Você pode doar livros para jovens infratores do CEDUC

Sem categoria
Compartilhe:

Muitos falam das péssimas condições dos presídios do Brasil e também da superlotação das casas que recebem menores infratores. Alguns especialistas são a favor da redução da maioridade penal, porém outros utilizam o argumento de que devemos instruir estes jovens para que os mesmos não cometam mais crimes. E agora? O que fazer? Por isso, o grupo Motyrum, que reúne estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está fazendo uma campanha para arrecadar livros para infanto-juvenis para o Centro de Educação Feminino Pe. João Maria (CEDUC), localizado na Zona Norte de Natal.

Mas, aonde doar estes livros? Os pontos de arrecadação são: Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM), Setor de Aulas I e Centro de Biociências (CB), todos localizados no campus da UFRN. O projeto realiza atividades educativas,semanalmente, com as crianças e adolescentes do centro e pretende com a campanha, montar uma biblioteca para elas.

O Motyrum é um projeto de extensão de educação popular em direitos humanos existente na UFRN desde 2005, contando com quatro núcleos autônomos: Motyrum Penitenciário, Motyrum Urbano, Motyrum Infanto Juvenil e o Escritório Popular.

O projeto é formado por estudantes dos cursos de Direito, Psicologia, Pedagogia, Ciências Sociais, Serviço Social, Gestão de Políticas Públicas e Comunicação Social.  O objetivo é  promover a emancipação política dos estudantes universitários e dos espaços onde o projeto tem atuação  por meio da pedagogia de Paulo Freire.

Os interessados em conhecer mais sobre o Motyrum podem acessar sua página no Facebook e o blog.

Já o CEDUC é uma unidade de internação provisória, medida socioeducativa de semilebrade e internação, localizada no conjunto Santa Catarina e tem a capacidade de atender 15 adolescente.  O órgão responsável pela unidade é a Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac/RN), que atua nos 167 municípios do Estado de forma regionalizada, através de bases físicas instaladas nos municípios de Natal, Parnamirim, Caicó e Mossoró. Sua atuação visa atender aos adolescentes acusados de ato infracional e em cumprimento de medida socioeducativa de restrição e privação de liberdade, garantindo sua proteção integral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *