Uma foto da inauguração do monumento da Praça Sete de Setembro

Aperte nestes botões para aumentar a fonte:

(Diminuir/Resetar/Aumentar)


A Praça Sete de Setembro existe até hoje no bairro de Cidade Alta, onde fica próximo da Pinacoteca do Estado (antiga Governadoria), o Tribunal de Justiça e a Assembleia Legislativa, onde os deputados estaduais decidem as ações e leis dentro da esfera potiguar.

A história da praça veio a partir de um apelo da população. A estrutura inicial surgiu em 23 de março de 1914 por uma resolução de Romualdo Galvão, que era governador. O pedido, todavia, veio a partir de professores do estado. Quando a Independência completo 100 anos, o Governo resolveu criar um monumento em homenagem ao centenário.

A foto acima do título, portanto, mostra a inauguração da estátua, que existe até hoje. O evento reuniu crianças e adultos ao redor da praça. Por muitos anos, os desfiles de comemoração do 7 de setembro, data da Independência, aconteciam naquela região.

Além disso, o monumento possui as placas de Dom Pedro I, José Bonifácio, Frei Miguelinho e Antônio Melo de Souza. O escultor da obra é do pernambucano Bibiano Silva, que futuramente desenvolveria a Escola de Belas Artes do Recife. Na verdade, possuía, visto que as estruturas de bronzes sumiram após um roubo.

Aqui tem uma foto da inauguração do monumento da Praça do Sete de Setembro. Confira, portanto, a seguir:

Na imagem, acima, mostra grande presença de crianças no evento, além da presença do governador Antônio José de Mello e Souza e do Padre João Maria que estão em destaque no centro da fotografia.