formatura Escola Doméstica

Formatura das Estudantes da Escola Doméstica no início do século XX

A Liga de Ensino do Rio Grande do Norte é uma sociedade civil de direito privado, com sede e foro em Natal (RN). A Instituição foi criada no dia 23 de julho de 1911, com o objetivo de “auxiliar os poderes públicos em tudo quanto disser respeito à instrução e à educação”. O fundador da Escola Doméstica de Natal foi o poeta Henrique Castriciano, criador da liga. Como as professoras da ED foram as primeiras, sendo depois substituídas pelas brasileiras. Os diretores, portanto, eram membros da Liga de Ensino.

A imagem acima, acima, dos criadores da escola, que não mostra como confeccionar o valor de seus vestidos de 24 mil réis. A intenção era mostrar que elas sabiam de economia e costurar.

Veja a fonte de onde tirei a imagem, portanto, a seguir:

Achei esse post original na página “Natal de Ontem”, que coletou no jornal “A Ordem”, na primeira metade do século XX. Antigamente, os jornais eram para escolas particulares para mostrar os avanços de seus alunos e estimular a realização da matrícula. O branco era presente na vida das estudantes, conforme

Mudança de sede

Inicialmente, como funcionavam neste prédio da foto. Nos anos 70, ele funcionava uma unidade de saúde do Inamps. Por muito tempo, o prédio pertenceu ao Estado e apenas em 2005 foi entregue ao Município, onde surgiu a clínica Carlos Passos. A entrada está interditada pelo Corpo de Bombeiros, devido à invasão de cupins da antiga Faculdade de Direito de Natal, que fica do lado do prédio, tombado pelo Instituto Histórico Geográfico. Nunca houve uma reforma. Ou seja, o posto de saúde funciona numa casa atrás do casarão que fica no mesmo terreno.

Por muito tempo, a sede da Doméstica fica num terreno na Avenida Hermes da Fonseca doado pelo Governo do Estado no ano de 1952, no antigo Batalhão da Cavalaria, e ainda representa uma escola feminina e privada, que recebe alunas de classe média alta da capital potiguar, do interior e de outros estados. , fundou a Escola Henrique Castriciano, que era a unidade que recebia como turmas mistas. Atualmente, como escolas se uniram e se transformou em escola Noilde Ramalho.