RN memes

RN também exporta memes e veja quais compartilhamos

Meme é um termo grego que significa imitação. Se utiliza no “mundo da internet”, referindo-se ao fenômeno de “viralização” de uma informação, ou seja, qualquer vídeo, imagem, frase, ideia, música e etc, que se espalhe entre vários usuários rapidamente, alcançando muita popularidade.

O RN também sabe exportar memes e veja quais compartilhamos.  Além disso, não se esqueça de comprar a Revista do Brechando nº2.

Mais um episódio do Brechando Vlog no ar, desta vez sobre RN e seus memes

A gente selecionou algumas webcelebridades natalenses. Para assistir o vídeo na íntegra, dê o play, portanto, a seguir:

Gostou de saber do vídeo? Deixe aqui o seu comentário e não se esqueça de inscrever no canal.

Halloween de Natal

Que Halloween de Natal você se identifica?

O Dia das Bruxas, ou Halloween, acontece em 31 de outubro, no próximo domingo. Mesmo sendo considerado primeiramente parte de uma cultura tipicamente americana e irlandesa, o Dia das Bruxas se espalhou por todo o mundo. Inclusive em Natal, no qual temos um dos mais populares festas deste porte no Brasil, o tradicional Halloween do Gringo’s.

A celebração original era chamada de Samhain, que significa “Fim do Verão”. As primeiras comemorações do Halloween teriam surgido há mais de 2,5 mil anos com o povo celta. Eles acreditavam que no último dia do verão (31 de outubro, de acordo com o antigo calendário celta), os mortos e espíritos malignos saíam de suas tumbas para atormentar os vivos.

Para tentar se proteger dos “mortos-vivos”, os celtas decoravam as suas casas com objetos macabros, como ossos e caveiras, acreditando que com isso podiam afugentar as “forças do mal”.

Para tentar cristianizar a data, a Igreja Católica criou o Dia de Finados (2 de novembro), para celebrar a alma das pessoas que já faleceram.

Apesar de que alguns não tem coragem (leia-se tem discernimento) de se aglomerar, a saudade de uma boa festa de Halloween ainda fica. Por isso, queriamos saber, na visão dos nossos leitores, qual o halloween de Natal que você mais se identifica.

Indicamos os três mais populares, que são:
1) Halloween do Gringos
2) Halloween do Casanova
3) Halloween do Whiskritório

Venha responder, portanto, o quiz que está logo abaixo.

Loading…

Um idoso achou um camarão de meio quilo no RN

Quando pensamos no camarão, a gente pensa logo no Rio Grande do Norte. Entretanto, nunca pensaríamos em encontrar 1 camarão que pesa quase 500 gramas. Isto aconteceu em junho deste ano, quando o pescador Gabriel Silva achou o crustáceo que media 50cm. Ou seja, um camarão gigante mesmo. No entanto, a aventura somente aconteceu após o pescador ao sair do hospital de Natal à Tibau, onde mora, para comemorar a alta hospitalar após contrair à Covid-19.

Os familiares, no entanto, resolveram entregar o camarão de meio quilo no RN para o curso de Engenharia de Pesca da UFRN com o objetivo de realizar uma pesquisa.  De acordo com o pescador, em entrevista ao G1, em 1978 pegou “um menor um pouquinho”. Para não falarem que era uma história de pescador, o Gabriel resolveu registrar a imagem abaixo.

Após o feito, ele congelou e rapidamente voltou para Natal, onde presenteou o marido de sua neta, o qual considera um filho.

Biólogos disseram que o camarão é uma espécie da Malásia que foi introduzido na região nos anos 90. Segundo os especialistas, muitos escaparam dos viveiros e se adaptaram ao mar.

O fato foi tão surpreendente que jornais de outros estados, como Pernambuco, Rio de Janeiro e Distrito Federal destacaram o acontecimento.

Além disso, o camarão de meio quilo no RN virou destaque na edição nacional do SBT. Dê o play, portanto, a seguir.

Jovens macaibenses fazem peça sobre Auta de Souza

Auta de Souza é uma importante escritora potiguar e jovens resolveram retratar a artista através de uma produção audiovisual. Como resultado, o Coletivo Mangue lançou o curta “Auta de Souza, a Menina Lírio”, no qual em 30 minutos conta três grandes momentos importantes. O roteiro ficou por conta do diretor kael lima, juntamente com o poeta, escritor e dramaturgo Eduardo Colódino e ainda mais conta com a participação do historiador Genilson de Azevedo.

Atores de Macaíba

Assim como Auta, os atores que participam deste filme vem da cidade de Macaíba. Auta é interepretada pela atriz Nanda Marques. Além disso, o espetaculo tambem conta com elenco de Robson Melo, Livia Kookie, Isaac Holdffer, Victor Perazine, Lilia Lima e Larissa Bianca.

Já a produção musical do espetácuo foi prduzida por Robson Melo e Marcius Zara, iluminação de Lurian Luz e assistência de palco Thiago Emanoel. Já o cenário ficou de responsabilidade de Sun Sara.

Outros membros da equipe técnica

Já a gravação e edição ficou com Taline Freitas e a gravação de voz em cena Rodrigo Teixeira. Quem gravou as músicas em estúdio foi Josivan Nascimento.

Este projeto conta com o patrocinio da Lei Aldir Blanc, através do Governo do Estado, Fundação José Augusto e Governo Federal. Além disso teve apoio da Prefeitura de Macaíba e Fundação Dona Militana.

Brechamos o curta

Na verdade, o filme é uma gravação de uma peça teatral inspirada em Auta de Souza, no qual mostra as partes importantes da vida de Auta. A peça é dividida em três atos: a Auta estudante, escritora visitando os clubes literários e o final da vida com a tuberculose avançada. Para quem quer saber um pouco de Auta, a peça cumpre a sua função e os atores tem em potencial para crescer, visto que eles tem boa voz para cantar e podem alcançar voos mais altos.

Pesquisando na internet, a peça faz parte da Cia Nascidos da Cultural, cuja a finalidade é levar cultura demonstrar sentimentos e alegrias aos espectadores de uma forma lúdica através do teatro. E eles atingiram a sua função ao fazer uma peça simples sobre Auta.

Clique aqui para assistir o filme aqui

Esta não é a primeira vez que intepretam Auta no audiovisual, uma vez que Thaís Araújo já a interpretou neste vídeo.

Sobre Auta de Souza

Cartaz da peça

A Auta de Souza teve os seus poemas ficaram mais conhecidos após a sua morte prematura, aos 24 anos. Sua vida foi bastante trágica, mas conta a história de uma pessoa que deixou um legado, apesar de todos os problemas. Nasceu em Macaíba no dia 12 de setembro de 1876, na cidade de Macaíba. Na infância ficou órfã, os pais foram vítimas da tuberculose mesma doença que lhe matou. Seus irmãos também são conhecidos na história potiguar, os políticos Elói de Sousa e Henrique Castriciano.

Durante a infância, foi criada por sua avó materna, Silvina Maria da Conceição de Paula Rodrigues, em uma chácara no Recife, onde foi alfabetizada por professores particulares. Depois, ela foi estudar em um colégio de freiras e aprendeu francês e inglês, além de ter o acesso à literatura. Foi lá que leu as obras de Victor Hugo.

Começou a escrever aos 16 anos, apesar da doença. Frequentava o Club do Biscoito, associação de amigos que promovia reuniões dançantes onde os convidados recitavam poemas de vários autores, como Casimiro de Abreu, Gonçalves Dias, Castro Alves, Junqueira Freire e os potiguares Lourival Açucena, Areias Bajão e Segundo Wanderley.

Aos 18 anos trabalhou na revista Oásis, e em seguida escreveu para jornais de grande circulação do Nordeste. Entre 1899 e 1900, assinou seus poemas com os pseudônimos de Ida Salúcio e Hilário das Neves, já que mulher escrevendo era ainda considerado um tabu. No final do século 19, o “Dhálias”, que foi concluído. Porém, este foi renomeado para o “Horto” e lançado após a sua morte.

Para saber mais sobre a biografia de Auta de Souza, leia, portanto, aqui.