Sob Nova Direção: Por dívidas trabalhistas, o Via Direta será leiloado

Cidades
Compartilhe:

Na avenida Senador Salgado Filho, uma passarela divide a distância de dois shopping, o Via Direta e o Natal Shopping. O primeiro citado é mais voltado para as atividades comerciais, a unidade da Central do Cidadão (local do Governo do RN para pagar as contas e criar documentos) e lojas com roupas mais populares. Para os adolescentes dos anos 2000, por sua vez, o shopping, era ponto de encontro, principalmente por ter o fliperama “Danny’s Park“, onde tinha máquina de danças Pump It Up.

No entanto, o shopping terá que mudar de administração por dívida trabalhista.

Como assim? O estabelecimento vai a leilão por causa de dívidas trabalhistas. A informação foi confirmada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT), que divulgou nesta sexta-feira (25) o edital do 1º leilão de 2017, marcado para os dias 18 e 19 de setembro. Ou seja, daqui há três semanas.

Leia Também:

O prédio e o terreno em que fica o Via Direta estão avaliados em R$ 60 milhões.

Além do shopping, serão leiloados 138 lotes de bens penhorados por todas as varas do Trabalho da capital e do interior para pagamento de dívidas trabalhistas. São casas e apartamentos, imóveis comerciais, propriedades rurais, terrenos em Natal e em várias cidades do estado e lotes nas praias de Santa Rita (Extremoz), Tabatinga/Camurupim (Nísia Floresta) e Tibau, próximo a Mossoró.

O leilão será realizado pela Lance Certo Leilões, sob a presidência do juiz do trabalho Cácio Oliveira Manoel. Os lances poderão ser apresentados presencialmente ou em tempo real por internet.

Sobre o Via Direta

O shopping foi fundado em meados da década de 90 em um local onde funcionava a fábrica Soriedem, que era voltado para o produto têxtil. O nome Soriedem é o contrário de Medeiros, que é o nome da família proprietária da unidade fabril. A empresa foi fundada em 1936 e chegou a entrar na lista das 12 empresas que mais recolhiam Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICM) no Rio Grande do Norte. A fábrica foi fundada pelo coronel João Medeiros e por isso que o nome de uma das ruas de Mirassol recebe esta homenagem.

O coronel João Medeiros faleceu no ano de 1971.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.