O Que é esse Caranguejo no meio da Via Costeira?

Curiosidades
Compartilhe:

Muita gente deve ter achado estranho enquanto caminhava na Via Costeira essa escultura na areia e sem algum motivo aparente. A obra já saiu de lá, porém deixou muita gente curiosa. A atividade faz parte do roteiro da mais recente obra do artista plástico Guaraci Gabriel.

O nome da obra é “Pé de Mangue – A Incerteza Certa”. A peça traz as formas de um caranguejo Goiamum. A escultura metálica tem seis metros de altura e sete toneladas.

Guaraci demorou quatro semanas para montar a obra que já era planejada há quatro anos. Ele é conhecido por fazer esculturas utilizando sucata como matéria-prima para as suas obras de artes, que são bastante famosas em Natal, Mossoró e diversas cidades brasileiras.

Aqui em Natal, por exemplo, tem obra numa praça do conjunto Alvorada IV, no Beco da Quarentena, na Cidade da Criança e dentre outros. É de Guaraci o design nos troféus que são dados aos artistas no Prêmio Hangar de Música, que acontece anualmente na capital potiguar.

Artista com 30 anos de carreira, ele esteve no Guiness Book, o livro dos recordes, por uma obra, em 1998, exposta na Via Costeira de 50 toneladas. O livro dos recordes considerou, à época, que era a maior obra de material reciclado do mundo. Escultor com experiência internacional e reconhecido mundialmente, ele usa sucata e restos de ferro para fazer as espalhar as suas obras.

As últimas obras dele foram uma homenagem ao jogador Marinho Chagas, montada durante a Copa do Mundo na Praça da Árvore e uma estátua, feita em Mossoró, em homenagem a Celina Guimarães, a primeira mulher a votar no Brasil.

O animal metálico foi montado sobre um veículo, um fusca e já ficou na frente da Pìnacoteca do Estado, no bairro de Cidade Alta, por alguns meses, no qual foi pichada por pessoas que nunca foram identificadas. O picho foi mantido por Guaraci. 

Depois da Via Costeira, a intenção é levar a obra para a Ponte Newton Navarro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.