Prédios em Natal ficaram iluminados de verde em homenagem ao Chapecoense

Na noite desta quarta-feira (30), alguns monumentos localizados em Natal foram iluminados da cor verde em homenagem às vítimas do acidente de avião que causou a morte do time Chapecoense, no qual eles iriam viajar para Colômbia com o objetivo de participar do final da Copa Sul-Americana. O vencedor iria ganhar uma vaga para a Libertadores.

Assim como Londres, Paris, Brasília, Bogotá e outras cidades espalhadas pelo mundo, Natal resolveu mostrar a sua solidariedade.

O acidente matou 75 pessoas, incluindo comissão técnica, jogadores e integrantes da diretoria do clube. Além disso, empresários que patrocinavam o Chapecoense, jornalistas e políticos que acompanhariam o jogo também foram mortos.

Dois jogadores e um jornalista estão internados na Colômbia em estado grave.

Ficou conhecido como a maior tragédia do futebol brasileiro e também da imprensa nacional, visto que 21 jornalistas foram mortos.

Os locais iluminados foram: Pórtico dos Reis Magos – que fica na BR-101, Viaduto da Avenida Prudente de Morais e a Ponte Newton Navarro, que liga os bairros da zona Sul com a zona Norte.

A Prefeitura do Natal realizou uma postagem no Facebook sobre o assunto, que pode ser conferida a seguir:

Dicas para brechar e fugir do Carnatal

Nesta quinta-feira (1) começa o Carnatal e o jingle da micareta já está em nossas cabeças:

https://www.youtube.com/watch?v=6xF7Kg8kNnw

Mas tem gente que não gosta de axé e outros ritmos que compõe a Micareta. O que fazer? Ir ao show do Black Sabbath? Listamos cinco eventos para aqueles que querem fugir.

El Rock – Carnarock

15253475_628760377311892_7621257353741944172_n

Desde que era Hell’s, o El Rock criara eventos para os roqueiros fugirem do Carnal. Até cobri um para o blog Aqui Tem Som. Neste ano não vai ser diferente e todos os dias de Carnatal, menos no domingo, haverá diversos shows de rock para os natalenses anti-micareta. Vai ter shows do Alamoana, Joseph Little Drop, Talude, Hotel Dolores e dentre outras bandas.

Saiba mais por aqui.

baile funk do mc priguissa

81679

O MC Priguissa é bastante famoso nas noites natalenses e na sexta-feira de Carnatal, 2 de dezembro, ele vai fazer um baile funk, cuja entrada é 10 reais. Aonde vai ser? No Ateliê Bar, que fica na Rua Chile, na Ribeira.

Caosnatal

14632988_964184087019587_3010468648654373362_n

O CaosNatal é um festival de rock, punk e heavy metal que acontece anualmente e sempre no período de Carnatal. Neste ano as atrações são as bandas Born To Freedom, N.T.E., Rotten Flies, Atrito Urbano, Psicomancia e Cocílio de Trento. O evento acontecerá no Dosol, na Rua Chile, no bairro da Ribeira.

Heavy Metal no Whiskritório

bestheavymetalmovies_7110970909

Prefere um rock mais pesado? Quer participar de uma roda de poga? Haverá um evento nesta sexta-feira (4) dedicado apenas aos amantes do heavy metal. Haverá shows das bandas Comando Etílico, Terrorzone, Sanctifier & GAS. Mas, se você não gosta nada disso, outros dias de carnaval (quinta e o sábado) terá outros eventos no Whiskritório com shows de rock nacional e muita música eletrônica. Veja aqui.

Enigma Hall

15232263_1839536669625232_6963588966954969198_n

O sábado de Carnatal é um período que várias ruas de Natal estão interditadas e a festa para os micareteiros começa bem cedo. Mas, o Enigma Hall, que fica na mesma rua que o Taverna Pub, terá um evento dedicado aos fugitivos do carnaval fora de época. Venha para o pop com Rafael Del’Agnese, Victor Breno e as drags Kaya Conky, Jaiara Fontes, Minerva Del Diablo e Potyguara Bardo. Também terá perfomance de America Bracchi e Iracema Chakra. Sem contar que haverá rodadas de jellyshots, cachaça free e promoções. Veja mais neste link.

Punk no Wesley’s

15192586_1130892447025222_8181152005617943252_n

Domingo é dia de Carnatal, ainda. Mas não para os punks, que vão curtir no Wesley’s Bar, na Praça Ecológica de Ponta Negra. A banda Mondo Bizarro vai tocar o melhor do Ramones e depois haverá o RDPeido, que executará um dos álbuns do Ratos de Porão. Mais detalhes do evento aqui.

Halleluya

halleluya_rio

O festival acontece todos os dias de Carnatal e é voltado para o público católico. O evento acontecerá no Anfiteatro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a partir das 18 horas, e a entrada é franca. Até o momento, mais de três mil pessoas foram confirmadas. Os artistas confirmados estão Rosa de Saron, Davidson Silva, Tony Allysson, Adoração e Vida, Adriana Arydes, Cosme e o grupo Missionário Shalom.

Ainda recomendamos peças

Sancho Pança

unnamed-1

A peça “Sancho Pança – O fiel escudeiro” já passou pelo festival O Mundo Inteiro é um Palco, Casa da Ribeira e a praia de Pirangi do Norte. Mas, durante os dias de Carnatal, a Tropa Trupe (RN) apresenta na no TECESol – Neópolis (03 e 04/12 às 18h). O palhaço Piruá está internado em um manicômio por jurar ser Sancho Pança, o fiel escudeiro de Dom Quixote de La Mancha. Essa estranha afirmação se torna mais estranha quando Piruá afirma que Dom Quixote virá resgatá-lo.

A peça também faz parte das atividades de celebração dos 10 anos da Tropa Trupe e do novo ciclo de projetos do grupo, que dá vazão a criatividade e a demanda artística de cada integrante. Mais informações na página facebook.com/tropatrupe.

De onde vem e para onde vai Cida?

15220068_1291002550970501_3985198908388478113_n

Haverá sessões na quinta e sexta, 1 e 2 de dezembro. A peça fala sobre a epidemia da AIDS, que a sigla para doença em português se chama SIDA. Por que a doença ainda é o tabu? Montagem independente dos artistas Franco Fonseca (que também assina a direção do espetáculo), Matheus Gianinni e Naara Martins. Peça faz parte das atividades de fim de ano da Casa da Ribeira.

Confira o teaser a seguir:

Outros eventos para fugir do Carnatal

Titá Marques no Mormaço: https://www.facebook.com/events/227996504289875/
Mostra de Mulheres Criando: https://www.facebook.com/events/1214899371900100/

Novembro azul é só uma campanha contra câncer de próstata?

Está enganado, meu amigo. Estamos encerrando novembro. Na questão de saúde foi o período do Novembro Azul, no qual foram realizadas diversas campanhas para os homens se prevenirem contra o câncer de próstata. Entretanto, o 11º mês do ano não é voltado apenas para prevenir este tipo de doença, mas também foi realizado campanhas contra a diabetes.

O símbolo do novembro azul dos diabéticos é o círculo azul. No mundo todo, o mês de novembro é marcado todos os anos por uma série de atividades em prol do diabetes. A Campanha do Dia Mundial do Diabetes é liderada pela IDF e suas associações-membro.

No Brasil, é organizada pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) e apoiada pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e outras entidades e associações relacionadas ao diabetes.

O dia 14 de novembro era conhecido como o “Dia Mundial do Diabetes”, dia este definido pela Federação Internacional de Diabetes e Organização Mundial da Saúde como 14 de novembro, desde 1991. Além disso, a escolha da mesma cor, o azul, chama a atenção e preocupa devido à possibilidade de ofuscar o alerta para o diabetes, que já atinge mais de 400 milhões de pessoas no mundo, causando mais de 5 milhões de mortes anuais.

Muita gente morre sem saber que era diabético.

Já o câncer de próstata, por sua vez, é o segundo tipo de câncer que mais mata homens no Brasil.

Mas, por que escolheram novembro para lembrar da saúde masculina? Em diversos países, durante esse mês, acontece o “Movember”. Trata-se de um movimento de alerta para a Saúde Masculina (Câncer de Próstata, Câncer de Testículo, Saúde Mental e Sedentarismo).

O Movember surgiu na Austrália, em 2003, aproveitando as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, realizado a 17 de novembro.

Diferente da campanha por conscientização sobre o diabetes, os apoiadores do “Movember” deixam bigode durante todo o mês de novembro e praticam atividades físicas diárias. Alguns portadores de diabetes, utilizaram o Movember para conscientizar a doença. Uma forma de unir forças contra as duas doenças.

Já o Novembro Azul foi criado no Brasil pelo Instituto Lado a Lado Pela Vida no ano de 2008. Em 2014, o Instituto realizou ações em todo o Brasil, com a iluminação de pontos turísticos, adesão de celebridades, além de palestras informativas, intervenções em eventos populares e pedágios nas estradas.

Apesar do apoio de várias entidades não governamentais, o movimento, em especial no seu aspecto relacionado ao câncer de próstata é repudiado por algumas instituições políticas voltadas para saúde.

Assim, novembro fica azul, mas o azul de novembro no Brasil engloba três campanhas:

– Diabetes – a campanha é mundial e o símbolo é o círculo azul,

– Câncer de próstata – esta campanha em novembro é nacional e usa a cor azul,

– Saúde do homem – a campanha é mundial e o símbolo é o bigode.

Potiguar terá filme exibido na Polônia

O jovem Diego Alves foi o vencedor de um dos prêmios do Festival Internacional de Baía Formosa. Lá, ele exibiu o curta de um minuto chamado “Sabor da Nação” e conquistou os jurados. Além do prêmio, Alves terá seu filme exibido no Festival Netia OFF CÂMERA 2017, um dos maiores festivais de cinema independente da Europa, que acontece na Cracóvia, cidade que fica na Polônia.

O Festival de Baía Formosa é realizado anualmente no litoral sul potiguar e já é considerado um dos maiores festivais de produção audiovisual independente do Nordeste.

Diego é estudante do Instituto Federal do Rio Grande do Nore (IFRN). Neste ano, através de uma parceria com o evento, neste ano o IFRN promoveu uma premiação exclusiva para a produção audiovisual de estudantes da Instituição.

O filme premiado tinha que ter duração máxima de um minuto e podia ser feito com qualquer equipamento digital como câmera de vídeo, câmera fotográfica ou celular. A premiação contou com a participação do reitor do Instituto, Wyllys Farkatt Tabosa, do pró-reitor de Pesquisa e Inovação, Márcio Azevedo, e do assessor de Relações Internacionais, professor Marcelo Camilo.

O Brechando falou do festival nesta matéria aqui.

Este ano foi sétima edição do Festival de Baía Formosa, cujo tema deste ano será “Sou Brasileiro”. Na programação cultural estavam programadas oficinas, mostra de filmes e premiações para os melhores vídeos. Os filmes passaram pela curadoria de Dênia Sckaff, Andrea Mousinho e Nelson Marques.

O curta metragem vencedor tem como título “O sabor da nação” e evidencia a diversidade étnica do país através de imagens de alimentos típicos e da interação do povo nas feiras livres. A temática do evento neste ano foi o que despertou Diego para se inscrever no festival,

A viagem para Polônia está prevista para acontecer no primeiro semestre de 2017.