Que sucesso Letrux fez lá na minha casa, em Natal

entrevistas Mada 2022
Compartilhe:

Letrux está na minha lista de cantoras favoritas da nova safra de MPB e recentemente esteve em Natal. Desde 2018, eu a escuto e amo a sua voz grave, além de letras que traz acontecimentos dramáticos e um pouco de alívio cômico. De lá para 2022 veio se mostra gigante tanto no tamanho pessoal (eu sentada batia no cotovelo dela) quanto também em seu talento. 

Letícia, Letrux ou Letuce, nome de sua antiga banda. Não importa. Ela está causando de todos os jeitos e em entrevista exclusiva ao Brechando durante o Mada 22 a gente conversou de tudo, desde stand-up até sobre a expectativa para as Eleições 2022. 

“O meu show é muito falado hoje. Não sei como será, porque é um show mais de festival, mais curto. O sentimento de tempo entre as músicas e falar uma história com a plateia. Tento trazer isso ocasionalmente, sai uma historinha engraçada, mas no show depende se a plateia tiver quente ou conto babado”, contou.

Eleição

Claro que não podíamos falar de uma coisa que assumidamente compartilha nas redes sociais, o seu apoio ao presidente Luís Inácio da Silva. Além disso, o próximo domingo, 2 de outubro, ocorrerá a votação do primeiro turno e perguntei sobre as suas expectativas para este momento, que muda sempre a história do país. 

“Acredito que vou explodir, acabei de ver um meme hoje aqui e percebi hoje não estou preparada. Meu corpo explodirá,  virarei uma estrela vermelha”, comentou a cantora, que admitiu que votou sempre no PT.

Perguntei se pensaria que o bolsonarismo iria virar caso não ganha o primeiro turno, ela prontamente tranquilizou e enfatizou o porquê de vencer logo no dia 02 de outubro. “Se a gente não passar no primeiro turno, não vamos esmorecer. Lutaremos, vamos manifestar. Estou confiante. Mas se não rolar a gente não pode esmorecer”, pediu. 

Nova turnê de Letrux começou no Mada 2022 em Natal

A edição do Mada 22 marcou a volta de Letrux aos palcos com a turnê de seu mais novo disco, “Letrux aos prantos”, que teve ser adiada por conta da pandemia do novo coronavírus. Entretanto, a apresentação se destacou pelas performances de teatro (a mulher é expressiva demais)  e o equilíbrio de colocar na set-list os sucessos dos dois discos. 

Além disso, esta é a primeira vez da cantora ao Mada, visto que as outras vezes na capital potiguar foi através do Dosol. “A gente tem uma lembrança de Natal, gosto da praia, pôr do sol, astral, axé e a gente fica muito feliz e animado. O nosso show é cheio de ideias, com bastante fogo e a gente não entra para brincar”, finalizou a cantora. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *