cartão-postal Natal

Mais cartão-postal que achamos em Natal

Cidades
Compartilhe:

O postal correspondência em que uma de suas faces possui uma figura, uma fotografia etc, já sua outra face tem como destino para as direções e possíveis comentários ao remetente. Além disso, o cartão-postal geralmente envia-se sem envelope. Antigamente, em um tempo que não havia uma rede social, as pessoas mandavam mensagens. Uma forma de dizer que está bem ou mostrar como a vista é bonita.

Além disso, as pessoas também usavam para colecionar, principalmente o fato de fotografar era bem difícil e nem sempre a revelação era fácil e barata.

Cartão-postal de Natal, achamos mais

Achamos mais o cartão-postal é uma simplificação da carta. Trata-se de um pequeno retângulo de papelão fino, com a intenção de circular pelo Correio sem envelope, tendo uma das faces destinada ao endereço do destinatário, postagem do selo, mensagem do remetente e na outra alguma figura. Além disso, geralmente, os cartões-postais usavam como base as fotografias de profissionais, como Jaeci ou Grevy.

A vantagem dos postais, como também são conhecidos, é o porte de valor inferior ao das cartas comuns e a dispensa do uso do envelope tornava a correspondência mais fácil e mais barata.

Os primeiros cartões-postais emitidos eram de monopólio oficial e já vinham selados. Com o decorrer dos anos outros países passaram a autorizar as indústrias a imprimirem esses cartões-postais para circularem pelos correios, depois encaminhavam, selavam e enviados pelos correios.

Hoje, eles são instrumentos de pesquisa para saber como era Natal antigamente. Pesquisando no Mercado Livre, podemos encontrar alguns postais custando, no mínimo, R$ 120.

Achamos mais cartões postais

O Brechando coletou mais 11 destes cartões, que mostram Natal no início do século XX até a década de 1980. Confira, portanto, a seguir e avance o álbum. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.