Clóvis Sarinho, Intentona Comunista e o Integralismo no RN

Perambolando pelos sebos de Natal, eu encontro dentro de um dos livros uma carta do médico Clóvis Sarinho (foto acima do título) à Revista Veja, na época atuava como diretor do Instituto de Medicina Legal, para criticar à historiadora Marly Vianna, autora do livro “Revolucionários de 1935 – Sonho e Realidade”, no qual tentara corrigir a pesquisadora dizendo que a Intentona Comunista só aconteceu mais por parte do Brasil do que da União Soviética. Na época, o medo do comunismo …