Aqui tem todos os detalhes do que acontecerá no Goiamum 2018

Cinema
Compartilhe:

O Goiamum Audiovisual acontece entre os dias 6 e 10 de junho, no Solar Bela Vista, espaço cultural localizado no famoso corredor cultural, em frente à Capitania das Artes e por trás da Escola Estadual Winston Churchill.  A abertura oficial do festival será no dia 6, às 19h, no Jardim do  Solar Bela Vista, com a intervenção “De Olhos Bem Fechados”, trata-se de uma exibição de curta-metragem utilizando recursos acessíveis onde o público vai vivenciar sua própria experiência audiovisual.

Às 20h20, será o lançamento do curta “Arredia e Tão Só”, do diretor Augusto Luís. Realizado com recursos do Fundo Municipal de Cultura (FIC), o filme é um retrato poético da Redinha, na palavra dos poetas, pescadores e gente simples do lugar. Citando uma das passagens do filme, “o mar tem muitos caminhos e todos eles levam para onde se quer ir. O mar da Redinha parece um começo de viagem…”

Além das novas produções que estarão nos programas Nacional e Estadual competitivos e no Panaorama Baiano, entre outras mostras inéditas, o Goiamum terá pré-estreias de dois filmes potiguares e um convidado nacional. São eles o “Arredia e Tão Só” (Augusto Luís, exibido no dia 6), “Enquanto o sol se põe”, da diretora Márcia Lohss (com estreia dia 9, às 20h), e “Tropykaos”, do diretor baiano Daniel Lisboa (exibido dia 8, às 20h).

Ao completar 40 anos de sua realização, o icônico longa-metragem potiguar “Boi de Prata”, do diretor Augusto Ribeiro Junior com fotografia de Walter Carvalho, será homenageado no “Seminário Boi de Prata- 40 anos pensando o Brasil a partir do sertão do RN”. Após o encontro, haverá exibição do raríssimo filme que nunca chegou as telas comerciais. O seminário terá falas da pesquisadora Flávia Assaf, que coordena o encontro e do diretor Augusto Luís Andrade Gomes, com mediação de Fábio De Silva.

Durante quatro dias, serão exibidas mais de 80 produções, entre ficção, documentários, séries, filmes de animação e experimentais, divididos em mostras temáticas, competitivas e pré-estreias. Procurando que todas as pessoas experimentem o cinema, todas produções estarão distribuídas nos diversos ambientes do Solar: Sala fechada e climatizada para sessões especiais com audiodescrição, salas para filmes com classificações indicativas, auditório para seminário e  telão nos jardins para filmes da mostra competitiva.

A seguir a programação dos filmes que serão exibidos no Goiamum 2018:
Confira os filmes que serão exibidos no Goiamum 2018

Isto não quer dizer que os adultos terão direito, pela primeira vez haverá filmes para as crianças durante todos os dias.

A edição 2018 do Goiamum Audiovisual é realizada pela ONG Olhares e Casa de Produção, viabilizada com recursos da Secretaria do Audiovisual (SAV) do Ministério da Cultura/Governo Federal, através de edital para festivais de cinema, no qual obteve nota máxima. O festival tem direção geral de Keila Senna e consultoria do produtor William Hinestrosa. E parceria da FIERN/SESI.

Confira a programação completa

QUARTA | 06/JUNHO

19h – ABERTURA OFICIAL DO FESTIVAL GOIAMUM AUDIOVISUAL no Jardim do Solar Bela Vista

19h30 – INTERVENÇÃO DE OLHOS BEM FECHADOS no Jardim do Solar Bela Vista, com exibição de curta utilizando recursos acessíveis

20h20 – LANÇAMENTO DO CURTA ARREDIA E TÃO SÓ do Diretor Augusto Luís (RN), no Jardim do Solar Bela Vista

 

QUINTA| 07/JUNHO

9h – 11h30 – MOSTRA INFANTIL no auditório do Solar Bela Vista com sessão para autistas e crianças especiais

