Tempo de leitura: 2 minutos

O jogo Super Mario Run foi lançado no dia 15 de dezembro para os celulares iOS, ou seja, aqueles que tem Iphone foram privilegiados para experimentar primeiro. Mas, galera do Android, nem se anime muito, pois o jogo é bem fraquinho e dá vontade de querer ir ao sebo comprar um Super Nintendo para jogar aquele clássico.

Os sons de quando você pega uma estrela, a aceleração de quando Mario está há poucos segundos do fim do tempo para completar a fase, quando morre ou cresce graças a um cogumelo estão todos lá.

As fases do Super Mario Run
As fases do Super Mario Run

Assim que baixar, você precisa logar sua conta da Nintendo ou do Facebook e Google+ para poder jogar. Depois, eles mostram um tutorial, que é uma parte bem chatinha, mas está todo escrito em português do Brasil.

Tutorial do jogo começa nesta imagem
Tutorial do jogo começa nesta imagem

O estilo de se mantém como outros jogos da mesma série, onde você deve saltar sobre os inimigos, coletar moedas e evitar os perigos no caminho. O objetivo do jogador é conseguir que Mario chegue com segurança através do nível atual no menor tempo possível.  Até aí tudo bem, o problema falarei logo a seguir.

Super Mario Run é um jogo de plataforma em que o jogador controla o Mario como ele corre automaticamente da esquerda para direita, permitindo assim o controle com uma mão tocando na tela para realizar saltos e se manter o contato com a tela, dará saltos mais altos. Sim, esta parte eu achei bastante ruim, pois deixa o jogo de forma automática e muito fácil de abusar.

Quer bolo?
Quer bolo?

Quem queria um jogo idêntico aos consoles da Nintendo irá se decepcionar, pois ele tenta ser simples e, ao mesmo tempo, inovador. Se você é nostálgico e quer jogar de uma forma parecida com o videogame, procure um emulador. Ou compre um aplicativo do Sonic The Hedgehog, que custa seis reais e faz você se sentir no Mega Drive.

Você pode ler também:  Um jogo brasileiro sobre invasão de alienígena

OBS: Gosto do Mario e do Sonic.

Vai quebrar a cara com Super Mario Run, como eu, pensando que teria uma sensação de nostalgia e assim que baixa descobre que é um semi-endless run, sendo que com fases diferentes e bastante elaboradas, que faz com que o usuário se iluda um pouquinho.

A Nintendo, no entanto, só liberou gratuitamente o primeiro mundo para jogar gratuitamente. Quer continuar jogando? Pague 10 dólares, que são 30 reais.

Um minuto de silêncio
Um minuto de silêncio

Outro fator negativo é a obrigatoriedade de uma conexão com a internet para jogar, mesmo que seja o modo offline dos mundos. Isso praticamente acaba com o fator portabilidade.

Super Mario Run mostra que a Nintendo só está começando a se aventurar por diversas plataformas, daqui a pouco eles vão estrear o Nintendo Switch, cujo o teaser pode ser conferido a seguir:

 


Post Anterior | Próximo post

Deixe uma resposta

Você ainda não leu a revista do Brechando? Clique no link a seguir e leia um conteúdo exclusivo.

Ei, você sabia que a Revista Brechando nº 2 está disponível na Amazon? Independente se você mora em Natal ou não, você vai ter acesso a sua revista.

 

Sobre a autora

Jornalista formada pela UFRN, criou o blog em 2015 e não esperava que fosse fazer altas brechadas sobre Natal-RN e outras cidades que visitou. Gosta de trabalhar com a internet, mídias sociais, fotografar e escrever. Clique aqui para saber mais sobre mim.

Desenho: @umsamurai

Brechando Vlog

Arquivos

Calendário

dezembro 2016
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Categorias