Tempo de leitura: 2 minutos

Nós temos três cinemas na cidade: Cinemark, Cinépolis e Moviecom. São empresas multinacionais e possuem várias unidades no Brasil ou em outros países. Sabia que a gente tinha mais cinemas? Não? Com o avanço dos shoppings, todavia, estes tiveram que fechar as suas portas.

Os cinemas surgiram durante a temporada dos americanos durante a Segunda Guerra Mundial.

No centro de Natal havia três: Rex, Rio Grande e Nordeste. Ambos eram bastantes frequentados por natalenses e tiveram seu fim de forma similar. Para achar as fotos desses cinemas foi bastante difícil. Achei em blogs de historiadores e artigos.

A história de cada um poderá ser vista a seguir:

Cine Rex

Era uma rede de cinemas e tinha várias unidades nas cidades brasileiras. Aqui em Natal, por exemplo, ficava na Avenida Rio Branco. O prédio branco e bem alto dava para ser visto nas fotos antigas. Ficava em frente da antiga cigarreira Zeppelin, onde podia comprar cigarros gringos.

Os artigos de jornalistas e historiadores apontam que o Rex tinha matinês de domingo e podia assistir seriados. De acordo com Elísio Augusto e Silva, criador da Fundação Amigos da Ribeira, em seu artigo publicado no Jornal de Hoje, no hall de entrada da sala de projeções, do lado esquerdo, ficava localizada uma bomboniere, que vendia chocolates Falchi, língua de gato, Leite-e-Mel, Sonho de Valsa, balas Dea, buzis, drops Dulcora, pirulitos Kibon e Zorro.

Não tinha cadeiras confortáveis e eram duas salas de cinema. Recebeu 430 mil espectadores e a média anual era de 934 sessões. O espaço fechou em 1972 e hoje o prédio funciona a loja Insinuante.

Álbum do Cine Rex

Este slideshow necessita de JavaScript.


 

Você pode ler também:  Professor da UFRN faz pesquisa com músicas do Iron Maiden

Cinema Nordeste

No final da Rua João Pessoa havia o Cinema Nordeste, inaugurado em 1958. Os mais novos lembram pelas exibições de filmes pornôs e os mais antigos reconhecem que assistiram grandes clássicos nas duas salas existentes. Era um dos poucos que tinha ar-condicionado e cadeiras confortáveis. O prédio também foi espaço para a sede da Rádio Nordeste em Natal.

Após o período de decadência e exibindo filmes pornôs, o cinema fechou. Em 2008, a loja Leader está em seu lugar. A fachada e paredes externas foram tombadas como patrimônio cultural pelo Governo do estado em 26 de junho de 2008.

A empresa, além de preservar o prédio, se comprometeu a revitalizar a Praça Kennedy e o Beco da Lama, nas proximidades.

Álbum do Cinema Nordeste

Este slideshow necessita de JavaScript.


Cinema Rio Grande

Fundado em 1948, o Cine Rio Grande pertencia a uma companhia de Recife e ficava situado na Avenida Deodoro da Fonseca. Assim como o Cinema Nordeste, o local recebia equipamentos modernos da época e recebia em torno de dois mil espectadores.  A inauguração aconteceu no ano seguinte, com a presença do governador José Augusto Varela.

Muitos assistiram os filmes clássicos nas telas do Rio Grande. A sua decadência, porém, veio na década de 1980. No ano de 1991, a sala foi desativada e foi criado o Cine Rio Verde, composta por duas salas em um espaço menor, que funcionou até meados da década de 2000. Hoje, o prédio do Cinema Rio Grande é utilizado por uma igreja evangélica.

Álbum do Cine Rio Grande 

Este slideshow necessita de JavaScript.


Post Anterior | Próximo post

Você ainda não leu a revista do Brechando? Clique no link a seguir e leia um conteúdo exclusivo.

Ei, você sabia que a Revista Brechando nº 2 está disponível na Amazon? Independente se você mora em Natal ou não, você vai ter acesso a sua revista.

 

Sobre a autora

Jornalista formada pela UFRN, criou o blog em 2015 e não esperava que fosse fazer altas brechadas sobre Natal-RN e outras cidades que visitou. Gosta de trabalhar com a internet, mídias sociais, fotografar e escrever. Clique aqui para saber mais sobre mim.

Desenho: @umsamurai

Brechando Vlog

Arquivos

Calendário

setembro 2015
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Categorias