Drag resolve apresentar TCC montada na UFRN e é aprovada

Cidades
Compartilhe:

O dia 28 de junho é considerado o Dia do Orgulho LGBT por causa dos protestos que começaram na boate Stonewall, conforme falamos por aqui. Mas, para a drag queen potiguar Ametista este dia também representa o momento que apresentou o seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em Publicidade e Propaganda, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). E o mais importante, ela se apresentou montada, afinal o seu objeto de estudo foi o canal Proposta, desenvolvido por criar notícias sobre a cena LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros) do RN.

Apesar do dia do orgulho LGBT foi nesta quinta-feira (28), a apresentação aconteceu na quarta (27), na véspera. Para não confundir os leitores do Brechando. Porém, isso não tira o brilho ou a ousadia da drag de querer resolver apresentar seu trabalho montada, visto que as pessoas querem exigir que um ambiente acadêmico seja quadrado ou formal demais, enquanto as universidades federais pregam pela igualdade.

Leia Também:

De acordo com Felipe Paz, a persona que está por trás da Ametista, através do seu stories do Instagram, o motivo para apresentar o seu TCC montada foi “por causa da cena LGBT ter lhe ajudado a ser quem ele é hoje”. Portanto, é uma homenagem.

O TCC também faz análise sobre a cena local.

“Quando eu entrei na faculdade eu nem imaginava que me apaixonaria tanto pela arte drag, muito menos que um dia eu me tornaria uma. E hoje estou aqui, feliz e realizada por ter apresentado meu TCC montafa. Sim, eu falei sobre a Proposta e a cena LGBT local, que sou simplesmente orgulhosa de também fazer parte. Então aproveitei este dia 28 de Junho, Dia Internacional do Orgulho LGBT, pra avisar que aqui tem um LGBT feliz de ocupar um espaço tão representativo e que tive o privilegio de integrar: a universidade”, comentou.

Esta não é a primeira vez que a UFRN, aos trancos e barrancos, abre espaço para os estudantes LGBT, visto que o espaço tiveram como alunas a Emily Mel Fernandes e Leilane Assunção, que inclusive foi a primeira professora trans no Departamento de História.

Veja a sua comemoração da drag após ter sido aprovada:

Eu depois que tive o TCC APROVADOOOOO 🎉 #LGBT #DragQueen

Uma publicação compartilhada por Ametista ✨ Felipe Paz (@ametistacw) em

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.