Lara Paiva

Pinacoteca reaberta, como o show deve continuar?

Pinacoteca reaberta

Uma nuvem de tags pairou em minha cabeça neste sábado (4). Durante todo o tempo que estive na Pinacoteca, eu pensei nas mil formas de deixar esse show continuando. Por sorte, a Fundação José Augusto (FJA) teve artistas que estavam interessados em tocar, uma vez que fazia séculos que estavam cantando em frente uma DSLR ou Webcam, pois qualquer aglomeração poderia pegar Covid-19. Mesmo assim, a sensação de volta aos shows ainda é um ensaio, projeto.

Tirando a parte jocosa de empurrar com a barriga a exposição de novos artistas e deixar a Pinacoteca com as mesmas obras de Dorian Gray e Newton Navarro, o show só deu certo porque a galera queria ver gente, além de que os participantes, que juntos receberam 100 mil de cachê, realmente queriam tocar. Mesmo que o palco tivesse uma péssima mesa de som e gerador de segunda, motivo que levou ao atraso de quase quatro horas. E, olhe, que muitos membros que organizaram o evento presenciaram os eventos da Ribeira no início dos anos 2000.

O resultado de ontem significa que as pessoas querem curtir, mas que estão perdidos. Inicialmente, achamos engraçado os vídeos de João Gomes em Mossoró, mas a verdade tem que ser dita: nada será como antes. A gente foi ao show, mas não sabemos como se comportar, se é para ficar de máscara o tempo todo ou como cumprimentar as pessoas.

Após umas meladinhas, hora de relaxar

Somente alguns drinks e músicas que relaxamos, voltando para casa rezando para que não ser infectado. Somente quem teve F.O.M.O, que preferiu fugir e ir para outros eventos.

A Pinacoteca está reaberta, mas não vimos arte e sim um prédio com jogo de luzes coloridas. Quem chegou de manhã pode ver a exposição em paredes falsas, tirando a beleza dos antigos salões que foram a administração do Governo do Estado até 1995.

Pinacoteca está reaberta, mas espero que as próximas reaberturas sejam melhores

O Titãs já dizia que a gente não quer só comida e a cultura e arte foi de suma importância na pandemia para que a gente não surtasse de vez. Mesmo assim, tinha horas que estava mais divertido em explorar as belezas da Cidade Alta do que ficar em um curralzinho para comprovar que fomos vacinados duas vezes, apesar de que a ideia foi por água abaixo, pois a galera conseguiu burlar, ficando de lado ou usando a escadaria da Assembleia Legislativa como camarote.

Próximos dias o Forte dos Reis Magos, o Teatro Alberto Maranhão e a Biblioteca Pública serão reabertas, não queremos mais vacilos assim.

A FJA perdeu uma oportunidade incrível de fazer um lindo show no jardim da Pinacoteca, como aconteceu em outros eventos como Eco Praça. Mas, eles preferiram a pressa do que a perfeição, entregando aparelhos culturais de um jeito torpe.

Espero que os próximos eventos da Pinacoteca que mostrem de verdade o que temos para oferecer e não apenas as obras potiguares, a cadeira utilizada no filme Alien e conte a história do Poder Executivo. Esse prédio viu muita coisa acontecer e isso precisa ser contado, não escondido. Se querem fazer outras intervenções, planejam melhor e, portanto, seja transparente com a população.

Afinal, não queremos que as famílias políticas voltem.

Clique aqui para conferir mais fotos da Pinacoteca:

Mais fotos publicamos em outro artigo.

Zila Mamede e sua história contada em vídeo

Zila Mamede

Nasceu na cidade de Nova Palmeira, mas foi a cidade de Currais Novos que lhe abraçou. Sim, estou falando de Zila Mamede. Além disso, ela não é apenas o nome de uma biblioteca da universidade, como também contribuiu para a história da literatura do Rio Grande do Norte, estimulando o trabalho de novas poetas.

Mais um episódio do Brechando Vlog no ar sobre Mamede

Zila Mamede é o tema do nosso mais novo vídeo, o Brechando resolveu falar disso no Youtube. Sem contar que temos vários curiosidades e um trecho de uma entrevista com a poeta feita no final do anos 70. Para assistir o vídeo na íntegra, dê o play, portanto, a seguir:

Gostou de saber do vídeo? Deixe aqui o seu comentário e não se esqueça de inscrever no canal.

Artistas da reinauguração da Pinacoteca cancelam a exibição

Pinacoteca

A exposição “Paisagens: diálogos contemporâneos” não vai abrir neste sábado (4), na Pinacoteca, após o impasse entre a FJA e a curadoria, que prometia unir uma ponte entre o acervo do Governo com os artistas contemporâneos. Seria uma exposição do acervo da Pinacoteca composto por cerca de 60 obras de artistas históricos como Newton Navarro, Maria do Santíssimo, Abraham Palatinik, Dorian Gray Caldas, Zaíra Caldas, além de artistas jovens convidados que ficará em cartaz até de abril de 2022.

O artista Everson de Andrade é um dos que teriam obras expostas e mostra a sua indignação:

Estou bem revoltado, uma vez que não é de hoje que acontece esse desrespeito com as artes visuais no estado. Esse é mais um cúmulo desses desrespeito. Veja, não digo que é o cúmulo, é mais um! Pois cada vez a gestão da FJA se supera na má gestão quando se trata de artes visuais. E agora chegamos ao momento no qual uma Pinacoteca será reinaugurada e a gestão garantiu 3 apresentações musicais e a Exposiçãode artes visuais foi quase que construída às pressas. Digo quase, visto que ela não chegou a ser construída. Faltaram as paredes. Leva-se a acreditar que a atual gestão de cultura do estado só se preocupou em realizar a exposição depois que foi veiculado as bandas e nada da exposição. Aí parece que a atual gestão de cultura lembrou que o estado tem artista visual.


A curadoria seria assinada por Sofia Bauchwitz, Sanzia Pinheiro e Diego Souza, sob a coordenação do artista visual João Natal, um dos responsáveis pelo Museu da Rampa.

Confira a nota na íntegra:

Comunicado sobre a exposição Paisagens: diálogos contemporâneos

Viemos a público comunicar a suspensão da exposição “Paisagens: diálogos contemporâneos”, sob a nossa curadoria, até então prevista para a reabertura da Pinacoteca, no próximo dia 04/12/21.

Desde o começo o propósito da curadoria, alinhado com a direção, foi o de pensar o acervo e promover um diálogo com a produção contemporânea. Infelizmente, por razões técnicas e estruturais, a exposição se tornou inviável no prazo e nas condições apresentadas, tanto para a curadoria quanto para os artistas convidados.

Isso posto, reafirmamos nosso comprometimento com os artistas e o seguimento das artes visuais, e tão logo a Pinacoteca disponha das condições adequadas para a realização de uma exposição, estaremos dispostos a realizar da melhor forma possível.


Diego Souza, Sanzia Pinheiro e Sofia Bauchwitz

Perfil denuncia que a reforma está inacabada

O fotógrafo e criador do Margem Hub, João Oliveira, denunciou em seu perfil que a Pinacoteca não está pronta e muito menos para receber o público.



Os shows vão continuar

A reinauguração do prédio da Pinacoteca do Estado (antigo Palácio Potengi e sede do Governo) acontece neste sábado (4). O prédio fica no bairro de Cidade Alta e é administrado pela Fundação José Augusto (FJA).
A solenidade oficial de reinauguração será às 10h com a presença da governadora Fátima Bezerra, autoridades e convidados. A partir das 17h, em palco armado em frente ao prédio, nas proximidades da Praça 7 de Setembro, haverá um show com as bandas Skarimbó, Luísa e os Alquimistas e a Cordel do Fogo Encantado que retorna às atividades nesta apresentação.

Três atrações musicais celebram a reabertura do espaço a partir das 17h. Se apresentam os potiguares Skarimbó, Luísa e os Alquimistas e a banda pernambucana Cordel do Fogo Encantado. As apresentações serão realizadas em palco armado ao lado da Praça Sete de Setembro. A entrada será gratuita com obrigatoriedade do uso de máscara e apresentação de passaporte vacinal.

Sobre os shows falamos por aqui

Fundação José Augusto respondeu em nota

A Fundação José Augusto (FJA) emitiu uma nota dizendo que vão expor os trabalhos que estão no acervo da Pinacoteca e que a programação está prevista como planejado. Veja a nota na íntegra:

NOTA

A Fundação José Augusto (FJA) informa que será aberta neste sábado (4) na Pinacoteca do Estado uma mostra do acervo próprio do Governo do Estado composta por 60 obras de artistas históricos como como Newton Navarro, Maria do Santíssimo, Abraham Palatinik, Dorian Gray Caldas, Zaíra Caldas, entre outros.

A mostra do acervo da Pinacoteca prossegue aberta ao público, de terça a domingo no horário das 8h às 16h30.

O cancelamento da exposição “Diálogos Contemporâneos” foi motivado por questões técnicas explicada em comunicado pelos curadores.

Respeitamos a decisão de cancelamento da mostra, agradecemos o esforço e reafirmamos nosso diálogo sempre aberto com os artistas e fazedores de Cultura do RN.

Natal (RN), 3 de dezembro de 2021.

Tulipa Ruiz se apresenta no Parnamirim Jazz e de graça

A cantora Tulipa Ruiz vai se apresentar no Parnamirim Jazz, que vai acontecer no dia 16 de dezembro. Será no Cine Teatro da cidade junto com outros artistas potiguares, como Khrystal e João Batista do Fama.

Além disso, a entrada é gratuita e também transmitirá em live no YouTube.

Esta é terceira vez que a cantora está no RN. A primeira aconteceu no Mada de 2014 e posteriormente no Festival Dosol, quando acontecia ainda na Ribeira. Ou seja, ambas em Natal.

Sobre Tulipa Ruiz

Tulipa Ruiz Chagas é uma cantora, compositora e ilustradora brasileira. Nasceu em Santos, mas passou boa parte de sua adolescência em Minas Gerais. Além disso, seu irmão e pai trabalham com a música.

Na adolescência, com a influência do ambiente musical da família, trabalhou numa loja de discos da cidade.

Saiu de Minas Gerais aos 22 anos para cursar Comunicação e multimeios na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Foi nesta época que começou a trabalhar como cantora.

Depois que voltou para a capital paulista, trabalhou quase dez anos como jornalista. Nos últimos anos, passou a abraçar os desenhos – outra paixão de criança – e, ao criar seu Myspace, resolveu entrar para a música e colocou algumas canções na página. Foi o suficiente para abraçar a ideia, começar a fazer shows.

Ao todo já produziu quatro discos.