Mostra Macambira

Tempo de leitura: 3 minutos

Na próxima semana, entre os dias 25 a 27 de fevereiro, acontecerá a Macambira, no qual já falamos no Brechando. Para quem não lembra é uma Mostra de filmes que estimula primeiramente o trabalho da mulher no audiovisual. Entretanto, neste ano, será online e totalmente gratuito, visto que estamos numa pandemia do Covid-19.

Além disso, a Mostra recebeu 222 inscrições de todo o Brasil e contou com a curadoria de Rosy Nascimento, Anti Ribeiro e Renata Pyrrho. Como resultado, ao todo, foram selecionados 21 filmes nacionais e 9 filmes potiguares. De antemão, a responsável pela mostra, Rosy Nascimento, contou que o processo de curadoria teve a finalidade de criar uma seleção plural de filmes.

Cartaz do “Vila das Mulheres Pedreiras”, que estará na Mostra Macambira. Além disso, traz o trabalho da pernambucana Nathália Machado. A produção está justamente com outras 21 produções nacionais. 

“A segunda edição da Macambira mantém, com esta seleção, a fim do ensejo de difundir obras audiovisuais que fabulam o presente e futuro de forma transgressora e inusitada, uma vez que estamos moldando lugares não-convencionais de criação artística”, explicou a Rosy.

Nesse sentido, a 2ª edição da Macambira irá ocorrer de forma online, com produção da Mulungu Audiovisual e Salobra Filmes. Além disso, o evento conta ainda com a parceria da plataforma de streaming Cardume e patrocínio do Governo Federal, através da Lei Aldir Blanc, visto que ajuda a fomentar artistas prejudicados na pandemia.

Ainda mais a exibição dos filmes, todavia, acontecerá nesta plataforma: cardume.tv.br/macambira, no qual vai fazer um cadastro e simultaneamente fazer o login para ter acesso à Mostra.

Confira, a seguir, os curtas nacionais

  • Pelas chamas ardentes, ela se livrará da morte! De Luty Oliveira Minozzi – 3’36” (Mairiporã/SP)
  • Abjetas 288 de Júlia Da Costa e Renata Mourão – 20’ (SE)
  • 2704km – Letícia Batista 11’55’’ (Recife/PE e São Paulo/SP)
  • Cool for the Summer de Vitória Liz – 6’ (São Paulo)
  • Aurora de Everlane Moraes 15’ (Cuba)
  • Vila das Mulheres Pedreiras de Nathália Machado – 18’ (Olinda/PE)
  • Tô Indo de May Alves – 4’ (Guarulhos/SP)
  • Histórias Migratórias de Camila Santos e Claudia Erika -2’24’’ (São Paulo/SP)
  • Aonde Vão Os Pés de Débora Zanatta – 14’08’’ (Curitiba/PR)
  • O Som dos Metais de Mariana de Melo – 3’17” (Belo Horizonte/MG)
  • A Sússia de Lucrécia Dias – 17’05” (Arraias/TO)
  • Tenebrosas? De Jhonatan Bào – 15’39’’ (São Paulo)
  • Joãosinho da Goméa – O Rei do Candomblé de Janaina Oliveira ReFem – 14’ (Duque de Caxias/RJ)
  • Nome de Batismo – Frances de Tila Chitunda – 16’ (Torres Novas/Portugal e Pleasent Hill- Teneseee)
  • Marco de Sara Benvenuto – 20’ (Iguatu/CE)
  • Espírito que caminha de Gabriela Barreto Daldegan – 19’ (AC)
  • A Poesia do Despercebido – Ana Luiza Yoneda – 18’34’’ (Olinda/PE, Recife/PE e Tibau do Sul/RN)
  • Rolê Torto de Fiona Maria – 4’18” (Pelotas/RS)
  • Rua Augusta, 1029 de Mirrah da Silva – 11’ (São Paulo)
  • Lamento de Força Travesti de Renna Costa – 4’46” (Buíque/PE)
  • Entremarés – Anna Andrade – 20’ (Recife/PE)
Você pode ler também:  Restaurante potiguar participará de evento para ressaltar a culinária francesa

Confira, portanto, os curtas do RN que entrarão na Mostra

  • Horizonte Travessia de Ana Mendes – 3’16’’ (Parnamirim/RN)
  • Pedras não flutuam – Lara Ovídio – 8’11’’ (São Rafael/RN)
  • Mapa ao tesouro [para meu filho não perder sua criança] – Stéphanie Campos Paiva Moreira – 02’34’’ (São Paulo do Potengi/RN)
  • Saudade da Vovó – Monica Mac Dowell 1’37” (Natal/RN)
  • Oid’água – Wisla Ferreira – 11’09’’ (Cuité/PB + Natal/RN)
  • Cidade Descoberta – Julia Donati e Vivian Moura – 7’02” (Natal/RN)
  • Quaerenti – Mickaelly Moreira e Romero Oliveira – 4’53’’ (Mossoró/RN)
  • Maleme – Lígia Kiss – 19’55’’ (Mossoró/RN)
  • Okum Ayo – Iyalê – 18’ (Natal/RN)

Para quem ainda não sabe sobre a Mostra Macambira, sugerimos, portanto, você acessar esta matéria aqui e conhecer um pouco mais do trabalho.


Post Anterior | Próximo post

Deixe uma resposta

Você ainda não leu a revista do Brechando? Clique no link a seguir e leia um conteúdo exclusivo.

Sobre a autora

Jornalista formada pela UFRN, criou o blog em 2015 e não esperava que fosse fazer altas brechadas sobre Natal-RN e outras cidades que visitou. Gosta de trabalhar com a internet, mídias sociais, fotografar e escrever. Clique aqui para saber mais sobre mim.

Desenho: @umsamurai

Brechando Vlog

Arquivos

Calendário

fevereiro 2021
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Categorias