Margem Hub

Após a pandemia, Margem Hub abre as portas neste FDS

Cidades
Compartilhe:

Margem Hub é um espaço primeiramente para receber exposições de artistas e fotógrafos da cidade, além de trocar diálogo sobre os respectivos trabalhos. O espaço fechou por conta da pandemia do novo coronavírus. Com mais da metade dos potiguares com as duas doses no braço, estimulou, portanto, o pessoal a reabrir o espaço. Além disso, a programação gratuita terá início às 15 horas do sábado, 06 de novembro, e inclui vernissage, lançamento de exposições, lançamento e distribuição gratuita de livro, banca de publicações, projeções e apresentações musicais ao vivo.

No entanto, o espaço Margem Hub de Fotografia garantiu que vai reabrir suas portas, assim como seguir as recomendações de enfrentamento a pandemia de covid-19.

Para abrir as apresentações haverá a vernissage da exposição “Fluxo Contínuo”, dos artistas Erick Attos, Everson de Andrade, Filipe Silva, João Oliveira e Sofia Bauchwitz, com curadoria de Paula Lima,. Tudo foi contemplado no Edital de Fomento à Cultura Potiguar 2019, patrocínio Fundação José Augusto e Governo do Estado do Rio Grande do Norte. De acordo com Everson de Andrade, trabalhos partem de questões de identidade, monumentos, relações de trabalho e ainda mais traz pensamentos metafóricos.

O fotógrafo vai expor a foto “Cidade Metade”. Trabalho propõe uma metáfora sobre as limitações impostas no espaço público. Como resultado, responde o seguinte questionamento: “de para quem as cidades são feitas?”.

“Este trabalho é um ensaio visual que faz um questionamento sobre o espaço e os limites impostos à população”, comentou o fotógrafo.

Mensagem da curadoria da exposição no Margem Hub

A produtora executiva e uma das curadoras da exposição, Paula Lima, visto que destaca que a importância de um evento como este se dá pelo encontro e cruzamento da produção desses 5 artistas visuais que utilizam da fotografia como forma de expressão artística. “As fotografias propostas por esse coletivo ao público trazem temáticas cotidianas com as quais a sociedade potiguar facilmente se identifica, especialmente os moradores urbanos. Mas também que apontam questões contemporâneas que extrapolam o nosso território e se cristalizam no imaginário coletivo na contemporaneidade. É a vivência de um fluxo intenso de informações visuais, de preocupações, de uma forma de produzir a vida e de ruídos que cada vez mais tomam nosso dia-a-dia em sociedade”, complementa.

Paula Lima também destaca que a exposição vem em um momento importante para as artes visuais de Natal e do Rio Grande do Norte, pois ela evidencia tendências do cenário atual da fotografia brasileira, mas produzida a partir do nosso estado. ”Nesse sentido, nada mais justo que os artistas potiguares – que inclusive tem se destacado no cenário contemporâneo, galgando espaço de participação em diversos eventos e festivais no Brasil e até pelo mundo – tenham a oportunidade de ter seu trabalho apreciado e valorizado também aqui na nossa terra”, afirma.

Tem mais eventos

Lançamento da exposição presencial com imagens vencedoras do Prêmio Margem de Fotografia 2020. Quem ganhou foi Alessandra Dutra, Camille, Caroline Macedo, Everson de Andrade, Jéssica Bittencourt, Laiza Ferreira, Newton Silva, Raul Gama, Ricardo Mesquitta e Tatiany Barros. Como resultado, as fotos vão ser projetadas na parte externa da galeria.

Durante a reabertura do espaço serão distribuídos 90 exemplares do Atlas da Fotografia Emergente Potiguar, para professores das redes municipais e estadual do RN.  Além disso, o fotógrafo Everson de Andrade, mencionado acima, estará vendendo o exemplares da sua revista de fotografia “Maniva“. Também haverá a a exposição “Efemérides”, de Max Pereira. Por sinal, a imagem acima que ilustra este post é de Everson

Confira a programação completa

15h às 16h – Lançamento de livros e conversa com os autores

16h às 17h – Apresentação e visita guiada às exposições 

17h – Relançamento da Obra “Her house on the water”, 2017, de Sofia Bauchwitz, versão em Português

17h30 – Exibição do documentário “M8M”, sobre o Movimento 8 de Maio de Artistas Visuais de Natal/RN, realizado pelo Bolide1050, idealizado por Sânzia Pinheiro, com direção de Pêdra Costa e  visual de Vinícius Nascimento

18h – Exibição do filme “TORQUATO IMAGEM DA INCOMPLETUDE”, de Guga Carvalho e Danilo Carvalho, e conversa com o diretor e roteirista Guga Carvalho e a curadora Sânzia Pinheiro sobre a obra.

20h – Apresentações musicais;

História do Margem Hub

Criado em 2017, o Margem funciona eventualmente como centro integrado da imagem com Escola de Fotografia e Artes Visuais, galeria, estúdio e espaços de convivência. Assim, este é o primeiro formato de Hub cultural no RN. O espaço se enquadra como uma empresa de economia criativa e colaborativa.  Coordenado pelo professor João Oliveira e pela advogada Paula Lima, o “Hub de Fotografia” foi uma forma que encontrada de segmentar ainda mais as atividades oferecidas pelo espaço ou parceiros. Além dos serviços oferecidos, pautados na economia criativa e colaborativa, o espaço ainda funciona, portanto, como coworking criativo.

Serviço

O quê? Reabertura da Margem Hub Fotografia 

Quando? Sábado, 6 de novembro 

Onde? Av. Rodrigues Alves, 826 (esquina com a Rua Mossoró) – Tirol 

Contato: (84) 98185-5398

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.