C&T UFRN Nazaré Confusa

Curso de C&T da UFRN utiliza meme Nazaré confusa para camiseta 

Recentemente, eu recebi uma imagem da camiseta do curso de Ciência e Tecnologia (C&T) da  Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A imagem simplesmente traz como  estampa o famoso meme da Nazaré Confusa, uma forma de brincar com as várias matérias  que envolvem cálculos.  

Nazaré Confusa é um meme de internet que se originou a partir da personagem Nazaré Tedesco, interpretada por Renata Sorrah, que era a vilã da novela Senhora do Destino. O meme fez tanto sucesso, que como resultado os outros países utilizam esta imagem. 

O meme é uma referência a pessoa que não está entendendo uma determinada mensagem e vários cálculos passam na cabeça até compreender o que se passa. 

Ele também ficou conhecido como Nazaré de Exatas, pois se refere para alguém que ficou confuso com alguma situação ou informação que necessite, por conseguinte, de cálculos. Ou, ainda, que não  conseguiu compreender algo imediatamente e precisou parar para pensar. 

E, portanto, nada como o maior curso de exatas da instituição em utilizar o meme.  Para encomendar é só entrar em contato com este Instagram.

C&T da UFRN já teve outras camisetas com piada além de Nazaré Confusa

Não é a primeira vez que o curso de Ciência e Tecnologia utiliza trocadilho para as suas camisetas de curso. Anteriormente, uma das piadas com a sigla vieram por conta desta camiseta acima do  título desta postagem, que está escrito “I <3 (símbolo da palavra love) BCT”, que  inicialmente era uma prova de amor pelo curso. Mas, na verdade, virou uma piada entre o  público LGBT e nerds por causa do BCT. 

Outro nome que o curso recebe é C&T ou C e T. 

Por isso, altos memes desde os tempos remotos por conta da sigla peculiar do curso, que  também é conhecido por ter a maior quantidade de alunos dentro da instituição, uma vez que entra centenas de alunos por semestre, mas demora anos para poder se formar. 

Sobre o curso

Ele ainda conhecido por ser primeiro a adotar o modelo de dois ciclos na UFRN e reunir todas  as engenharias. Neste modelo de curso, diferente dos tradicionais ofertados na UFRN, o  aluno concluirá o curso de C&T, de primeiro ciclo, em três anos, e depois deverá optar por um  curso de segundo ciclo, que durará, em média, dois anos. A primeira turma de 500 alunos entrou no semestre 2009.2. As aulas do curso acontecem nos turnos Manha e Tarde (MT) e Noturno (N), entretanto, podem haver atividades acadêmicas em outro turno. 

O aluno que optar pelo segundo ciclo, será submetido a até duas seleções internas. A  primeira, após o terceiro período, quando terá 900 horas de componentes curriculares  obrigatórios cumpridas. A segunda, em seu último semestre, quando estiver prestes a  concluir o curso, onde fará a opção pela engenharia de segundo ciclo que deseja seguir. Tais seleções internas têm por base o desempenho acadêmico do aluno: além da média de suas  notas ao longo do processo, as seleções levam em consideração o tempo gasto (em  semestres) para cursar todos os componentes curriculares, bem como os números de trancamentos e reprovações do aluno.

Dia do Social Mídia

Dia do Social Mídia = Tem um dia só para mim

Em 2015, no dia 30/06, a Organização das Nações Unidas (ONU) festejou o Dia da Mídia Social para comemorar a primeira rede social da história, o ClassMates.com que nasceu em 1995.

No Brasil, a primeira Mídia Social que “bombou” foi o Orkut, em 2004. Criado por um engenheiro turco, que mirou nos usuários do Tio Sam, mas acabou conquistando países como Índia e Brasil. Dia 30/06 é conhecido como “O Social Media Day”, uma homenagem ao impacto e revolução que as mídias sociais provocaram nas sociedades. Além disso, ajudou a criar profissionais da comunicação que trabalham exclusivamente na área, como eu!