9h – 11h30 –  SEMINÁRIO ACESSIBILIDADE no auditório do Sesc Cidade Alta com a palestra “A Audiodescrição no Cinema”, de Bell Machado (Campinas/SP) e mediação de Jefferson Fernandes (UFRN)

10h30 – 12h30 – SEMINÁRIO ACESSIBILIDADE no auditório do Sesc Cidade Alta com a Mesa 1 “Políticas Públicas para a Acessibilidade no Audiovisual”, com Sorahia Segall (SAV/MINC),  Rodrigo Abreu (SNPD), Joiran Medeiros (SUESP), Bruna Hetzel (Funcarte) e mediação de Maryland Brito (IFRN)

 

SEXTA| 08/JUNHO

9h – 12h – REUNIÃO DA SAV COM O SEGMENTO AUDIOVISUAL no auditório do Solar Bela Vista com a presença de Sorahia Segall, representante da Secretaria do Audiovisual/MinC e gestores, produtores e realizadores do Mercado Audiovisual Potiguar e  convidados.

14h – 16h – DEBATE MERCADO no Salão Principal do Solar Bela Vista, com Isabelle Cabral (Pipa Filmes/RJ), Barbara Sturm (EloCompany/SP), Ariadne Mazzetti (Mistyka Filmes-SP) e Marcelo Ikeda (UFC/CE)

15h–18h – PANORAMA DO AUDIOVISUAL BAIANO II no auditório do Solar Bela Vista com exibição de longas e séries baianas

18h30 – MOSTRA CURTA GOIAMUM na Tela Jardim do Solar Bela Vista, etapa Programa Nacional 1

SÁBADO |09/JUNHO

9h – 12h – OFICINA CINEMA DE UMA PESSOA SÓ no Solar João Galvão, ministrada por Gustavo Spolidoro (RS)

10h – 12h – DEBATE COM REALIZADORES DAS MOSTRAS COMPETITIVAS no Salão Principal do Solar Bela Vista, com mediação de Paulo Roberto (PB) e Dan Hetzel (AACCiRN)

14h-18h – OFICINA CINEMA  DE UMA PESSOA SÓ no Solar João Galvão, ministrada por Gustavo Spolidoro (RS)

15h – 17H – ENCONTRO DOS REALIZADORES POTIGUARES no Salão Principal no Solar Bela Vista com Marcelo Ikeda (PE) e presença de profissionais do mercado local e nacional.

DOMINGO | 10/JUNHO

9h-12h – OFICINA CINEMA DE UMA PESSOA SÓ no Solar João Galvão, ministrada por Gustavo Spolidoro (RS)

10h – 12h – DEBATE COM REALIZADORES DAS MOSTRAS COMPETITIVAS no Salão Principal do Solar Bela Vista com mediação de William Hinestrosa (SP) e Dan Hetzel (ACCiRN)

13h – 16h30 – PROGRAMA ARTES VISUAIS no Auditório Solar Bela Vista com exibição de Bicho do Mundo – Uma biografia não autorizada, Diretor Guaraci Gabriel (RN), seguido de bate papo com o artista

13h – 16h30 – Livre Troca: Mostra Vídeo Art, uma mostra coletiva nacional com entrega da Coleção de DVDs e Livre Troca Funarte para os artistas visuais do RN, seguida de bate papo com a curadora Sânzia Pinheiro (Bólide/RN)

14h-18h – OFICINA CINEMA  DE UMA PESSOA SÓ no Solar João Galvão, ministrada por Gustavo Spolidoro (RS)20h – Exibição do Filme “Boi de Prata”

Exibição do longa-metragem mais importante do Rio Grande do Norte, do diretor Augusto Ribeiro Junior e fotografia de Walter Carvalho, que assina pela primeira vez a fotografia de um longa-metragem.

21h30 – Resultado da Mostra Competitiva entrega dos Troféus e Prêmios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.