A arte urbana de colocar adesivos em todos os lugares

brechadas Curiosidades
Compartilhe:

A foto acima mostra um dos flagrantes que fiz em SP, quando vi que a moda não era só deixar as suas assinaturas ou desenhar em um ambiente público. Uma das intervenções urbanas mais comuns era adesivar os lugares, com adesivos personalizados, criados por artistas visuais. Vendo este espaço relembrei alguns dos meus flagras nas terras potiguares, onde vi que o sticker estava cada vez mais comum. Por isso, o objetivo deste post é desmistificar um pouco desta arte.

O que é Sticker

É o ato de adesivar lugares públicos, que pode ser realizado com o propósito de transmitir uma mensagem ou pelo simples prazer de enfeitar a rua expondo seu gosto ou ponto de vista no alto de um poste, no final de uma placa ou até mesmo no pé de um muro.

Os primeiros chegaram no Brasil como adesivos decorativos utilizados na decoração de residências e lojas. Os adesivos são recortados em vinil autoadesivo e protegidos por máscara transparente que o aplicador retira ao fixá-los no local de destino – que deve ser um espaço liso.

Quando surgiu o Sticker

 

De acordo com o Wikipédia, o também chamado Sticker art é uma modalidade de Arte urbana que utiliza de etiquetas adesivas. É uma manifestação da arte pós-moderna popularizada na década de 1990 por grupos urbanos ligados à cultura alternativa. 

Hoje, vários artistas, bandas e tribos urbanas criam adesivos personalizados e os compradores grudam em vários lugares, inclusive nas ruas.

Onde achar em Natal

Primeiramente, o stickers está aderindo aos poucos em Natal. Entretanto, os seus primeiros sinais estão em praças e placas de trânsito das principais vias da cidade. A praça do Disco, por exemplo, já tem adesivos personalizados em suas lixeiras, postes e outros equipamentos urbanos.

Na Cidade Alta, por exemplo, próximo da Assembleia Legislativa já apresenta alguma dessas manifestações artísticas. 

Brechada em Natal

A seguir, portanto, apresento alguns dos meus flagrantes da arte do sticker em Natal. Confira: 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.