E hoje vou comemorar o dia do Social Mídia com a criação de um post.

Afinal, o que faz um social mídia?

Corrigindo o primeiro texto que fiz da profissão, o social media é aquele responsável em monitorar e planejar as postagens nas redes sociais. Além disso, ele pode responder comentários e mensagens privadas que muitos clientes têm dúvidas, elaborar postagens criativas e criar campanhas de marketing de uma determinada empresa (cliente) dentro do Facebook, Instagram, Twitter e dente outras mídias sociais existentes. O correto é que tenha uma equipe de social mídia dividindo as tarefas para criação das artes/vídeos, textos para as legendas e títulos, geração de ads e responsável em atender os clientes.

É fácil postar nas mídias sociais, fato. Porém, muito difícil criar uma postagem fazer com que o público chame atenção e começa a interagir. Criar uma arte (alguns social media fazem isso. Então, aprenda Corel, Photoshop e Illustrator enquanto é tempo), texto e gerir um conteúdo tem que ser milimetricamente calculado. Sem contar que as mensagens em cada mídia social pode diferenciar.

Além disso, ás vezes tem que exercer um pouco de papel de assessor de imprensa, principalmente quando o seu cliente passa por uma crise de imagem e precisa das mídias sociais para “limpar a sua imagem”.

Por ser uma área relativamente nova não ainda um consenso ou um escopo das competências para se atuar nesta área. Algumas são óbvias como o conhecimento das ferramentas, tais como o Facebook, e também de ferramentas específicas para atualizar diversas mídias sociais ao mesmo tempo, pode ser o Estúdio de Criação do próprio Facebook e também o Etus e Mlabs.

Mais ferramentas

Ainda tem que saber um pouco de ferramenta SEO (indexar o nome de sua empresa no Google não é algo mágico e fácil) e um pouco de programação, principalmente se o seu cliente quer anexar matérias no site no Instant Articles do Facebook.

Ainda tem a parte dos relatórios, visto que alguns empresários ainda não entendem a temática das mídias sociais e acham que é desperdício de dinheiro. Principalmente aqui em Natal, visto que as pessoas querem pagar menos que um salário mínimo para o profissional.

Enfim, o social media pode atuar em diversas áreas. Por enquanto, o profissional faz tudo isso que citei ao mesmo tempo, mas existe empresas que criaram uma área de mídias digitais, onde o profissional exerce uma determinada função.

O que queria para esse dia

Aqui listo quatro coisas que todo social mídia deveria ter:

1) Massagem após aguentar alterações

Pense numa coisa que após a aprovação do cliente, postamos e ele pede uma alteração. Nos estressando até fechar um acordo comum. O cliente depois disso poderia marcar um dia no SPA para ganhar uma massagem.

2) Um curso para ensinar as novas tendências com gratuidade e vitalícia

O social mídia precisa atualizar o tempo todo e realiza os cursos o tempo todo. Acho que os clientes poderiam nos incentivar a continuar estudando, pagando de forma vitálicia os nossos estudos.

3) Uma rede social menos tóxica para divulgar os seus produtos

O Instagram é a rede social do Facebook e a segunda mais utilizada pelo brasileiro. Mas, esta é muito cansativa. Precisa criar vídeo, imagem, carrossel e ainda tem que ouvir reclamação de Deus e o mundo.

4) Pedir aquele folgado a trabalhar no meu lugar por um dia

Todo social mídia já ouviu a seguinte frase: “Qualquer um faz gestão de social mídia”. Ao ouvir, todo mundo que reclama disso deveria trabalhar por um dia nesta área.

Você conhece algum social mídia? Deixe aqui, portanto, o seu comentário.

