Este é o maior avião do mundo e está autorizado em trafegar no Aeroporto de Natal

Sem categoria
Compartilhe:

O Airbus A380 é o maior avião comercial do mundo e recentemente a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou o tráfego da aeronave para a pista do Aeroporto Internacional Aluísio Alves, que fica em São Gonçalo do Amarante, região Metropolitana de Natal. Os aeroportos em que opera tiveram suas instalações adaptadas para acomodá-lo com segurança. Além do Airbus 380, também está liberado as operações com o Boeing 747-8.

Atualmente apenas Guarulhos (São Paulo), Galeão (Rio de Janeiro) e Curitiba tinham permissão para receber esses gigantes

Inicialmente foi chamado de Airbus A3XX e projetado para desafiar o monopólio da Boeing no mercado de grandes aeronaves. O A380 fez seu primeiro voo em 27 de abril de 2005 e entrou em serviço comercial em outubro de 2007, com a Singapore Airlines.

O andar superior do A380 estende-se ao longo da fuselagem, com uma largura equivalente a uma aeronave widebody. Ainda possui uma cabine de 478 metros quadrados de espaço utilizável do piso, 40% a mais que o segundo maior avião de passageiros, o Boeing 747, e oferece capacidade para 525 pessoas em uma configuração de três classes ou até 853 pessoas em uma única classe econômica.

Tem alcance de 8 500 milhas náuticas (15 700 km), suficiente para voar sem escalas de Dallas para Sydney, e uma velocidade de cruzeiro de Mach 0,85 (cerca de 900 km/h, 560 mph ou 490 kts a uma altitude de cruzeiro).

Até o fim de 2017 a Airbus já havia recebido 317 pedidos firmes e entregue 221 aeronaves. A Emirates Airlines tem a maior frota de A380, com 142 pedidos e 101 aeronaves já entregues. Em 2015 foram registradas 13 companhia aéreas operando a aeronave, como a Lufthansa, Emirares Airlines (como falamos anterioemente), Britsh Airways, Air France, Malaysia Airlines e dentre outras.

Além de Natal, o avião foi liberado para andar em Belém, Brasília, Cabo Frio, Confins, Manaus, Fortaleza, Viracopos, Porto Alegre, Petrolina, Recife e Salvador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *