Associação dos Escoteiros

Associação dos Escoteiros do RN e sua história

O que é escotismo?

As origens do escotismo basearam-se no evento simbólico o acampamento organizado por Robert Baden Powell na Ilha de Brownsea, com vinte jovens, entre os 12 e os 16 anos de idade, no qual ensinou técnicas como primeiro socorros, observação, segurança, orientação. Como símbolo do grupo, utilizaram bandeira verde com uma flor-de-lis amarela no centro.

Depois, o Baden lançou o livro Escotismo para Rapazes, que foi publicado em 1908, inicialmente como seis fascículos, de janeiro a maio, vendido em bancas de jornal. Em maio do mesmo ano, foi editado como livro com ligeiras modificações.

A recepção das ideias de Baden-Powell foi tanta que, em poucas semanas, centenas de Patrulhas Escoteiras estavam formadas, praticando Escotismo. Rapidamente o movimento se espalhou por vários países do mundo, chegando à América do Sul em 1908, ao Chile.

O que eles fazem

No escotismo o jovem aprende fazendo, ou seja, em forma de atividades.  Uma das atividades é plantar árvores, compartilhar bens pessoais com outros para entender, atividades voluntárias, cozinhar para o consumo próprio e ainda mais tem o conhecimentos de limpeza. 

Além disso, eles aprendem a escalar, realizar os primeiros-socorros, participam de gincana e realizam acampamentos, e etc. 

Quando chegou no Brasil?

A primeira notícia sobre o Escotismo publicada, no Brasil, foi do dia 1 de dezembro de 1909, no número 13 da revista Ilustração Brasileira. A matéria era de autoria do 1º Tenente da Marinha de Guerra Eduardo Henrique Weaver, onde se encontrava a serviço e encontrou pessoalmente com Baden Powell.

Um grupo de suboficiais entusiasmou-se com o revolucionário método de educação complementar. Entre eles estava o Suboficial Amélio Azevedo Marques que fez seu filho Aurélio ingressar em um dos Grupos Escoteiros locais. Assim, o jovem Aurélio Azevedo Marques foi o primeiro escoteiro brasileiro.

Quando da vinda para o Brasil, os militares trouxeram consigo uniformes escoteiros ingleses, no valor de trinta libras esterlinas. O Encouraçado Minas Gerais, navio onde estava embarcada a maioria dos militares interessados em trazer para o Brasil o escotismo, no qual chegou ao Rio em 17 de abril de 1910.  

Quando formou a Associação dos Escoteiros do RN?

A Associação dos Escoteiros do Rio Grande do Norte surgiu em 1917, cujo objetivo era desenvolver jovens entre 11 a 20 anos de idades. A relação dos primeiros sócios tem nomes importantes do cenário da Natal do início do século XX. Como por exemplo, Manoel Dantas, Henrique Castriciano, Francisco Cascudo e ainda mais tinha o futuro médico Januário Cicco.

Em diversos momentos, no entanto, os Escoteiros participaram ativamente, ajudando os desabrigados da seca, os enfermos, acometidos da gripe espanhola e outros problemas que Natal passou neste período antes da Segunda Guerra Mundial. 

Inicialmente, a Associação dos Escoteiros do RN criou uma sede no bairro do Alecrim, como exibe a foto acima. Entretanto, hoje funciona a Escola Estadual Padre Miguelinho e lá tem um grupo que defende o escotismo. Em 1937, seu nome mudou, por conseguinte, para Associação dos Escoteiros do Alecrim.

Lá tem o grupo de Escoteiros Professor Luiz Soares, um dos defensores da prática no Rio Grande do Norte, no qual manteve por muito tempo cursos profissionalizantes, criou as condições necessárias para construção de um hospital no Alecrim, nasceu de suas ações e da ousadia do professor Luiz Soares a Policlínica do Alecrim, hoje hospital de referência na cidade no tratamento contra o câncer.

Em 2017, o escotismo potiguar completou, portanto, 100 anos.