Viva Costeira: Que rolé é esse?

Neste próximo domingo (13), as pessoas podem caminhar livremente graças ao projeto Viva Costeira, criado no ano de 2013 em Natal. Recentemente, o nome mudou para Cidade Viva, que interdita a Via Costeira em 2,5 quilômetros, que poderão ser utilizados livremente pelo público das 14h às 22h, sendo que as pessoas aparecem começam a lotar às 16 horas.

O natalense pode estacionar no início do Centro de Convenções e caminhar até o Vale das Cascatas. O local interditado é fiscalizado pela Polícia Militar.

viva costeira (3)

É bem sinalizado, mostra marcações de início e no fim do percurso, além dos locais onde as pessoas podem caminhar ou andar com veículos. Também tem o Espaço Kids, no qual é composto por recreadores e possui uma cama elástica O local ainda tem uma tenda para poder alugar bicicletas ou patins numa bagatela de 20 reais.

Destinado para todos os públicos e idades. Tinha família caminhando com as crianças, gente andando de skate, patinete motorizado ou bicicleta, cachorros das mais variadas raças circulando pelo local e gente disposta a ter uma vida saudável.

As fotos vocês conferem a seguir:

Estudante de Design faz projeto ligado ao Alecrim

Lembra no nosso post sobre o Alecrim, que falamos sobre este projeto? Agora vamos detalhar um pouco melhor. Como fruto de um trabalho de conclusão de curso (TCC), que começou no início deste ano, a estudante de design da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ana Cecília Fonseca, está fazendo um questionário com a população sobre o Alecrim.

O interesse veio da necessidade de inserir o design na cidade e escolheu o Alecrim devido à grande movimentação de pessoas. “Pessoalmente, meu interesse surgiu no período em que trabalhava no bairro e observava tudo que acontecia ali, e isso foi me encantando. Além da infância da minha mãe ter sido vivida no bairro, o que me rende sempre boas histórias e ajuda muito no projeto (risos)”, comentou.

Inicialmente, o trabalho quer discutir sobre a população natalense de como melhorar o bairro, que é um dos mais tradicionais da cidade.

“O projeto até agora não tem como objetivo promover atividades presenciais no Bairro. Mas, estou interessada em participar e auxiliar ações aconteçam no Alecrim, pois acredito que atividades enriquecem culturalmente o ambiente e promovem um uso mais humano do espaço urbano. Um belo exemplo foram as ações realizadas pelo grupo de teatro Para eu Parar de me Doer, com o objetivo de resgatar a história do Bairro do Alecrim”, afirmou.

O trabalho tem como base a pesquisa dos usuários antes do seu resultado final. Por isso é tão importante a participação das pessoas, pois é a partir disso que as principais propostas serão desenvolvidas. “Posso afirmar que o objetivo é representar o bairro de acordo com quem o frequenta, tendo o design como ferramenta para proporcionar uma experiência mais satisfatória dentro da área comercial do Alecrim; sem descaraterizar o bairro e sua cultura”, comentou.

Para responder é só acessar o link: http://goo.gl/forms/8hkHTlxPmF. Também curta a fanpage.

9 informações sobre a Praça Cívica/Praça Pedro Velho

A Praça Pedro Velho está localizada no bairro de Petrópolis, próximo da Cidade Alta. Pouco se sabe sobre a história, porém os primeiros registros datam da construção em 1924. Foi inaugurada no dia 24 de outubro de 1937 pelo então prefeito Gentil Ferreira. É uma das praças mais importantes e conhecidas de Natal, além de ter registrados diversas mudanças na cidade ao longo do tempo. A seguir, nove fatos sobre o lugar:

1) Acontece os desfiles de 7 de setembro

Desfile-7SET2013_FotoEliasMedeiros20--e1378575787332

Nesta segunda-feira (7) é feriado em todo o Brasil por conta das comemorações relacionadas à independência do país. Aqui em Natal, por exemplo, os desfiles sempre acontecem na Praça Cívica. Por isso, a Praça Pedro Velho recebe é conhecida por este nome.

2) As primeiras edições do Carnatal foram na Praça Cívica

files_42841_tn_2012120621265502d0

Neste ano, o carnaval completa 25 anos edição. Faz anos que eles fazem a festa com os trios elétricos no bairro de Lagoa Nova, próximo ao Centro Administrativo do Rio Grande do Norte. Mas você sabia que a primeira edição aconteceu na Praça? Por conta do crescimento dos trios elétricos e de gente frequentando, a organização teve que mudar de local. Veja como era o evento antigamente, os abadás pareciam umas camisolas:

http://www.youtube.com/watch?v=BY5T1UEDUJ0

3) Formou os bairros de Petrópolis e Tirol

A construção da praça estimulou que as antigas chácaras e sítios que ficavam próximas daquela região fossem substituídas por belos e enormes casarões de políticos, empresários e gente que compõe a elite potiguar, surgindo os bairros de Tirol e Petrópolis.

4) Quem é Pedro Velho?

Pedro_Velho_de_Albuquerque_Maranhão

Pedro Velho de Albuquerque Maranhão foi quem proclamou a república no Rio Grande do Norte, sendo o seu primeiro governador. velho era médico e foi fundador do jornal “A República”. Um busto com a imagem de Pedro Velho está instalado no centro da praça.

5) Praça passou por diversas reestruturações

Foi projetada para para ter quatro quarteirões, porém, em 1929, o “Plano Geral de Systematização da Cidade do Natal” reduziu-a para dois quarteirões. Inicialmente havia coretos, quadra de esportes, tanques com tartarugas e peixes que podiam ser pescados e uma ciclovia. Porém, com as diversas reformas, esses equipamentos foram retirados.

A praça ficou como é hoje em 2004, quando foram trocados o piso, foram instaladas rampas para deficientes, os canteiros foram nivelados e foi construído um chafariz. Foram melhoradas a iluminação e a jardinagem.

6) Local de paquera

Com a instalação da praça junto com a falta de opções de lazer, muitos jovens de Natal compareciam a praça para conversar e conhecer novas pessoas (alguns chegaram até casar).

7) Bar Avião

Quando a praça foi inaugurada, um restaurante foi instalado. O nome era Bar Avião em formato parecido com uma aeronave. O local foi demolido para a construção do Palácio dos Esportes, assim como as quadras existentes.

8) Palácio dos Esportes

O Palácio dos Esportes foi inaugurado no ano de 1964, pelo prefeito Djalma Maranhão. O local foi espaço para competições de vôlei ou basquete, e shows. Muitos natalenses, quando eram estudantes, torciam pela escola querida nos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte (JERNs). O ginásio está passando por uma reforma há algum tempo.

9) Estudantes são os maiores frequentadores da praça

Perto da Pedro Velho se encontra duas grandes escolas estaduais da cidade. Uma é a Anísio Teixeira e a Felipe Guerra, que é um centro de jovens e adultos que voltam a estudar após o tempo afastado. A Escola Felipe Guerra funcionou por muito tempo a residência do governador do Estado.