Natalia Monteiro

Loja garante brinde, mas fornece e-book

Quem mora em Natal e usa as principais redes sociais viram o que aconteceu nesta segunda-feira (26). A loja Natalia Monteiro é uma grife especializada em joias e tinha o objetivo de atrair novas seguidoras no seu negócio. É natural de Santa Catarina. Entretanto, o tiro saiu pela culatra e ganhou uma bela crise de imagem.

A Natalia Monteiro, que também é o nome da proprietária de mesmo nome, prometeu que aquelas acertarem no mínimo cinco perguntas no quiz nos stories ganhariam um prêmio. Pelo fato de Nathalia vender brincos, colares e pulseiras, muitas meninas julgavam que este seria o prêmio.

O Brasil inteiro fez a promoção, mas bombou principalmente em Natal.

O perfil pessoal de Natalia é estranho, visto que a foto é a imagem da cantora Lana Del Rey. Além disso, tem o seu link como revendedora da Natura sob o nome de Meri Monteiro.

Aqui está a postagem de sua loja:

As perguntas, de fato, eram bastante fáceis, tipo perguntas de programa de auditório, estilo Passa ou Repassa. No final do desafio, as participantes faziam print do último story, postavam em seus perfis e, por fim, colocavam seus acertos e marcava a loja.

Era só esperar o resultado. Pera…Que resultado?

Aí que vem o problema: Não era joia

Igualmente a música da Lady Gaga, as ganhadoras sofreram uma “Perfect Ilusion”. O prêmio era nada mais que nada menos que um livro online relacionado à loja que estimulava às mulheres se tornarem revendedoras do produto. Assim, muitas pessoas xingaram nas redes sociais e acusaram a dona da loja de charlantanismo.

No entanto, a única resposta de Nathália foi comemorando o resultado da promoção e comentou em seus stories.

Os comentários, todavia, estão de pessoas enfurecidas a acusando de ser um perfil enganador. Confira este post do Xafurdos do RN:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por XafurdosdoRN (@xafurdodorn) em

Drive-In Natal

No escurinho do Drive-In Natal…

Embora a Prefeitura tenha autorizado a volta dos cinemas na capital potiguar, eu não estou com muita coragem de ficar em ambientes fechados por 10 minutos. O meu medo de pegar Covid-19 ainda é alto, apesar dos altos e baixos. Confesso que quando vi a primeira vez o texto da assessoria de imprensa do Cine Drive-In Natal, fiquei com muito medo e o meme do caixão eclodiu em minha mente.

Mas, a medida que avançava, eu vi que o negócio era seguro. A semana antecedente a ida ao Drive-In foi de muitos problemas pessoais e como sair ao Beco da Lama é impossível, além de não sou doida de ir ao Casanova, resolvi um programa leve e que não me levasse à morte.

Bora ver um filminho dentro do carro

Assim, eu vi que a programação tinha “Curtindo A Vida Adoidado”, um dos filmes favoritos da minha irmã e adoro a filmografia de John Hughes, o mesmo que fez “Clube dos Cinco”, melhor filme de adolescente.

Ferris Bueller é um galado que a gente ama!

Então, ficamos vigiando o site para ver se conseguíamos o ingresso. Primeira missão: conseguimos. Agora vamos sair de casa. Chamamos nossa amiga Luma Virgínia para ir ao rolé, visto que ela estava curiosa de saber como é ver um filme no carro.

Após quase sete meses sem sair de casa (somente para médico) por motivos óbvios, a gente se arrumou todinha, colocou a melhor roupa, maquiagem, perfume e parecia que ia numa festa de arromba. Na verdade, só ia ver filme dentro do carro.

Agora, eu vou falar em oito passos como foi a ida ao cinema:

1) Tivemos que circular por toda a Arena das Dunas para pegar a via que entra ao Centro Administrativo.

Drive-In Natal

2) Não tinha tantos carros assim e a fila com uma boa organização.

3) Vem uma pessoa conferir o seu ingresso e depois outra pessoa olha a sua temperatura no termômetro, igual que fazem nas lojas.

4) A gente entra e é recebida pela Marilyn Monroe, além de receber um balde de pipoca. Olha que chique!

Marilyn Monroe da Copslayer Thais Araújo (Fotos: Lara Paiva)

5) Na entrada, eles entregam saco de lixo para carro com QR Code para pedir os rangos, caso role uma larica. 

Quem quer comer? Fique de olho neste QR Code

6) Por último, estaciona o carro no local que o manobrista  aponta. Posteriormente, um funcionário coloca um número em cima do carro. Será sua ficha para pedir a comida. 

7) Para Pedir comida é simples: Escaneia o QR Code, escolhe o restaurante (pipoca pequena não está com preço tão roubado), pede, anota a sua ficha, uma vez que os garçons vão em direção ao seu carro a partir do número que está em cima do teu automóvel. 

Essas são as mocinhas que vão entregar a sua pipoquinha

8) Comida entregue, sintonize na rádio onde sai o som do filme e está pronta a sessão! Mas, você pode trazer a sua comidinha, que eles não vão brigar!

E foi boa essa experiência de dar uma fugidinha deste novo normal, visto que não é legal. Queremos ir de novo, no início a gente acha estranho ficar no carro o tempo todo, mas se acostuma com o tempo, regula o banco para lá e cá e por fim dá para assistir de forma confortável, além de matar a saudade de um vento no rosto, céu estrelado e companhia de amigos.

Essa será a última semana do Cine Drive-In Natal

A programação contou com 22 filmes, em três sessões por sábado. Na última sessão terá a presença do nacional Bacurau, de Kléber Mendonça Filho, além de mais dois filmes que entrarão em cartaz a partir das 17 horas.

E olha que não são filmes bestinhas. O primeiro que mencionarei é o “Nos Embalos de Sábado a Noite”, que levou John Travolta ao estrelato e trilha sonora impecável de Bee Gees.

Já a sessão infantil será a animação de “Tito e os pássaros”, uma vez que menino tímido de 10 anos que vive com sua mãe. De repente, uma estranha epidemia começa a se espalhar, fazendo com que pessoas fiquem doentes quando se assustam. Ele rapidamente descobre que a cura está relacionada à pesquisa de seu pai ausente sobre o canto dos pássaros.

O Cine Drive-in Natal tem uma tela de 12m de largura x 7m de altura, com regulamentação pela Ancine (Agência Nacional de cinema), e transmissão em alta qualidade por rádio FM, através da 105,5 FM, com autorização da Anatel.

Mas, calma, você tem que reservar

Toda a programação é gratuita. No entanto, os ingressos estão disponíveis a partir da próxima quinta que antecedem cada sábado de exibição, através do site e aplicativo Sympla.

No cadastro para aquisição do ingresso deve registrar a placa do carro e tem que ter até 04 pessoas (incluindo o motorista). Então, nada de esconder o povo na mala, não é carona para ir ao jogo do Jerns.

Estou com ingresso e agora?

Apronte o carro e sintonize o rádio na frequência da 105,5 FM que o Cine Drive-in Natal se encarrega do resto.

O Cine Drive-In Natal promoverá, portanto, uma campanha de arrecadação de alimentos para instituições beneficentes. Além disso, o público poderá contribuir como contrapartida, com 1kg de alimento não perecível. O alimento será entregue antes de conferir a sua temperatura corporal.

O Cine Drive-In Natal terá uma Praça de Alimentação

Todos os produtos da praça de alimentação do Cine Drive-In Natal deverão ser adquiridos via QR Code. Estarão disponíveis produtos com doces, refrigerante, água, pizzas e pipocas.

O acesso à fila para os banheiros, no entanto, também será feito através de QR Code.

 

Travessa Capim Macio

Quando uma casa virou a Travessa Capim Macio

A travessa que surgiu primeiramente a partir de um terreno de uma antiga casa finalmente recebeu pavimento da Prefeitura do Natal. Após anos sendo chamada de Rua Esquisita e não tendo algum registro no Google Maps e muito menos pela Prefeitura do Natal.

A Travessa Capim Macio, nome dado pelos moradores do bairro, não é mais uma trilha para rally. Além disso, está com uma boa estrutura para os carros passarem.

Antigamente, Município registrava o local como uma rua calçada, conforme falamos por aqui.

Onde fica esta rua

Já falamos da Travessa Capim Macio no Brechando e fica no cruzamento com a Rua Doutor Orlando Silva, na lateral do restaurante Sal & Brasa. Era a única sem calçamento do quarteirão aonde fica, visto que entre 2009 e 2010 muitas ruas do bairro foram asfaltadas para receber uma possível obra de saneamento básico.

Sem contar que a Prefeitura do Natal demoliu um terreno que pertencia à Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern) com a finalidade de ter mais uma rua no bairro. Veja a foto da elaboração da nova rua:

Além da Travessa Capim Macio, terreno da Caern se transforma em nova rua em Capim Macio

As ruas de Capim Macio terminaram o capeamento asfáltico ou pavimento depois de 2012.

História da casa que se transformou em rua

A rua surgiu após a demolição de uma casa, no qual ergueu irregularmente e transformou a rua em um terreno. Por muito tempo conseguira enxergar algumas partes do que restou a casa, como azulejos. Pesquisando no Google e no site do Tribunal de Justiça no Rio Grande do Norte, não encontrei algum processo de despejo. Ou alguém pedindo a demolição de um imóvel em Capim Macio.

Graças ao programa Google Earth, o Brechando conseguiu acompanhar as mudanças daquela região durante 10 anos. Salvando, portanto, imagens em satélite da região de 2004 e 2008 quando ainda existia a casa e pegar um registro de 2010, com a residência inexistente.

Veja as fotografias a seguir:

image
Em maio de 2008, a casa ainda existia (Foto: Google Earth)

Além da casa, parte do terreno atrás da residência e de outra casa ao lado reduziu seu tamanho para elaborar a rua, conforme esta imagem de 2010:

image