Cidades

Você faria tudo por uma Catuaba em uma festa?

Compartilhe:

A gente já falou por aqui que a Catuaba é a bebida do momento. Mas, você faria tubo para beber este líquido precioso das festas alternativas de Natal? Nesta sexta-feira (15), no Ateliê Bar, haverá uma festa chamada “Topa Tudo Por Catuaba”, uma tiração de sarro do famoso programa do Sílvio Santos, nos anos 2000, no qual as pessoas realmente faziam tudo para ganhar uma graninha extra.

Serão diversos desafios para conseguir beber aquela Selvagem ou Guaracy, caso tenha alguma preferência.

Sem contar que haverá sorteio antes e durante a festa para conseguir uma Catuaba.  Além disso, haverá rodadas de shots free e venda clonada no bar até meia-noite.  O ingresso? Apenas 10 reais.

Confira a line-up do evento:

Filipe Marcus Vs Quel (JxLxDx. Joseph Little Drop para os íntimos)
Amanda Lisboa
Rafael Pontes
Luana Liz
Renata Araújo

Antigamente, quando se falava de Catuaba pensava numa bebida muito barata, que misturava com cana e um planta que tinha o mesmo efeito do viagra, conhecida nas festas de forró e da banda de forró “Catuaba com Amendoim”.

O sucesso desta bebida se popularizou com a expansão da marca Selvagem, que foi criada no estado do Rio de Janeiro, no ano de 1992. O nome é uma homenagem ao filme Instituto Selvagem, aquele conhecida pela famosa cruzada de perna de Sharon Stone.

Ela é diferente das outras catuabas que são feitas de cana de açúcar, pois ela é feita à base de vinho tinto, enriquecida com extrato de Catuaba, Marapuama e Guaraná. A Selvagem é a mesma fabricante da cerveja Therezópolis, que é uma das cervejas populares mais caras.

A fabricação dela acontece no Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. A unidade gaúcha processa a uva e a vinifica, enquanto a fluminense elabora e envasa os produtos e serve de centro de distribuição e de base administrativa do grupo.

Na região Norte e Nordeste, a catuaba é uma árvore pequena e vigorosa, que produz flores amarelas e cor-de-laranja, e pequenos frutos ovais, amarelados e não comestíveis. A planta cresce ao norte do Brasil, mais precisamente na floresta amazônica. Ela pertence à família Erythroxylaceae. A bebida é preparada com os ramos, a casca da raiz e folhas da planta. Com efeitos a longo prazo, além de aumentar a libido, a planta estimula o sistema nervoso central, é usada contra insônia, nervosismo e melhora a memória. Por isso, as pessoas enlouqueceram pela bebida.

Lara Paiva

Oi, eu sou o Goku. Mentira, meu nome é Lara. Sou jornalista e publicitária formada pela UFRN, natural de Natal. Sempre fui de humanas. Tem um blog para expor as suas curiosidades e anseios desta vida e mostrar os diferentes lados da vida urbana.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *