Na Praça do Floca, Eco Praça promoverá evento voltado para sustentabilidade

Em frente ao colégio Floriano Cavalcanti, conhecido como Floca, no conjunto Mirassol, haverá um debate sobre o desenvolvimento sustentabilidade no Eco Praça, que acontecerá no próximo fim de semana, 30 e 31 de março. O projeto Eco Praça é um movimento sociocultural de ocupação e ressignificação criativa de praças e espaços públicos sob a perspectiva de ações colaborativas que englobam arte e cultura, lazer, economia solidária e criativa, educação ambiental, esporte e qualidade de vida, com intervenções lúdicas, promovendo a conscientização socioambiental e transformação desses espaços.

A edição Sustentabilidade começa participando da Hora do Planeta, iniciativa mundial organizada pela WWF, que promove um ato simbólico de apagar as luzes por uma hora a cada ano para fazer uma pausa e refletir sobre como a natureza está conectada às nossas vidas e acontece, simultaneamente, em mais de 180 países. 

Esse tema também percorrerá em mais duas edições os municípios de  Tibau do Sul e Parnamirim. Esse é o segundo ano consecutivo que o projeto conta com o patrocínio da Cosern e do Instituto Neonergia, por meio da Lei de Incentivo Câmara Cascudo. A renovação dessa parceria significa que o Eco Praça é reconhecido como uma iniciativa que promove ações que reforçam os costumes e cultura locais e dissemina valores socioambientais que estão alinhados com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), definidos pela Organização das Nações Unidas.

A programação do sábado será toda voltada para a Hora do Planeta e começa, a partir das 18h, com o DJ Guilas, seguida de uma conversa sobre Ativismo e Sustentabilidade com Francisco Iglesias, presidente da ONG Amigos da Natureza, GiGio Almeida, mestre em Dinâmica Socioambiental da GG Artes Espaciais, Haroldo Mota, da  ONG Baobá, e Kaleb Melo, da ONG Climate Reality. Das 20h30 às 21h30, período do apagar das luzes, o Eco Praça  promove um momento de relaxamento e meditação por meio da yoga, com o professor Marcelo Kramer.

No domingo, as atividades começam, a partir das 9h30, com a Biodanza da facilitadora Isis Castro, seguida de uma Oficina de Introdução à Permacultura com Rodri Nazca, da Mandala Nômade. Iniciando a tarde, as set lists dos DJs Camarão Nativo e Samir trazem diversidade e sonoridade musical. Às 15h30, acontece um mutirão de agricultura urbana, seguido de um momento de brincadeiras populares com o grupo Realize.

A Sociedade Vegetariana Brasileira – Núcleo Natal promove às 17h uma reunião sobre direitos dos animais e no mesmo horário as risadas são garantidas com a apresentação do espetáculo Combo, da Tropa Trupe. Em seguida haverá um momento de integração unindo yoga, mantras e meditação com o Projeto Terapêutico Camomila Chá. E fechando a primeira edição do Eco Praça – Sustentabilidade os shows dos grupos Mahmed e Pedras. Como em todo Eco Praça, durante todo o evento será realizada uma Feira de Economia Criativa e a adoção de plantas.

Além de ter sido contemplado pelo Programa de Patrocínios da Cosern – Instituto Neoenergia, por meio da Fundação José Augusto e da Lei de Incentivo à Cultura Câmara Cascudo do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, o Eco Praça também conta com o apoio da Prefeitura de Natal e Prefeitura de Parnamirim via Fundação Parnamirim de Cultura.

A ação é idealizada e promovida pelo Instituto Ancestral, organização social autônoma e popular que desenvolve ações afirmativas de caráter cultural, político e eco pedagógico com o objetivo de promover e difundir habilidades para alcançar um modo de vida sustentável.

