Tempo de leitura: 2 minutos

Mulheres, antes de tomar uma decisão se perguntem: Isto vai manter a minha liberdade ? Vamos falar da mulher culpada, quer dizer, aquelas que carregam o fardo de ser o erro dos relacionados.

Voltando ao questionamento do primeiro parágrafo. Se a resposta for sim, não vá nesse caminho, pois geralmente é o local que mais nos machucamos e sentimos menos realizadas. Então, vem a tormenta dos relacionamentos abusivos, das agressões e a destruição total de uma autoestima que demora muito para ser construída novamente. Nosso grito de coragem é muito afrontoso, quando falamos aquele sonoro não, muitas nesse momento são xingadas e chegam até mesmo as vias de fato.

Muitas mulheres sacrificaram a vida em torno de outras pessoas (inclusive largam os seus estudos, amizades e empregos) e geralmente se tornaram infelizes, uma vez que o direito de ser e agir como se sentisse melhor foram retirados em nome de um bem maior.

Mulher, você não tem culpa de ter se enfiado em um relacionamento abusivo. Não se sinta triste por ter enfiado nesta roubada, infelizmente não temos uma bonita bola de cristal para saber o nosso futuro. Não tem coisa pior no machismo é criar aquele estereótipo de mulher culpada quando na verdade ele é o mais errado.

A culpa é do homem que foi criado para ser o proprietário e que pode fazer tudo em sua volta. Acham que a gente é obrigada a ter um portal da transparência e que estamos disponíveis para qualquer atrocidade masculina.  Desde cedo os homens foram criados a ter o que quiser, só pelo fato de sere homem, crescem escutando que serão pegadores, donos de tudo e que vão ser respeitados o tempo todo.

Você pode ler também:  Protesto contra o estupro reúne mulheres na Av. Rio Branco

Se alguém te xcingar por você sair de um relacionamento infeliz ou ter dado um fora em alguém, pode dar o maior escândalo e gritar em plenos pulmões de como aquilo é errado e está indignada por aquele comportamento rídiculos.

Mulher, estamos juntas para furar essa bolha do patriarcado e dizer não aos absurdos é uma delas.

Podem nos chamar de bruxas, putas e irresponsáveis, mas nunca vão tirar a nossa força de querer continuar a seguir em frente com os nossos princípios. Queremos tirar esse rótulo de mulher culpada em você!


Post Anterior | Próximo post

Deixe uma resposta

Você ainda não leu a revista do Brechando? Clique no link a seguir e leia um conteúdo exclusivo.

Sobre a autora

Jornalista formada pela UFRN, criou o blog em 2015 e não esperava que fosse fazer altas brechadas sobre Natal-RN e outras cidades que visitou. Gosta de trabalhar com a internet, mídias sociais, fotografar e escrever. Clique aqui para saber mais sobre mim.

Desenho: @umsamurai

Brechando Vlog

Arquivos

Calendário

julho 2019
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Categorias