TRE Cidade Alta

Linha do tempo sobre o prédio do TRE da Cidade Alta

O Tribunal Regional Eleitoral do RN (TRE) possui a sua sede administrativa na cidade do Natal, onde também se localiza o Centro de Operações da Justiça Eleitoral e o Fórum Eleitoral J. M. de Carvalho Santos. Além destes, compõem a Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte as zonas eleitorais e os postos de atendimento das Centrais do Cidadão distribuídas ao logo de todo o Estado. Entretanto, o prédio que fica no bairro de Cidade Alta, no começo da Rua Ulisses Caldas fica a Corregedoria Geral de Justiça e o Ponto de Atendimento.

É lá que apuram as principais irregularidades dentro dos processos eleitorais e no tribunal, mas também as pessoas podem receber o atendimento com a finalidade em criar um título eleitor. Ou, ainda mesmo, regularizar a sua situação eleitoral. O foco deste texto, no entanto, é contar a história do prédio.

A primeira sede foi onde hoje é o Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, onde ficou lá até 1937. Em 1945, a Justiça Eleitoral retomou as atividades após o fim do Estado Novo. A primeira sessão ocorreu no Tribunal de Apelação do Estado (atual Tribunal de Justiça do Estado), sito à Avenida Junqueira Aires, n.478, provisoriamente.

Somente nos anos 70 que mudou-se para um moderno prédio na Cidade Alta. O local ficava um casarão construído por João Crisóstomo Galvão em 1900 e onde foi instalado o primeiro telefone de Natal. No local foi construído a sede do Tribunal Regional Eleitoral, projeto elaborado em 1972 pelos arquitetos Daniel Holanda e João Maurício Fernandes de Miranda.

Confira a evolução, portanto, a seguir.

Danuza D'Sales

Precisamos falar de Danuza D’ Sales no dia do orgulho LGBT

O dia 28 de junho comemora-se o dia do Orgulho Internacional LGBT. No Brasil, neste mês, rolou a parada em São Paulo, considerada anualmente a maior do Brasil. Para selecionar uma personalidade potiguar, nós escolhemos falar de Danuza D’Sales.

Se hoje existe Kaya Conky, temos que relembrar o pioneirismo de Danuza e será neste post.

Danuza é personagem de José Arruda Sales, que nasceu em 1955 no Engenho Mipibu. Hoje fica a cidade de São José de Mipibu, município da grande Natal. Além disso, a mudança para a capital ocorreu em 1964, para estudar e neste período começou a participar de peças, assim nascendo o lado artístico.

Uma das primeiras Drags famosas no RN

Ela animava a cidade de Natal desde o final da década de 1970, através das casas de shows da Ribeira e Cidade Alta. Primeiro, ela ficou famosa no Café Teatro, bar que aconteciam regularmente apresentações de artistas da cultura LGBTQIA+.

Além disso, lembra-se do seu pioneirismo na arte do transformismo em Natal, uma vez que Arruda Sales viu seu personagem mais famoso estourar nas rádios potiguares durante as décadas de 1980 e 1990.

Ainda na década de 80, comandou o Frenesi Café Teatro, na Ribeira, no início dos anos 80, onde hoje fica o prédio da “A Samaritana”.

Além disso, ela era uma figura constante em bailes de carnaval, como a Kengas, que estimulou o trabalho das mais variadas drags.

A drag Danuza era conhecida pelas caras e bocas, e uma linguagem escrachada, sempre de bem com o riso. Nas rádios ia montada para se apresentar; Ainda mais participou do curta-metragem, “Verde Limão”, de Henrique Arruda, no qual disponibilizou acervo pessoal e também foi uma das poucas participações no cinema.

Dizia que conseguia se arrumar em 20 minutos, mesmo com pouca iluminação.

Arte reconhecida na Europa

Também reconhecido no Brasil e no exterior pelo trabalho de artista plástico, especializado na Arte Naif, que relembrava os tempos que vivia em Mipibu. Sua arte fez com que ficasse temporadas em países da Europa, como Portugal.

Sua morte aconteceu há 3 anos

O artista plástico e performer Arruda Sales, 64 anos, morreu em 2019, após ter sido vítima de infarto.

Sabia de sua história? Deixe aqui, portanto, o seu comentário.