Em Tempos de Dança

Espetáculo “Em Tempos de Dança” estreia neste domingo em vídeo

“Em Tempos de Dança” é um espetáculo sob a direção de Marcelo Santos e terá disponibilidade gratuito às 16 horas, no canal do YouTube, com apresentação média de 40 minutos e conta primeiramente sobre a história da dança. A apresentação acontece neste domingo, 23 de maio.

Para não perder, este link aqui dá acesso ao canal. Portanto, se inscreva e ative o sininho para não perder nada.

Durante o espetáculo, eles vão retratar o pré-histórico até os dias atuais. Assim, trazendo elementos e danças que marcaram diversas épocas. “O instinto de dançar e o movimento são naturais do corpo. Nós  queremos mostrar, por conseguinte, como isso evolui com o tempo, pois o corpo carrega memórias ancestrais”, comentou o diretor em release enviado pela imprensa.

As filmagens aconteceram na Casa da Ribeira, com a participação de 12 bailarinos da Cia Pradançar, além da equipe de produção, maquiagem, figurino, iluminação, fotografia e filmagem.

A filmagem da apresentação só deu resultado por causa da participação no edital da Lei Aldir Blanc. “Apesar do processo ter sido muito difícil, valeu muito a pena pela possibilidade de manter a nossa cia em movimento e a nossa arte viva”, completou o professor.

Além disso, tem em o apoio do Espaço Cultural Tango & Vinho, da Mag Bozz Figurinos e Adereços, do Estúdio Mariana Alvarenga, da Clínica Nuclear de Natal, da loja A Preferida Auto Peças – Acessórios e serviços, do Espaço Dance Leonardo Calixta e do Betto’s Burg.

Para garantir a integridade dos participantes, a equipe e os artistas seguiram todos os protocolos de saúde e segurança do Estado no combate à Covid-19.

Sobre Cia PraDançar, organizadora do “Em Tempos de Dança”

A companhia nasceu em 2018, está sob a direção do professor Marcelo Santos. Atualmente é composta por 15 bailarinos com diferentes habilidades e vivências na dança, desde o balé ao Fit Dance.

O grupo realiza eventos, espetáculos e apresentações para desenvolvimento dos projetos e oferece serviço de aulas particulares ou em grupo, mediante agendamento. O propósito da companhia é levar a dança para mais perto das pessoas. Além disso, procura trazer o bom humor, sem perder a competência.  

Forte dos Reis Magos

Forte dos Reis Magos é tema de jogo escape room

O Forte dos Reis Magos está em reforma, mas você pode acessar virtualmente a partir de um game, no qual você vai simular que está no monumento quando ainda era uma prisão. No game, entretanto, faz com que você tenha missão de fugir da fortaleza, pois o vilão do jogo quer que você fique por lá mesmo. Assim, ele vai continuar os seus planos malignos.

Por isso, só você pode impedi-lo. Mas para isso, precisa antes explorar essa fortaleza-prisão, desvendar seus muitos enigmas e recuperar sua liberdade. Será que você conseguirá?

Logo do Escape the Fortress

O estilo do jogo é escape room consiste em personagens presos em salas e têm que encontrar pistas para conseguir escapar antes que o tempo se esgote. Além disso, o jogo promete ter provas e bastante detalhes da história do RN.

Sobre o lançamento e quem desenvolveu

O lançamento deste jogo acontecerá no próximo sábado (22), às 16h através do link: https://bit.ly/3fkGV8t. O game foi desenvolvido pelo Studio Kraken, que é ym pequeno estúdio independente de desenvolvimento de jogos, localizado em Natal. Surgiu durante a Global Game Jam de 2016, onde iniciou o projeto do game One For Sorrow.

Em 2020, eles foram convidados pelo @pong.rn para participar do projeto @potipack, que se mostra como uma oportunidade boa demais para simplesmente não participarmos também.

Além do jogo do Forte dos Reis Magos, eles vão lançar mais um jogo no mesmo dia

O segundo jogo é Natal Explorers, que tem o estilo visual novel, no qual os estudantes Rafa e Duda vão explorar os principais pontos turísticos, construções históricas e locações de grande importância científica, histórica e cultural de Natal.

