Paulinha Abelha morre

Paulinha Abelha, do “Calcinha Preta”, morre aos 43 anos em Aracaju

brechadas
Compartilhe:

Nesta quarta-feira (23), a cantora Paulinha Abelha faleceu em Aracaju, Sergipe. Em coletiva anunciada pela imprensa, a equipe da banda de forró Calcinha Preta anunciou a que o coma da cantora era profundo. Ela estava internada para luta contra complicação nos rins e não resistiu ao tratamento. A artista visitava bastante o Rio Grande do Norte e por isso resolvermos realizar esta postagem, assim como aconteceu com Marília Mendonça.

A sua última apresentação nas terras potiguares foi em novembro de 2021. Deixou esposo e um filho. Tem um vídeo do Ceará Abelha comentando sobre o show.

No sábado, o Brechando fez uma homenagem à cantora

A cantora Paulinha Abelha está internada enfrentando uma batalha contra a insuficiência renal. Entretanto, o Brechando realizará uma homenagem à cantora conhecida pela formação clássica do Calcinha Preta, que é a banda de forró mais metaleira que conhecemos. Queremos falar da música que o título é seu nome.

Além disso, Calcinha Preta é lembrada pelas versões em português de ritmos famosos no estrangeiro.

E Angra, Heart, Mariah Carey, Bruno Mars e entre outros artistas estão na playlist. Mas, a versão “Paulinha” foi a que mais marcou a banda, pois foi uma tiração de onda do fato da cantora Paulinha se casar com o outro cantor da banda, Marlos Abelha.

Como surgiu a carreira de cantora

Nascida em 16 de agosto de 1978, Paula de Menezes Nascimento iniciou sua carreira musical aos 12 anos, no interior do Sergipe.
Na época, ela cantou na banda Flor de Mel durante três anos e logo foi convidada para integrar o grupo Panela de Barro, quando conheceu Daniel Diau, mossoroense radicado em Sergipe.

Assim, juntamente com Diau, integraram a formação clássica do Calcinha Preta.

Ficou na banda até 2010. Ela deixou o grupo para seguir seu então marido, Marlus Viana, com a GDÓ do Forró. Nesta mesma época o hit “Paulinha” estourou nas rádios e virou sucesso, para os pesadelos das noivas que se chamavam Paula.

Para saber mais é só clicar neste link aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.