Casa da Ribeira suspende contrato com o Museu da Rampa

brechadas
Compartilhe:

A equipe quda Casa da Ribeira compartilhou uma nota nesta sexta-feira (24) que vai suspender o contrato para ser o responsável pelo Museu da Rampa, que esta sendo alvo de investigacao do Ministério Público. A promotoria suspeita que há irregularidades nos contratos apresentados, porém negado pela organização.

“Mais uma vez, reiteramos a integridade das ações realizadas pela Casa da Ribeirareferentes ao projeto “Rampa – arte museu paisagem”, que se somam aos seus mais de 20 anos de lutas e conquistas no cenário cultural regional, nacional e internacional, sem qualquer ocorrência que desabone sua conduta. E, novamente, nos colocamos à disposição para qualquer esclarecimento”, diz a nota.          

Confira a nota completa a seguir:

COMUNICADO
 
 
               O Espaço Cultural Casa da Ribeira, na condição de parceiro do Estado do Rio Grande do Norte, através do Acordo de Cooperação publicado no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte, em março deste ano, que tem por objetivo a implementação do “Complexo Cultural da Rampa”, mediante a disponibilização do espaço situado na Rua Cel. Flamínio, nº. 01, Santos Reis, Natal/RN, expõe à imprensa e ao público em geral as informações abaixo.
 
               A princípio, o Espaço Cultural Casa da Ribeira, somente teve conhecimento que o Acordo de Cooperação havia sido suspenso pela Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC), no dia 10 de junho de 2022, através dos veículos de comunicação. E que, apenas no dia 20 de junho, após envio de ofício solicitando explicações, a Casa da Ribeira foi formalmente comunicada pelo Estado do Rio Grande do Norte, por meio da SEEC, no intermédio do Ofício nº 1389/2022/SEEC – GS/SEEC – SECRETÁRIO-SEEC, no qual constou a determinação de:
 
 “suspensão da execução do Plano de Trabalho do Acordo de Cooperação n°01/2022 pactuado entre esta Secretaria, a Secretaria de Estado do Turismo – SETUR e o Espaço Cultural Casa da Ribeira, pelo período de 30 (trinta) dias, tendo em vista o constante na Recomendação expedida pela 60ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público da Comarca de Natal”.
              
               Ao final do referido documento, o Estado do RN solicitou que o Espaço Cultural Casa da Ribeira tomasse as necessárias providências em atendimento à medida de suspensão, até a próxima definição. Sendo assim, considerando as particularidades do caso, comunicamos que estão sendo adotadas as medidas necessárias nesse sentido, de modo que as ações estão temporariamente suspensas, dentre elas aquelas relativas ao Edital Estado de Luta.
 
Mais uma vez, reiteramos a integridade das ações realizadas pela Casa da Ribeira, referentes ao projeto “Rampa – arte museu paisagem”, que se somam aos seus mais de 20 anos de lutas e conquistas no cenário cultural regional, nacional e internacional, sem qualquer ocorrência que desabone sua conduta. E, novamente, nos colocamos à disposição para qualquer esclarecimento.          
 
Espaço Cultural Casa da Ribeira
Representado por Carlos Henrique Lisboa Fontes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.