Moema Tinoco

Tempo de leitura: 2 minutos

A gente sabe que Moema Tinôco é uma das principais vias da zona Norte e também nome de escola municipal. No entanto, a sua biografia não é tão estudada e despertou a minha curiosidade para saber quem é ela. A senhora de branco, sentada, é a Moema. A primeira coisa que descobri foi o seu nome completo, Moema Tinôco da Cunha Lima. Os dois últimos sobrenomes, portanto, mostra a sua associação com políticos da Paraíba e intelectuais de Natal, uma vez que foi a esposa de Diógenes da Cunha Lima.

Para quem não sabe, Diógenes é advogado, mas também foi professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no qual exerceu o cargo de reitor na década de 80. Além disso, ele é poeta, escritor e adora divulgar a arte potiguar de diferentes formas.

Diógenes a descrevia como “raça da onça”, uma alusão em dizer que era uma mulher bastante forte e inteligente.

Mas, quem foi Moema Tinôco?

Moema Tinoco da Cunha Lima, nasceu em 04 de junho de 1947, em João Pessoa. Seus pais são Artur Tinoco Filho e Carmésia Ramalho Tinoco. A sua educação básica foi em Recife, mas se mudou para Natal para estudar pedagogia na UFRN.

Aos 20 anos, no ano de 1967, casou-se com o advogado escritor e poeta Diógenes da Cunha Lima, em João Pessoa. Dos padrinhos do seu casamento, destacam-se o Luís da Câmara Cascudo e Onofre Lopes. Por falar em Câmara Cascudo, o Diógenes lhe considera mestre e sua fonte de inspiração.

Juntos, eles tiveram três filhos Leila, Diógenes Neto e Cristine.

Entre os seus feitos, colaborou com a criação da Associação e Orientação aos Deficientes de Natal (Adote), fundou e orientou o Centro de Reabilitação juntamente com a médica Lenira Bessa e a fisioterapeuta Solange Brandão. Além disso, incentivou o programa Natal da Criança Pobre.

Você pode ler também:  Quem foi o Capitão-Mor Gouveia?

Dentro da UFRN, ela lançou o projeto Memória Musical, que era um festival de música popular. E lançou um livro de memórias, sob o título de “Ensina-me a viver”.

Moema Tinoco em 1987

Faleceu no dia 06 de setembro de 1991 de uma paralisia . O Livro Ensina-se a Viver é uma das grandes lições de vida deixadas por Moema.


Post Anterior | Próximo post

Deixe uma resposta

Você ainda não leu a revista do Brechando? Clique no link a seguir e leia um conteúdo exclusivo.

Ei, você sabia que a Revista Brechando nº 2 está disponível na Amazon? Independente se você mora em Natal ou não, você vai ter acesso a sua revista.

 

Sobre a autora

Jornalista formada pela UFRN, criou o blog em 2015 e não esperava que fosse fazer altas brechadas sobre Natal-RN e outras cidades que visitou. Gosta de trabalhar com a internet, mídias sociais, fotografar e escrever. Clique aqui para saber mais sobre mim.

Desenho: @umsamurai

Brechando Vlog

Arquivos

Calendário

julho 2021
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Categorias