Ivan Baron

Ivan Baron usa as redes sociais para falar de inclusão

brechadas Cidades
Compartilhe:

Ivan Baron é um jovem garoto cheio de sonhos. O potiguar já é sucesso no Tik Tok, a rede social que fez sucesso na pandemia. Só no dispositivo tem 70 mil seguidores. O seu diferencial? Ele fala sobre inclusão social ou como ele se define: “o influenciador da inclusão”. Isto fez com que ele fizesse palestras em várias instituições, inclusive de forma virtual, visto que estamos em momento de isolamento social.

Além disso, ele tem 38 mil no Instagram, onde ele também faz sucesso, no qual mostra o seu cotidiano e, que mesmo tendo paralisia cerebral, consegue fazer muita coisa.

O que aconteceu com Ivan

Tudo começou há 22 anos, quando ele contraiu uma meningite viral, por conseguinte, teve paralisia cerebral. A medida que foi crescendo, ele queria ser como os outros garotos e despretensiosamente começou a compartilhar e falar sobre o universo da inclusão, tema pouco explorado na mídia apesar de 24% da população brasileira ter algum tipo de deficiência, são cerca de 45 mil pessoas no Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde.

“Comecei primeiramente em 2018 postando algumas fotos minhas e mostrar que uma pessoa com deficiência pode e deve ocupar as redes sociais. Essas postagens eram esporádicas e não tinham bem um foco, mas com o tempo percebi que a inclusão não era um tema tão discutido na Internet e eu queria preencher essa lacuna para ajudar e orientar outras pessoas”, contou o jovem.  

Além dos vídeos com informações e conteúdos inteligentes, Ivan faz questão de mostrar que é um jovem como qualquer outro. Adora ouvir funk, pop, gosta de balada, maratonar séries e já fez até rapel na ponte Newton Navarro.

Ainda tem tempo para estudar, uma vez que cursa o último semestre de Pedagogia. Sobre as redes sociais, ele define, como: 

“Sem ela não teria o espaço que tenho hoje nas redes sociais. E, é através dela que muitas pessoas se sentem como parte do mundo, principalmente ao saber que existem pessoas com narrativas e aspectos semelhantes aos seus”, enfatiza.

Ele nega a autopromoção

Ivan Baron faz questão de dizer que não busca a autopromoção, que a fama que vem conquistando tem um propósito: levar conhecimento. “Ainda tem uma galera desinformada sobre as pessoas com deficiência. Nosso movimento é muito estigmatizado e visto com conservadorismo por alguns. É preciso um papo descontraído, leve e didático para desconstruir tantos preconceitos. Acredito que utilizar as redes sociais para isso seja uma missão”, completa.  

Para acompanhar o Ivan nas redes sociais, portanto, é só seguir o Tiktok e o Instagram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.