Casal nerd cria uma história de quadrinhos baseado em contos de terror

entrevistas
Compartilhe:

Eles gostam de contos de terror e amante dos contos de H.P. Lovecraft e cultura nerd. Eles são um casal, que se formaram em artes visuais e resolveram fazer diversos quadrinhos. Estou falando de Cristal e Leander Moura. Juntos eles são fundadores do selo Quadro 9, que já realizaram algumas produções e agora, no Dia do Orgulho Nerd, vão lançar mais um trabalho. O nome do novo é “Horas Escuras”, que será lançado no Cuscuz HQ, marcado para este sábado (26), no Instituto Metrópole Digital da UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte) perto do Clube da Caern, no bairro de Lagoa Nova. Além disso, eles vão lançar o trabalho no Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ), que acontecerá na semana que vem, em Belo Horizonte.

“Acredito que a minha esposa seja uma das poucas quadrinistas potiguares que ama bastante fazer contos de terror”, comentou o Leander ao Brechando. Para o quadrinista, o surgimento da história veio da própria Cristal de desenvolver a sua história de terror.

“Ela quis criar esta história como um presente para ela. Isso é muito fofinho, não é? “.

Um pouco da arte do HQ “Horas Sombrias”

A história é divida em três capítulos; a parte 1 traz um homem que tenta por um fim em algo que parece ter se iniciado em tempos remotos; na parte 2 uma mulher aguarda algo que apenas podemos suspeitar; e por fim, na parte 3 somos levados a visualizar uma pequena comunidade apavorada com uma desgraça sem precedentes. No concerne à trama posso dizer que foi inspirada em histórias de fantasmas nos moldes da boa e velha tradição oral.

De acordo com Leander, o HQ encadernado e com 64 páginas é uma narrativa sombria que “bebe de fontes, como H. P. Lovecraft, Edgar Alan Poe, para criar uma história tensa que nos leva a pensar sobre o quanto pode ser perigoso mexer com o desconhecido”.

A sinopse narra sobre um homem adentra numa mata disposto a enfrentar algo que está além de sua compreensão. Uma mulher tem visões de coisas que apenas ela sabe o motivo. Algo invisível traz confusão, loucura, ruína e a morte a uma pequena comunidade. Passado e presente se confundem numa realidade despedaçada e cheia de mistérios. Confira a capa a seguir:

Este não é o primeiro trabalho do casal junto, visto que eles lançaram a versão em quadrinhos de “Maldito Sertão”, de Márcio Benjamin, que surgiu através de uma parceria com o selo Jovens Escribas.  “A ideia é também levar o Maldito Sertão para o Festival em BH”, complementou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.