Artigo

Atualizando sobre o que é ser social mídia

Compartilhe:

Em 2017 eu fiz um texto para explicar sobre meu trabalho como social mídia. Mas, cinco anos depois, muita coisa mudou e são vários termos, novas formações e todo ano estudo para atualizar os meus trabalhos, que concilio com o Brechando. Afinal, sou uma profissional de comunicação e preciso de vários empregos que me ajudam a pagar os meus boletos.

Este ano viajei para estudar e rapidamente a minha percepção de me atualizar só cresce, uma vez que a internet só cresce, as redes sociais mudam e a forma de criar conteúdo nem se fala.

Inicialmente, eu pensava que ser social mídia era o que todo acha:

  • Atualizar as mídias sociais.
  • Responder os comentários e deletar os maldosos.
  • Revisar o conteúdo.
  • Stalkear os haters dos meus clientes.
  • Viralizar na internet.

Infelizmente eu tenho algo que te contar…Bem…Não é fácil ser pop e sofri para conseguir acertar o equilíbrio do que o cliente, meu trabalho e público-alvo desejam para um perfil de uma rede social.

Você já viu os filmes adolescentes americanos da festa de formatura? As garotas fazem de tudo para ser a rainha do bale, com cartazes bonitos, mensagens e às vezes jogam até sujo. No universo das redes sociais não é diferente. Por isso, quanto mais habilidades que o gestor em mídias sociais tiver, mais oportunidades criar estratégias melhores aos clientes e cargos em boa empresa.

Hoje, uma empresa não tem apenas o nerd que mexe nas redes sociais. Existe uma equipe similar de redação de jornal para produzir o melhor conteúdo possível. Pode ser vinda do departamento de marketing da empresa ou contratar uma agência de publicidade.

Poderia dizer que todas as empresas precisam ter redes sociais, defendia até essa tese. Entretanto, hoje eu sei a importância de valorizar os 4Ps do marketing e tenho que seguir a estrada de tijolos amarelos para chegar na terra de Oz.

Se você quiser ser um bom social mídia

Para ser um bom social mídia aconselho a estudar e muito, principalmente os cursos de graduação relacionados à área, como administração, jornalismo, publicidade, marketing e audiovisual. Além disso, procure fazer os cursos de extensão ou uma especialização na área, pois isto realmente ajuda a adentrar no mercado e boa parte dos professores possuem agência ou conhece alguém que tenha.

Assim como você estuda uma empresa na entrevista de emprego, estude o seu cliente para que possa criar caminhos melhores para que ele possa conseguir o objetivo nas redes sociais: contato com o cliente. Sabendo dele você vai saber se ele precisa de gestão de tráfego (Facebook Ads e Google Ads), legendas e textos utilizando o copywriting (minha especialidade), mudar a direção de arte (alô, UX design) ou apenas escolher as redes sociais certas (gestor de conteúdo).

Então, é impossível tomar a conta da rede social de uma empresa sozinho e você precisa de pessoas com estas especialidades para que não tenha algum erro.

Fuja dos gurus do marketing, pois eles vão te dar apenas o básico para aprender e depois vender curso caro para fornecer coisas mais supérfluas ou fórmulas que não combinam para todas as empresas.

Seja um forte usuário da internet, vá em fóruns e comunidades. Entenda as tendências, o que viraliza e consuma todo tipo de cultura, sem preconceito. Ademais, converse com os outros profissionais da área, pois isto ajuda a abrir sua mente e lembrar que você consegue criar conexões com as pessoas, fazendo com que a profissão seja gostosa.

Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *