Seis formas de ver o mundo é um livro que reúne seis fotógrafos potiguares que viram o estado das mais diferentes formas.

“Seis formas de ver o mundo”, livro reúne fotógrafos do RN

Cidades
Compartilhe:

O livro “Seis formas de ver o mundo” reúne seus artistas fotógrafos e ensaios autorais. Além disso, o objetivo deste livro é representar o mundo que vivemos. O time é composto por Alexandre Santos, Damião Paz, Flávio Aquino, Henrique José, Meysa Medeiros e Vlademir Alexandre.  Juntos, por conseguinte, formam o Coletivo Dafoto! O lançamento acontecerá neste domingo (9), às 09 horas, no canal do grupo.

A publicação encerra também o projeto Foto Coletiva, no qual promoveu uma série de entrevistas entre os fotógrafos sobre os processos criativos de cada um deles. O lançamento ocorre no formato de live e conta com a participação dos seis autores.

Uma das fotos que estão no livro (Foto: Divulgação)

A escolha do tema de “Seis formas de ver o mundo”

O fotógrafo nem sempre escolhe um tema, às vezes é o tema que o escolhe, como na série. O Alexandre Santos, por exemplo, criou uma coletânea de “Brincantes”, imagens em festas e folguedos populares do nordeste ao longo da última década. Na sequência vem as fotografias de Damião Paz, que nos apresenta um olhar afetivo sobre uma família da comunidade quilombola de Acauã em Poço Branco.

Além disso, saímos da representação pura do real e entramos no realismo fantástico de Flávio Aquino que nos apresenta um projeto experimental que nos chama à reflexão sobre a influência e a ocupação no espaço urbano de Natal. Depois de observar a realidade criada por Flávio, o leitor se depara com as linhas captadas por  Henrique José e sua viagem pelo grafismo colorido das construções e suas linhas arquitetônicas e pelo redimensionamento do espaço e das cores e captadas.

Já a Meysa retratou o tradicional bloco dos Cão, no qual já falamos no Brechando. Posteriormente, vem o trabalho de Wlademir Alexandre que nos mostra que o mar é de fato uma outra terra. Além disso, mostra as famílias que sobrevivem da pesca artesanal mantém viva uma das mais ancestrais formas de desenvolvimento socioeconômico e cultural da humanidade.

O projeto Foto Coletiva e o lançamento do livro “Seis Formas de Ver o mundo” está sendo realizada com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal. O livro custa R$ 30,00 a qualquer um dos fotógrafos do Coletivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.