 

Serviço:

Eco Praça – Hora do Planeta e Sustentabilidade

30 e 31 de março

Sábado Hora do Planeta – 18h00 às 21h30

Domingo – 9h30 às 21h30

Praça do Floca  – Mirassol (em frente a Escola Estadual Floriano Cavalcanti)

Confira a programação do Eco Praça

Sábado – Dia 29/03

18h00 – Abertura – Dj Guilas

19h00 – Conversa – Ativismo e Sustentabilidade – Francisco Iglesias, presidente da ONG Amigos da Natureza, GiGio Almeida, mestre em Dinâmica Socioambiental da GG Artes Espaciais, Haroldo Mota, da  ONG Baobá, e Kaleb Melo, da ONG Climate Reality.

20h30 –  Hora do Planeta e Yoga – Marcelo Kramer

 

Domingo – Dia 30/03

09h30 – Biodanza – Isis De Castro

10h00 – Introdução a Permacultura – Mandala Nômade

12h00 – Dj Russo

15h00 – Dj Samir

15h30 – Mutirão de Agricultura Urbana

16h00 – Brincadeiras Populares – Grupo Realize

17h00 – Reunião dos Direitos dos Animais – SVB – Núcleo Natal

17h00 – Espetáculo Combo – Tropa Trupe

18h00 – Camomila Chá

19h15 – Mahmed

20h15 – Pedras

Feira De Economia Criativa

Adoção De Plantas

Doando alimentos, você pode fazer sua declaração do Imposto de Renda na UFRN

Parece um jogo de quebra-cabeça quando vamos declarar o Imposto de Renda anualmente. Para dar aquela mãozinha, a Empresa Júnior do Curso de Ciências Contábeis da UFRN (ACont) realiza, até o dia 26 de abril, a ação de extensão Imposto de Renda – Pessoa Física 2019, que tem o objetivo de ajudar a população da grande Natal na declaração do imposto.

O atendimento é aberto ao público no horário de segunda a sexta-feira, das 10h30 às 12h30 e das 14h às 17h, na Sala A3 do Setor de Aulas V.

E, agora, o que eu faço ? Para realizar a declaração, é necessário que o contribuinte compareça na sede do projeto com os seguintes comprovantes: rendimentos de 2018, despesas com saúde, educação, registros ou carnês de financiamentos, dados de bens (carros e casas, por exemplo), além de movimentação de poupanças e contas correntes.

Para pessoas com rendimentos de até R$ 50 mil, o serviço terá custo mínimo de 4 kg de alimentos não perecíveis (exceto sal). Para as pessoas com rendimentos entre R$ 50 e 70 mil, será necessária a doação de três pacotes de leite em pó e uma taxa de R$ 15. Já para quem teve rendimentos entre R$ 70 e 120 mil, será cobrada a doação de dois pacotes de fraldas geriátricas mais a taxa de R$ 20.

Os declarantes com rendimentos acima de R$ 120 mil devem contribuir com três pacotes de fralda geriátrica mais uma taxa de R$ 25. Os servidores da UFRN, ativos ou aposentados, devem doar um kit de limpeza pessoal composto por escova de dente, creme dental, sabonete, shampoo, condicionador e desodorante, além de uma taxa de R$ 20.

Anúncios

A ação de extensão é realizada desde 2006 e, no ano passado, foram feitas 1.536 mil declarações, arrecadando mais de três toneladas de alimentos, 506 pacotes de fraldas geriátricas e 103 kits de higiene, que foram distribuídos em instituições filantrópicas da grande Natal.

O projeto atenderá até o dia 26 de abril. Outras informações podem ser consultadas no Facebook da Acont ou através do e-mail contato.acont@gmail.com.

Após o período de envio das declarações, um grupo de alunos fará análise da malha fina, auxiliando as pessoas que forem alertadas sobre problemas durante o preenchimento da declaração a corrigir erros junto à Receita Federal. Caso o erro tenha sido do contribuinte, será cobrado o valor de R$ 60. Se for por um erro da empresa, o serviço será feito gratuitamente.