arrependimento renovar

Crônica: Arrependimento de não renovar

brechadas
Compartilhe:

Você teve aquele arrependimento ao não saber renovar? Sabe aquela sensação que poderia ter feito diferente? Essa sensação é o que sinto toda vez que realizo um processo seletivo. Tinha dois projetos para inscrever no edital: 1) A Continuação de um projeto existente, e 2) Colocar um projeto inédito.

Mas a zona de Conforto falou mais alto e o medo de colocar um projeto inédito, além de ser considerado algo que pudesse diferir do edital do processo, me fez continuar a insistir no processo existente. Além disso, eu queria colocar os dois, mas só podia escolher um. Então, eu trabalhar tentei provar que a continuação é um trabalho de sucesso e coloquei todo o amor no processo seletivo.

Eu tinha a “certeza” que seria sucesso. Sabe aquela expressão, chamada ‘Quanto maior o orgulho maior a queda!‘, certo? Foi assim que aconteceu. Apesar de a colocação ter sido boa, não passei e a maioria dos selecionados voltavam aos projetos inéditos.

Minha ansiedade esperando o resultado virou dúvida se estava colocado no caminho certo ou deveria botar o que era inédito. E fica a culpa por se sentir ansiosa e confiante.

Escrevendo este texto, fiz um desabafo de que você nunca vai ter aquela certeza e pode se arriscar para não ter o arrependimento em renovar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *