Aplicativo potiguar

Aplicativo potiguar ajuda você saber se tem Covid-19

Os casos de Coronavírus ainda estão em alta no mês de julho. Mas, você pode ajudar que este caso possa diminuir mais. O aplicativo potiguar Tô de Olho inicialmente desenvolvido com a finalidade de detectar os furões de quarentena tem outra função. Agora, você pode saber se esteve ou não em contato com alguém contaminado.

Isso é feito por meio do cruzamento de dados das compras realizadas pelo cidadão. O sistema verifica se o local onde a pessoa esteve também foi frequentado por alguém com a confirmação de contágio com o Coronavírus nos últimos 14 dias. Leva-se inicialmente em conta uma distância de até 50 metros e um intervalo de tempo de 30 minutos.

Uma das formas do app detectar o Coronavírus é portanto através do status do usuário, quanto ao risco de contágio, por meio de QR Code.

Assim será possível  fazer uma checagem rápida se determinada pessoa teve proximidade com alguém infectado. O objetivo dos desenvolvedores é estimular que se faça um isolamento seletivo, contribuindo para a criação de protocolos de segurança.

Aplicativo potiguar foi desenvolvido pelo Ministério Público, Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Governo do Estado.

História do aplicativo

A plataforma tem mais de 10 mil pessoas cadastradas e já foram verificados cerca de 1500 casos desde o início da implantação do Tô de Olho.

A fase atual deixa em primeiro plano a opção de compartilhar seus dados à Saúde Pública, além de realizar o cruzamento das informações de maneira automática e informar com precisão o tempo e a distância que o usuário porventura tenha tido com alguém com registro confirmado de contaminação.

Outra funcionalidade é informar o grau de isolamento por regiões geográficas.

O usuário ainda pode fazer denúncias de casos de aglomeração, que são encaminhadas para a Polícia Militar. Ao todo, já foram cadastradas mais de 2.600 ocorrências desse tipo.