Tiquinha Rodrigues clipe
Artistas Potiguares

Tiquinha Rodrigues lança clipe sobre a religião da Jurema

Compartilhe:

A Tiquinha Rodrigues  nesta segunda-feira (25) lançou mais um single de sua carreira solo, a música Força Divina e resultou na produção de um videoclipe disponível em seu canal no You Tube. Além disso, a canção integra seu primeiro álbum solo “Tica”. O videoclipe já está disponível no canal do youtube da Artista.

A música traz elementos da cultura do Catimbó, além de expressões de cura, fé e vibrações. A música chegou para Tiquinha através do seu contato com o mestre Juremeiro Rômulo, sendo um ponto de jurema de Reis canalizado pelo mestre, encarnando a força da jurema sagrada e o seu poder de cura através da música e das plantas sagradas.

Já o clipe tem seis minutos de duração e mostra, nos mínimos detalhes, um pouco do ritual da Jurema. O clipe conta com a direção de Adolfo Ramos e Pedro Medeiros. Além disso, o roteiro ficou por conta de Priscilla Vilela, Tiquinha Rodrigues, Adolfo Ramos, Pedro Medeiros e Augusto Júnior.

Ao ecoar o canto a artista evoca todas as forças de trabalhadores encantados como caboclos, ciganos e povos da rua. A Força do Canto representa também um processo de retomada ancestral quando a artista faz uma ponte entre passado e presente. A inspiração vem, por conseguinte, de sua matriarca Terezinha Rodrigues, fonte de todas suas memórias, é o pilar da produção. Suas memórias vivas se fazem presentes dentro do trabalho.

No final do post você pode ver, portanto, o clipe.

Lançou a sua carreira solo em 2021

Tiquinha Rodrigues reúne músicas autorais, populares, manifestações dos mestres brincantes, das tradições e crendices do terreiro, além de tradições africanas e europeias. Após anos tocando na Orquestra Sinfônica do RN e no Rosa de Pedra, ela lançou em 2021 seu primeiro álbum solo.

“Tica” é um álbum povoado de ótimas colaborações de antigos parceiros musicais. É o caso do violonista Toni Gregório e do percussionista Kleber Moreira, também integrantes do Rosa de Pedra. Toni e Kleber também assinam a direção e produção musical das faixas. Além deles, colaboram no disco o instrumentista Fernando Régis, autor do instrumental “Forró para Tica” , e os compositores Luiz Mário, Waldemar da Silva e ainda mais tem o Mestre Juremeiro Romulo Angélico, visto que é responsável pela canalização dos cânticos de abertura e fechamento do álbum.

O principal responsável pela identidade visual do álbum é o artista visual Augusto Júnior, é dele as fotos e a direção de arte do ensaio. Na capa Tiquinha aparece com sua clássica cabeleira ruiva, defumando o espaço com sálvia branca e se misturando ao movimento da fumaça que purifica o entorno. Além disso, tem canções inspiradas no Catimbó da Jurema, uma religião muito comum nos nativos do RN.

”Tica” é um disco de curta duração, mas de alta intensidade. Sua sonoridade é concisa, fundamentada no essencial, com arranjos de corda passeando em perfeita harmonia com as percussões de Kleber Moreira. Além disso, mistura ritmos nordestinos e ciganos, além de influências do folclore brasileiro e cantigas populares.

Veja o clipe completo a seguir. Dê o play, portanto, a seguir

Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista e publicitária formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *