branco, foi fotografada na década de 50 (Como pode perceber com aquele carro estacionado em frente à casinha).

A casa da ponta esquerda é um estabelecimento comercial e precisa de alguns reparos. A vermelha, que originalmente era branca, sofreu algumas modificações no segundo pavimento, e a terceira casa é a mais conservada, apesar de não ter mais os muros e as árvores foram substituídas por uma calçada de concreto.

Outro ângulo da foto (Foto: Natal Como Te Amo)
Outro ângulo da foto (Foto: Natal Como Te Amo)

No Brechando, por exemplo, já mostramos algumas casas que foram destruídas sem algum motivo aparente, como o Casarão de Petrópolis, que foi destruído para a construção de mais uma unidade de uma rede de farmácia.

Em 2011, a casa era a Picuí Espetinhos. Pelo que analisei no Google Maps, a lateral da casa, que foi totalmente modificada, era usada para ser o espetinho e o outro lado funcionava como uma residência particular. Havia um pequeno muro com grades separando o local da rua.

Em 2012, a casa foi comprada por um grupo de paraibanos que reformaram a parte da frente e criaram uma churrascaria. Eles tiraram as grades, pintaram de cor salmão e colocou uma mureta. No final do ano passado, este restaurante se mudou para Avenida Floriano Peixoto, que fica uns 200 metros de distância.

Isto também aconteceu com a residência do ex-prefeito de Natal, Djalma Maranhão, que neste ano completa 100 anos e foi demolida para a construção de um estacionamento privativo.

Quatro relógios famosos de Natal

O relógio é utilizado como medidor do tempo desde a Antiguidade, em variados formatos. É uma das mais antigas invenções humanas. Hoje, podemos consultar as horas pelo celular ou no nosso relógio de pulso. Antigamente, as pessoas não tinham dinheiro para comprar um relógio e para saber o horário exato tinha que ver as estruturas instaladas nas ruas.

Brechando listou quatro relógios mais famosos de Natal. Confira a lista a seguir:

1) Sesc

image

O relógio fica no alto de uma ladeiras do bairro de Cidade Alta, zona Leste da capital potiguar. O equipamento fica em uma das sedes do Serviço Social do Comércio (Sesc). O relógio existe desde 1901, quando Alberto Maranhão começou a urbanização da cidade. No terreno onde funciona o Sesc era uma espécie de pracinha. O terreno foi adquirido em 1953.

2) Areia Preta

image

Este sinal marca o final da Via Costeira, avenida conhecida por ter inúmeros hotéis e ser uma das opções de acessos da zona Sul para os bairros da zona Leste. O relógio parece a versão gigante usada pelo Fred Flinstone. Como assim? Os raios solares que fazem a função de ponteiro.

Foi neste mesmo local que o Miguel Mossoró prometeu fazer uma ponte de Natal-Fernando de Noronha durante a campanha para prefeito de 2004. A gente já falou deste monumento neste link.

3) Praça do Relógio

image

É também conhecida pelo nome de Praça Gentil Ferreira apresenta um grande número de pontos comercias a sua volta, o que a torna uma das praças mais movimentadas da cidade. Fica no bairro do Alecrim. Além do comércio, um grande número de ambulantes, sorveteiros e moradores de rua se concentram na praça, os últimos principalmente a noite. Durante a década de 80 era conhecido pelas inúmeras manifestações políticas.

O relógio foi fornecido pelo Rotary Club do Alecrim deu de presente. O Rotary tinha como objetivo prestar um serviço a população, que na época não tinha condições de comprar um relógio.

4) Igreja do Bom Jesus

image

Descendo uma ladeira em direção à Ribeira se encontra a Praça José da Penha e do seu lado está a Igreja Bom Jesus das Dores, que chama atenção pelo grande relógio que fica no alto de sua fachada. Os fiéis que acolhem à igreja vêm de todas as partes de Natal. Foi a quarta igreja a ser construída em Natal, por volta dos anos de 1700.