Como assim que vai ter um evento de LoL?

O League of Legends, LoL para os íntimos, eletrônico do gênero multiplayer online battle arena (o nome é comprido mesmo) desenvolvido e publicado pela Riot Games. Foi lançado em 2009, mas nos últimos dois anos se tornou febre, principalmente com o aumento de interessados pelos campeonatos. Em Natal, o jogo cresceu tanto que vai haver a transmissão da final da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de LoL (CBLoL) na Arena das Dunas. Para explicar melhor, um telão será montado para assistir o jogo que acontecerá em São Paulo. A ideia é da Digicom, que nos dias 9 a 10 de julho fará um evento destinado aos amantes deste jogo.

A organização se juntou com o Yujô e Saga, os maiores eventos de cultura pop na capital do Rio Grande do Norte. A intenção é reunir o maior números de pessoas para assistir quem será os campeões brasileiros.

Além disso, os torcedores vão receber ao mesmo tempo receber batecos, pulseiras, bolsas e uma skin exclusiva. Eles prometem trazer atletas profissionais para participar deste evento. Sim, o LoL já é considerado um esporte e existe uma equipe especializada sobre o assunto. A transmissão dos jogos é digna de ESPN.

Sim, a Arena das Dunas também será um espaço para os nerds natalenses. A partida entre INTZ e CNB começa às 12 horas. Também será transmitida pelo canal SportTV.

Antes que eu esqueça, terei que explicar o que significa CBLoL.

No Brasil existe a competição CBLoL, desde 2012, que além de selecionar a melhor equipe de jogadores brasileiro, dá a chance de participar do campeonato americano. Sim, as competições são similares ao de futebol, visto que eles realizam “peneiras” para selecionar os participantes na competição. Com o sistemas de qualificação, quartas-de-final, semi-final e final. O CBLoL é dividido em duas etapas.

Cada etapa do CBLoL tem 8 times, que se enfrentam em rodadas semanais (fase de pontos corridos) até chegar às eliminatórias e grande final. Para os cinco mais bem colocados de cada etapa do CBLoL, a vaga na etapa seguinte está garantida. Somente as três últimas colocadas tentarão uma vaga a partir de uma competição chamada Circuito Desafiante. Ao todo, apenas seis participarão da segunda etapa do campeonato.

O CBLoL ocorre entre janeiro e julho de 2016, e seu campeão representará o Brasil no International Wildcard Qualifier (IWCQ), etapa obrigatória para classificação ao campeonato mundial (League of Legends World Championship).

O Brasil só conseguiu vaga no mundial na quarta edição do torneio, em 2014, quando a Kabum! E-Sports conseguiu ficar entre as melhores da América. Os times mais famosos do Brasil são a paIN, (campeã do ano passado) INTZ, Keyd Stars, Kabum Orange e Kabum Black. Esses dois últimos citados surgiram após o rompimento da Kabum.

Os ingressos antecipados são limitados e serão vendidos do valor promocional de R$ 20,00. As compras podem ser feitas nos seguintes pontos de venda: Pittsburg Natal Shopping, Pittsburg Norte Shopping, Gracom – Escola de Efeitos Visuais e na Ovni Game Shop, no Midway Mall. Mais informações neste link.

Digicom

A Digicom é um evento destinado aos fãs de jogos e haverá competição local de LoL e também de Counter Strike Hearthstone, outros esportes eletrônicos conhecidos. Saiba mais da programação do evento neste link.

Como funciona o Lolzinho?

De tanto ouvir amigos e namorado jogando sei a regra decorada de cada partida, sem precisar jogar. Então, como é que funciona? Os jogadores assumem um respectivo personagem do jogo, formando assim uma equipe. O objetivo é destruir o grupo adversário e dominando a base dos mesmos. Cada jogo de League of Legends é distinto, pois os campeões sempre começam fracos e progridem através da acumulação de ouro e da experiência ao longo da partida.

Graciane Dias vai aparecer no programa da Fátima Bernardes

Lembram de Graciane Dias? A moça das fotos engraçadas? O sucesso de suas fotografias foi tão grande que na próxima sexta-feira (1) estará ao vivo no Encontro, programa matinal apresentado por Fátima Bernardes, na Rede Globo.  A população de Serra de São Bento e Monte das Gameleiras está ansiosa para assistir a moradora que ficou bastante conhecida neste mês ser vista em todo o país.

Graciane é agricultora e se tornou famosa na internet após um conjunto de fotos publicadas dela fazendo diversas posições fossem publicadas na página Montagens Rihanna e todo mundo queria saber quem era a modelo que aparecia nestas fotos. Os comentários da página do Montagens Rihanna tem vários comentários tirando sarro da modelo e dos cenários que foram utilizados nas fotografias.

13508870_971157472997235_5564048129029595813_n

Ela mora no Sítio Cacimbas, distrito de Serra de São Bento. Mas, ela anda bastante em Monte das Gameleiras. Além disso, ela tem um canal no You Tube, onde faz clipes com as suas presepadas, um dos vídeos mais famosos pode ser visto aqui:

De acordo com os moradores, ela é bastante popular na cidade, conhecida pela sua simpatia. As fotos surgiram como uma forma de alegrar os dois filhos pequenos, que possuem problemas de saúde.  Toda semana, Dias viaja para Natal com os garotos sob a intenção de fazer o tratamento médico ou realizar algum exame.

A ideia é tentar levá-la ao programa da Eliana, no SBT, onde tem o quadro de “Famosos da Internet” ou em outros programas de televisão.  Vimos que ela conseguiu aparecer em um programa global. A intenção é que ela consiga um tratamento para os garotos em suas exibições na telinha.

A finalidade de usar as fotos engraçadas é tentar fornecer uma vida melhor aos dois meninos. Quem a fotografa são as duas filhas mais velhas e ninguém esperava por esse sucesso repentino.

Quer saltar de paraquedas? É possível no RN

O ser humano adora uma aventura, entrar em perigo e se divertir com coisas que dão um frio na barriga. Saltar de paraquedas está incluso nesta lista, muitas pessoas desejam saltar de um avião e disparar um equipamento para que faça voar sobre o céu.  Com novas opções de utilização do paraquedismo, começaram a aparecer várias modalidades desportivas, e o paraquedas evoluiu em vários sentidos.

Algo que era antes usado para fins militares, também é utilizado como diversão e é possível saltar no estado.

Uma empresa especializada em paraquedismo vinda de Goiânia se instalou no Rio Grande do Norte e fazem saltos na cidade de São José de Mipibu, região metropolitana de Natal. Como faz para reservar? Como funciona? No mês de julho, a empresa Voe Natal Paraquedismo irá fazer um curso sobre o assunto no bairro de Ponta Negra. As aulas acontecerão 12 e 13 ou 14 e 15 de julho.

Serão oito horas de aulas teóricas e após as aulas. Os alunos poderão saltar no final de semana no Aeródromo Dr. Severino Lopes Silva em São José do Mipibu, nos dias 16 e 17 de julho.

A aula é homologada pela Confederação Brasileira de Paraquedismo. O curso é destinado para aqueles que iniciar os primeiros saltos, tendo uma fita que é ancorada no avião e, sua outra extremidade ligada ao equipamento. Quando o aluno salta do avião, a fita estica, destrava o equipamento e inicia o processo de abertura do paraquedas.

O aluno, na hora do salto, será acompanhado por dois instrutores, um no avião que fará o lançamento e, outro em solo, ajudando na sua navegação através de um rádio acoplado ao seu capacete, podendo assim receber instruções para realizar uma boa navegação, chegando na área programa com segurança.

Como faz para assistir essas aulas? Mais informações é só acessar as aulas neste link aqui. Sim, você vai gastar dinheiro para se aventurar. Mas, pode valer a pena. Eles também criaram um evento via Facebook, que pode ser acessado por aqui.

Entre em contato com a empresa para saber que lugar específico do bairro de Ponta Negra acontecerão os cursos e eles enviarão para o interessado por e-mail todas as informações, incluindo o preço para pular de paraquedas.

Querem acabar com o passeio dos dromedários

Os dromedários são mamíferos que vivem parte da África e Ásia e lembra muito os camelos. Encontra-se praticamente extinto na natureza. A maior parte da população existente no Médio Oriente vive domesticado. O único local do mundo onde ainda restam populações selvagens é nas zonas áridas da Austrália, que tem condições de clima e paisagem relativamente semelhantes.

Aqueles que foram domesticados são utilizados como meio de transporte à semelhança do cavalo. Na Arábia Saudita e no norte da África, os dromedários são montados com a rahla, uma sela especial adaptada às características do dorso do animal.

Esses animais podem ser encontrados no Rio Grande do Norte, mais precisamente nas dunas da praia de Genipabu, quando um grupo de empresários instalou uma empresa para que os turistas passeassem montados sobre os ruminantes. Atualmente, existem 17 desses animais na região. Eles foram trazidos pelo francês Philippe Landrye e sua esposa Cleide Batista.

Durante quase todo esse tempo, porém, organizações e pessoas ligadas à defesa dos direitos dos animais lutam para que eles sejam devolvidos ao seu habitat natural.

Desde o ano de 2012, um grupo de ativistas em defesa aos animais querem que os animais sejam devolvidos ao habitat natural, no qual eles pretendem coletar 75 mil assinaturas e o documento seja entregue ao Governo do Estado e Prefeitura do Natal. Atualmente, 57.282 pessoas já assinaram o abaixo assinado. Além de Brasileiros, europeus também colocaram as suas assinaturas.

O abaixo-assinado foi criado por Fábio Chaves, morador de São Paulo, vegano, jornalista e tem um site em defesa aos animais, que realizou uma matéria dizendo o porquê os animais são maltratados no site Vista-se.

Os críticos comentam que atualmente existe um estábulo com 19 desses bichos, não oferece as mesmas condições climáticas do deserto do Saara, onde os dromedários são encontrados na natureza. Por essa razão, a adaptação dos animais por aqui seria bem mais complicada. Outra alegação é a de que os bichos são explorados e sofrem maus tratos ao terem que carregar turistas o dia inteiro.

“Os dromedários passam quase 12 horas por dia (das 7h30 até o pôr do sol) carregando turistas que vibram pelo passeio peculiar, sem notar exatamente no que estão colocando seu dinheiro. Quando não estão com turistas nas costas, os animais se espalham na areia quente para descansar. O tempo inteiro, eles ficam com uma espécie de tela no focinho e fazem um constante ruído que dá a entender que o acessório que evita que eles mordam os passageiros ou comam coisas do chão não é cômodo”, comentou o documento.

No ano de 2011, os empresários foram parar na justiça, que a acusa de manter o estábulo dos animais em área de proteção ambiental. Entretanto, o casal afirma que foram um dos defensores da criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Federal, que além da exploração dos dromedários em Genipabu, também investigou casos em outras regiões do país em dezembro passado. Vale lembrar que o dono do abaixo-assinado também foi convidado para participar da plenária.

Os proprietários postaram na página da empresa sobre o assunto:

Além disso, eles divulgam nas redes sociais sobre os projetos voltados para o turismo sustentável e detalhes dos cuidados com os animais. Conforme estas postagens a seguir:

Os passeios pelas dunas de Genipabú duram em média 15 minutos e é uma das atrações do litoral norte. O valor pode custar 60 reais.

OBS: Tentamso falar com Fábio e os empresários que organizam os passeios e nenhum nos responderam.