Por que o mirante do Parque da Cidade é desse jeito?

brechadas Cidades Curiosidades
Compartilhe:

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte foi projetado por ninguém menos que Oscar Niemeyer. Na época da projeção do Mirante, que tem formato de olho, Niemayer  estava próximo dos 100 anos e ainda estava em atividade.

É nesta torre que vem o Memorial Natal, onde está localizado o mirante do Parque. A torre que abriga a atração tem 45 metros, com acesso por elevador e, lá de cima, a cidade é vista por um belo ângulo. A seguir uma foto do mirante por dentro.

 

Esta é a visão que se tem do alto do mirante do Parque da Cidade (Foto: Trip Advisor)

Mas será que o mirante do Parque da Cidade está aberto?

De acordo com o site da Prefeitura do Natal, a torre funciona a partir das 15 horas até 17h30, sempre na quinta aos domingos.

Afinal, quem foi Oscar Niemayer?

Oscar Ribeiro de Almeida Niemeyer Soares Filho foi um arquiteto brasileiro, considerado uma das figuras-chave no desenvolvimento da arquitetura moderna. Além disso, ele projetou a cidade de Brasília, que futuramente seria a capital do Brasil. Além disso, foi um dos projetistas da sede da Organização das Nações Unidas (ONU), nos Estados Unidos.

Em 1956, Niemeyer foi convidado pelo novo presidente do Brasil, Juscelino Kubitschek, para projetar os prédios públicos da nova capital do Brasil. A mesma construída no centro do país. Seus projetos para o Congresso Nacional do Brasil, o Palácio da Alvorada, o Palácio do Planalto, o Supremo Tribunal Federal e a Catedral de Brasília, todos terminaram em 1960,

Esse trabalho levou à sua nomeação como diretor do departamento de arquitetura da Universidade de Brasília, bem como membro honorário do Instituto Americano de Arquitetos. Devido à sua ideologia de esquerda e sua militância no Partido Comunista Brasileiro (PCB), Niemeyer deixou o país após o golpe militar de 1964 e, posteriormente, abriu um escritório em Paris.

Niemeyer continuou a trabalhar até dias antes de sua morte, em 5 de dezembro de 2012, aos 104 anos.

Compartilhe este texto para o máximo de pessoas e não esqueça de deixar aquele comentário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *