Bandern

O que foi o Bandern?

brechadas
Compartilhe:

Você conhece algum parente que trabalhou ou teve uma conta na Bandern. Apesar da extinção há 31 anos, o Bandern ainda está presente nas placas das ruas de Natal e também no falatório dos potiguares. Afinal, o que foi esta instituição?

O Banco do Estado do Rio Grande do Norte teve sua origem no Banco de Natal, fundado em 1909. Quando foi fechado, o Badern tinha 56 agências em todo o estado e seu nome era colocado no mesmo patamar de bancos como Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil.

Sua primeira cede foi Rua Doutor Barata. Na época, o governo do Estado estava sob a administração de Tavares de Lyra.

Entretanto, a sua sede mais famosa ficava na avenida Duque de Caxias, onde hoje é a sede estadual do Procon. A mudança aconteceu na década de 30, quando Gentil Ferreira, engenheiro e prefeito de Natal, construiu um prédio com três pavimentos com salas amplas para trabalhar.

Ao longo do tempo, o Bandern começou a se expandir no interior do estado. Muitas cidades só tinha a agência do Bandern para retirar dinheiro ou pagar as suas contas. A foto acima, por exemplo, mostra a unidade de Alexandria.

Antes do fechamento, em 1990, o banco tinha 56 agências, com dois mil funcionários, em todo o Estado e seu nome estava no mesmo patamar de bancos como Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. O Bandern tinha quatro ramificações: um banco de desenvolvimento, um banco comercial, uma poupança e uma financeira.

Antiga sede do Bandern. Entretanto, hoje fica o Procon

Muitos funcionários encaminharam para outros órgãos públicos, apesar de alguns ficaram desempregados.

Apesar de o processo de liquidação do banco ter começado antes, somente em 2008 a instituição foi completamente liquidada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.