Árvore de Mirassol

Na Árvore de Mirassol toca música que critica verticalização na praia

brechadas
Compartilhe:

Antes tarde do que nunca que vou falar do acontecimento no primeiro dia do ano na Praça da Árvore de Natal, em Mirassol. No primeiro dia do ano houve apresentação de Mc Priguissa e Skarimbó, no qual chamou vários jovens da cidade para o feriado de Confraternização Universal para dançar e curtir música pop. No entanto, algo me chamou atenção.

Mas, durante o intervalo de Mc Priguissa e Skarimbó, um DJ tocou algumas músicas que combinam com o público-alvo dos dois artistas. Uma delas foi Baianasystem que já tocou várias vezes no Mada e, por fim, tem uma música que crítica a Especulação Imobiliária, sob o título de “Lucro”.

É algo meio contraditório, uma vez que os vereadores que apoiam a Prefeitura de Natal aprovou a verticalização da orla das praias urbanas de Natal. Os versos da música são conhecidas por:

Tire as construções da minha praia
Não consigo respirar
As meninas de mini saia
Não conseguem respirar
Especulação imobiliária
E o petróleo em alto mar
Subiu o prédio eu ouço vaia

Eu faço figa pra essa vida tão sofrida
Terminar bem sucedida
Luz do sol é minha amiga
Luz da lua me instiga
Me diga você, me diga
O que é que sara a tua ferida
Me diga você, me diga

Lucro
Máquina de louco
Você pra mim é lucro
Máquina de louco

Claro quem estava no show curtiu bastante o que ouviu e as partes mais explícitas da crítica a verticalização cantaram em plenos pulmões. Filmei o ocorrido, cujo resultado pode ser visto a seguir:

Confira o som da música “Lucro”

Falamos disso no Youtube

Natal com prédios gigantes na orla. O que significa isso? Um dos projetos do novo Plano Diretor de Natal é permitir arranha-céus na orla das praias urbanas. Primeiramente está em análise a partir de reuniões a partir de videoconferência enquanto a cidade está sofrendo uma pandemia.

O crescimento de prédios é defendido com veemência pelo prefeito de Natal Álvaro Dias. Sem contar que em setembro do ano passado criticou a orla da capital potiguar, dizendo que não incentiva os turistas a visitar à cidade.

Após ter elaborado uma matéria para discutir portanto sobre o assunto, hora de colocar um vídeo explicando com mais detalhes o porquê encher a cidade de prédios, principalmente na região da orla é uma péssima ideia.

Confira o vídeo a seguir para compreender o Plano Diretor de Natal:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.