Cidades Curiosidades

Vida pós-Enem: Como é quando entrar na universidade?

Compartilhe:

O Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, acontece neste sábado e domingo (5 e 6) em vários cantos de Natal.

As pessoas acham que depois que faz o Enem e conseguir usar a nota para entrar no curso através do Sisu (Sistema de Seleção Unificado) é que a vida acabou. Não, meu amigo, você não é só uma estatística de uma escola privada para dizer que aprova todo mundo, visto que entrar num curso de graduação é bem sério e exige algumas responsabilidades.

Nem pense que sua vida será igual ao filme American Pie, pois a faculdade vai lhe trazer dramas do mesmo jeito, ou até mais, que seus anos de ensino básico.

Brechando coletou os depoimentos de Alice Pimenta e Daiane Leal, que foram entrevistadas no ano passado para falar dos preparativos do Enem. Lembram? Vou colocar o link aqui. Elas passaram e estão na universidade.

A Alice, quando foi entrevista, disse que tinha começado a estudar para valer dois meses antes da prova. Porém, passou em Biologia com o sonho de ser servidora do IBAMA. Agora, ela está terminando o segundo período e gostando do curso, mas reconhece que agora está exigindo mais concentração e estudo, principalmente em algumas matérias que são bastante complicadas.

Um ano depois, ela realizou um depoimento para falar como é a sua vida de universitária:

14881590_1056778471094025_2126902842_o
Alice Pimenta de calça legging cinza e rasgada com a sua turma (Foto: Cedida)

Então.. Eu achei que ia ser melhor depois que entrasse na UFRN, porque ia fazer aquilo que queria e não seria forçada a comparecer as aulas e pagar matérias que não fossem da minha área. Porém, engano meu, porque a vida na UF é muito mais puxada pra quem quer ser alguém, claro que sempre existem os que não ligam pra nada (risos).

Eu passei a entender muitos conteúdos que durante todo o ensino médio não fui capaz de entender, porque passei a me dedicar mais.

Hoje, eu me sentiria muito mais segura pra fazer a prova do Enem agora do que no fim do Ensino Médio, pois o curso que escolhi, Biologia, revisa grande parte das matérias abordadas, e tem altas produções de texto e acréscimo de literaturas, e eu acho que isso me incentiva muito.

Recado para os meus calouros? Esperam que tenham escolhido o curso certo, porque você vai precisar amar a Biologia para entender, e saber conviver em grupo é essencial para os trabalhos.

Já a Daiane Leal está cursando o primeiro período de Direito. Porém, ela não teve a mesma sorte que a Alice. Um ano depois, fazerá novamente a prova do Enem e agora quer arriscar em Medicina:

13260253_961132100671178_9004662379185944658_n

Não pretendo continuar no curso, vou fazer o Enem de novo. Na verdade, mesmo, eu queria medicina desde o 8º ano (antiga sétima série). Porém, no Ensino Médio, eu comecei a ficar displicente e o caminho para alcançar o meu sonho parecia ser mais difícil.

No terceiro ano, portanto, eu escolhi um caminho relativamente mais fácil, que era cursar direito.

Quando comecei a entrar na faculdade, eu vi não ia corresponder às minhas expectativas e como eu já tava matriculada em um cursinho, então eu decidi continuar pra tentar ir atras de medicina mesmo e ver no que dá aí to só esperando a aprovação chegar se tudo der certo.

Tem gente que demora mais para acreditar na própria ideia e potencial.  Acredito que se a pessoa realmente quer fazer tal curso, não deve ficar se prendendo a outro curso que não gosta.

Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *