Um pouco sobre o Parque das Dunas

O Parque das Dunas é uma reserva de 1172 hectares de Mata Atlântica. É o segundo maior parque urbano do Brasil, perdendo apenas para a Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Administrado pelo Instituto de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Idema), foi desenvolvido a partir do Decreto Estadual de 1977, na gestão do governador Cortez Pereira, o mesmo que criou o Centro Administrativo do Rio Grande do Norte.

O terreno era da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN). Além do Parque, também foi inaugurado o Bosque dos Namorados, no qual foi projetado pelo arquiteto Aírton Vasconcelos.

O bosque é uma área de aproximadamente 7 hectares com mais de 1300 árvores representando 50 espécies nativas da Mata Atlântica. São diversos os atrativos que se pode conhecer através do Bosque dos Namorados (porta de entrada ao Parque das Dunas), como o centro de pesquisa, anfiteatro, parque, pista de cooper e dentre outras atividades.

Existem três trilhas no Parque das Dunas, divididas por níveis de dificuldade, e que permitem ao visitante conhecer um pouco mais sobre a fauna e a flora do parque. São elas: Perobinha (800 metros), Peroba (2,4 quilômetros) e Ubaia-Doce (4,4 quilômetros). O final da trilha termina na Via Costeira, onde tem vista para a Praia de Ponta Negra.

Final da trilha do Parque das Dunas
Final da trilha do Parque das Dunas

O Google Maps é um dos poucos cantos que registrou a parte interna do Parque das Dunas, os detalhes poderão ser conferidos neste link.

O Parque das Dunas foi a primeira unidade de conservação ambiental implantada no estado do Rio Grande do Norte. É parte integrante da reserva da biosfera da Mata Atlântica reconhecida pela UNESCO e, por isso, declarada Patrimônio Ambiental da Humanidade.

Quem é o Augusto Severo? Por que ele foi nome de aeroporto?

Augusto Severo de Albuquerque Maranhão foi um político, jornalista, inventor e aeronauta brasileiro. Os seus últimos sobrenomes mostram que foi dessedente de Jerônimo de Albuquerque Maranhão, um dos fundadores da cidade do Natal.

Realizou seus estudos primários, em Macaíba, e os secundários no Colégio Abílio César Borges, em Salvador (BA). Em 1880, viajou para o Rio de Janeiro com a finalidade de estudar engenharia na Escola Politécnica.

Influenciado pelos trabalhos de aerostação, ele apresentou um projeto de dirigível ao Instituto Politécnico Brasileiro. Depois, ele casou, teve cinco filhos e virou comerciante. Também escrevia artigos para o jornal A República.

Em 1892, ele entrou na política e foi eleito deputado. Defendeu projetos relativos ao saneamento público, assistência à infância, e proteção aos operários dos arsenais. No mesmo ano, ele começou a desenvolver projetos relacionados à aerostação.

Ele mandou fazer na Europa um aeróstato dirigível de sua invenção que incorporava as ideias que havia desenvolvido anteriormente. A esse aeróstato deu o nome de Bartholomeu de Gusmão, em homenagem ao inventor brasileiro Bartolomeu Lourenço de Gusmão.

O balão, com dois mil metros cúbicos, chegou ao Brasil no ano seguinte. Só em 1894 o Bartholomeu de Gusmão realizou as primeiras ascensões ainda como balão cativo e mostrou-se estável e equilibrado, demonstrando que a concepção proposta por Severo era adequada para o voo.

Em 27 de julho de 1899, no Rio de Janeiro, Severo patenteou um novo balão dirigível, o Pax. Severo introduziu uma grande quantidade de inovações para este dirigível: abandonou o leme de direção e introduziu ao todo sete hélices: uma na popa, outra na proa, outra na barquinha e quatro laterais. Manteve a sua ideia de se fazer uma aeronave integrando a quilha que levava os tripulantes e o grupo motor ao balão. Pretendia usar motores elétricos, mas a falta de recursos e de tempo fez com que ele optasse por dois motores a petróleo.

Os ensaios foram realizados nos dias 4 e 7 de maio de 1902. No dia 12 de maio de 1902, tendo como mecânico de bordo o francês Georges Saché, o Pax saiu da estação de Vaugirard, Paris, na França. Elevou-se rapidamente atingindo cerca de 400 metros. Realizou diversas evoluções que mostraram aos inúmeros espectadores que as ideias de Severo estavam corretas.

O dirigível Pax
O dirigível Pax

Cerca de dez minutos após o início do voo, o Pax explodiu violentamente, projetando os dois tripulantes para o solo. Severo e Saché morreram na queda. Os restos do dirigível caíram na Avenida du Maine, Paris, diante de uma grande multidão que seguia com interesse a demonstração.

Severo devido ao seu pioneirismo teve seu nome no antigo aeroporto de Natal, que foi desativado no ano passado. Além disso, uma estátua com sua imagem está instalada próximo ao Teatro Alberto Maranhão. Ele também foi homenageado em Paris, local onde foi morto.

Duas ruas próximas ao local do acidente foram nomeadas Rue Severo e Rue Georges Saché, em homenagem aos aeronautas acidentados.

Sobre o Farol de Mãe Luíza

A foto acima mostra o Farol de Mãe Luíza, que fica no alto de um morro em um bairro de mesmo nome. Está localizado numa área militar da Marinha, através do Serviço de Sinalização Náutica do Nordeste. Até os dias de hoje é utilizado para avisar aos navios que se aproximam de que chegaram à costa natalense.

Foi inaugurado no ano de 1951, apesar de ter sido construído dois anos antes. Possui uma torre de 37 metros e 150 degraus em formato de espiral. A torre é de tijolo cilíndrico com lanterna, pintado de branco e dupla galeria.

A visita é restrita e poucas pessoas têm acesso à estrutura. Muitos preferem ver a distância, a partir dos prédios e restaurantes que circulam nas redondezas. A visitação só acontece aos domingos das 14 às 17 horas.  No alto, tem uma das belas passagens das principais praias urbanas de Natal. Quem conseguir subir a torre consegue ver as principais urbanas de Natal e algumas do Litoral Norte, como Genipabu.

Apesar de não entrar na torre, ainda quer conhecer o local? Deve agendar o passeio pelo telefone 3201-0477, enviando um fax com o dia, horário e número de pessoas que estarão presentes.