Quatro bandas do interior do Rio Grande do Norte

Não é só de forró que se vive o nordestino, a gente também tem muita banda de rock e a cena alternativa de Natal e também no interior do Rio Grande do Norte cresce, principalmente com a facilidade de criar site e de divulgar seu material a partir das redes sociais. O Brechando deu uma boa garimpada na internet e listou quatro bandas para você escutar e são do interior do Rio Grande do Norte.

Confira:

Sertão Sangrento

11866413_680738022061983_7011968506585000525_n

Onde: Caicó

Integrantes: Márcio Sangrento – Baixo;
Markim Sangrento – Bateria;
Ely Sangrento – Guitarra;
Popeye Sangrento – Vocal

História: Surgida no final de 2004 a banda tem como temática filmes de terror. Eles tocam aquele punk de três acordes, diretas e passam a mensagem de maneira objetiva.

Rollercoaster

11921667_1152451151448792_4882639901510461017_n (1)

Onde: Santa Cruz

Integrantes: Allex Souza – Bateria;

Alan Amarante – Baixo;

Giancarlo – Guitarra; e

Paulo Medeiros – Vocalista e guitarrista.

História: Formada no ano de 2011. O som tem influências de bandas bem distintas e totalmente diferentes das propostas sonoras uma da outra, também sendo caracterizado por batidas dançantes, pesadas e as vezes até considera psicodélica.

https://www.youtube.com/watch?v=Fp5tFJkyoM8

Red Boots

12369165_943923229015261_3118185026575043682_n

Onde: Mossoró

Integrantes: Luan Rodrigues (guitarra e voz) e Gil Holanda (bateria).

História: A banda surgiu em 2012 e no mesmo ano lançaram logo o primeiro álbum. Eles possuem influências que vão desde Rock Psicodélico ao Stoner e o Metal, a dupla emprega sua dinâmica minimalista para criar uma sonoridade estilisticamente abrangente, mas homogênea em densidade. Todas as letras são em inglês.

Boats 

12670113_887077801407148_76760193712977139_n

Onde: Pau dos Ferros

Integrantes: Júlia (Guittarrista e vocalista) e Rudrigo (Baterista)

História: A banda surgiu em 2012 na região Oeste do estado. Há dois anos, no ano de 2014, eles lançaram o primeiro EP, intitulado de “Fazendo Óbvio Direto da Alma”. Eles já rodaram todo o Rio Grande do Norte tocando rock direto e mostra que não precisava de muitos integrantes para fazer um bom som. Em dezembro, eles finalizaram as suas atividades.

https://soundcloud.com/2boats/dantescazia

 

Vasquito e Fedo animam as ruas de Natal

Andando pela Avenida Salgado Filho, com a intenção de atravessar para o outro lado da via, vi uma dupla tocando instrumentos de sopro enquanto o sinal estava vermelho. Uma rápida apresentação de 30 segundos naquele congestionamento terrível na hora do rush, mas que conseguiu arrancar um sorriso daqueles motoristas estressados e com caras amarradas.

A dupla eram os argentinos Vasquito (verde na foto) e Fedo, ambos trabalham como músicos, que estão dando um rolé no Brasil (país que eles declararam muito amor) através de um mochilão. Os aventureiros já visitaram diversas cidades brasileiras e frequentemente passam por Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. “Agora a gente está curtindo o Nordeste. Nós estamos aqui no Nordeste desde o fim do carnaval. Aqui não tem frio e estou gostando demais do clima de calor”, afirmou Vasquito, que já está bastante bronzeado com o sol bastante quente da cidade.

Eles passaram o carnaval no Rio de Janeiro e São Paulo e sempre compartilham as fotos das suas aventuras brasileiras através das redes sociais, acompanhado de seus trompetes. São naturais de La Plata, que fica a 60 km de Buenos Aires, capital do país.

La Plata foi considerada, por um tempo, uma cidade universitária. Muitos migravam para a cidade nas décadas de 70 e 80 para estudar, tanto argentinos como estrangeiros. É a capital da província de Buenos Aires, visto que a cidade do mesmo nome fica em um distrito federal (tipo Brasília que fica no estado de Goiânia, mas não é considerado um município goiano).

Recentemente, aumentou o número de turistas vindos da Argentina para Natal, principalmente da província de Buenos Aires, visto que agora existe voo direto entre Natal para a capital argentina. De tantas viagens nas terras tupiniquins, eles rapidamente aprenderam e conseguiram falar português, mais puxado para o “portunhol”. Porém, conseguem conversar de forma natural, sem precisar perguntar “o quê?” ou dizer “não entendi”.

Um vídeo publicado por @_brechando_ em

“Em Natal, nós estamos aqui há uns dois ou três dias que estamos aqui”, comentaram os meninos, que são desenrolados, simpáticos e fácil de fazer amizade. Uma das paradas foi na Paraíba, onde visitaram a praia de Coqueirinhos e depois no Rio Grande do Norte, e o dinheiro dos sinais é para continuar se mantendo nesta viagem incrível.

“O que mais gostamos do Brasil é a cultura, vocês são bastantes ricos na parte cultural”, disse Vasquito, no qual ele e Fedo possuem uma banda de reggae nas terras argentinas chamada Rootment, que existe desde 2010 e mostra mensagens positivas e críticas às questões sociais. Saca o som que é bom:

https://www.youtube.com/watch?v=SlTaGpatcBI

“Já tocamos aqui na praia de Ponta Negra, em outra oportunidade, quando fomos pela primeira vez ao Brasil. Até o momento não pisamos por lá”, disseram os meninos. Os dois são apaixonados pelo Brasil e a simpatia dos nossos habitantes, comentam que gostam do clima super quente do Nordeste. Além disso, eles elogiaram o nosso jeito.

“O povo do Brasil é bastante receptivo, hospitaleiro e gostam bastante de ajudar as pessoas quando passam por problemas”, comentou Fedo.

Após o rápido bate-papo, os meninos continuaram nos sinais e vão desbravar as principais praias. Eles comentaram que vão passar por mais alguns dias desbravando o Rio Grande do Norte. Além disso, eles me mostraram que não precisa de desculpa para querer conhecer o mundo.

Espalhem a sua simplicidade e alegria, chicos! Se vocês fizerem shows com a banda em Natal, eu vou!

https://www.youtube.com/watch?v=6lzvRd3X1ro