Os dois projetos surgiram por recursos oriundos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte. Patrocinado pela Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

Jogo Natal Explorers

 

Naara Martins

Pó de Aresia, vamos falar do livro de Naara Martins

Antes de falar de Naara Martins, vamos falar o que significa a palavra “aresia”. Pesquisando na internet, eu achei este significado:

Aresia

É uma gíria informal para se referir a conversa fora. Ou, conversas sobre os mais diversos assuntos sem algum motivo científico ou formal.

Foi jogando papos aleatórios que Naara resolveu criar o livro “Pó de Aresia”, que está disponível para pré-venda, pelo e-mail podearesia@gmail.com e pelo seu Instagram (@molhares).

De acordo com a escritora, a intenção é fornecer um carinho aos seus leitores (“ebó de dengo”), no qual ela juntou os seus desabafos a partir de poemas e registros cartográficos. São as suas vivências sob o papel. Por isso, alterna entre prosa e poesia.

A matriz africana não é a toa, uma vez que ela é uma mulher negra e uma exímia pesquisadora sobre africanidades, literaturas e produções artísticas negras. Além disso, é mãe de Imani, que significa fé em suáli.

“Na realidade, nesta obra palavras-versadas e palavras-prosadas se encontram numa encruzilhada. Pó de aresia não é só um livro”, afirmou a escritora, no qual conseguiu a impressão graças a lei emergencial Aldir Blanc, através da Prefeitura Municipal do Natal e Governo Federal.

Naara, entretanto, não é apenas estes adjetivos que mencionei acima. Além disso, ela também trabalha performance, dança, teatro, trabalhando como atriz e dramaturga, conforme na imagem acima do título. Hoje, ela trabalha no atualmente no Jahim, um grupo de danças negras.

Tem outro livro ainda este ano

O “Pó de Aresia” não será o único livro de Naara Martins ficar disponível, pois ela também produziu o “Arma de Ilha – Projéteis de uma insubordinada” (2021).

Vocês já conheciam esta escritora? Deixe aqui os seus comentários.

Fanny Rodrigo

“A Hora da Estrela” de Liespector estimulou o 1º EP de potiguar

Um dos clássicos da literatura conta primeiramente a história de uma datilógrafa de Maceió e resolveu migrar ao Rio de Janeiro com a finalidade de ser artista. Com este pensamento, o cantor e compositor Fanny Rodrigo quis continuar o legado de Macabéa e lançou o seu primeiro EP. Agora, ele marca seu momento de estrela não com a morte, mas com a materialização d“A hora de brilhar”.

Antes de Fanny ser artista, a gente fez um perfil dele no Brechando, no qual encontramos na Ribeira e admiramos seu lado fashionista e tinha o objetivo de ser estilista.

Além da moda, agora ele quer ser artista por completo.

Como está o EP de Fanny Rodrigo

O entusiasmo com os personagens de Clarice pode ser sentindo em cada uma das quatro faixas que compõem o álbum. Fanny, ainda mais, disse que os mais aficcionados por Clarice vão conseguir perceber as semelhanças e contradições dos complexos personagens impressos.

Além disso, declara que não aceitou a morte e não aceita o espaço de ignorância que lhe foi reservado e decreta: “sou tão grande quanto as pessoas que querem me tornar pequeno”.

Capa de disco

Como ele conheceu Clarice

Há três anos, quando morou em São Paulo, Fanny conheceu a obra de Clarice e foi na metrópole onde se encantou pela música. As idas às bibliotecas públicas revelaram os contrastes com a cidade cinza e a evidenciou a perigosa inocência de Macabéia. Essa revelação trouxe para Fanny um reconhecimento de lugar e foi assim que ele conseguiu se ressignificar e conceber o projeto musical.

Fanny Rodrigo já contribuiu com produções musicais em espetáculos locais e participou do elenco e também contribuiu com os vocais para música tema da trilha sonora de Verde Limão, curta premiado do cineasta potiguar/pernambucano Henrique Arruda.

Como faz para ouvir o EP

O EP está nas plataformas digitais desde março. Mesmo com a pandemia, a divulgação está de vento em popa, visto que já fe uma live para perfomar o seu disco. Para ouvir o trabalho, portanto, dê o play a seguir:

E se quiser saber mais sobre o trabalho acesse o instagram @f4nnyrodrigo.